Ídolo, Dominique Wilkins aposta em Trae Young para aumentar interesse no Hawks

Não é de hoje que o Atlanta Hawks luta contra o aparente desinteresse local pela franquia. O time registra a sexta pior média de público da atual temporada, quase sem ultrapassar a marca dos 16.000 presentes por jogo em casa. No entanto, um dos maiores jogadores da história da equipe aposta que Trae Young possa ser a solução para atrair olhares e mobilizar torcedores na Geórgia.

“Se Trae continuar nessa toada, não há dúvidas de que vai chegar muito longe. Ele está começando a escrever uma história – e as pessoas estão percebendo que será um astro por muito tempo nessa liga. Nós chegamos ao ponto em que já vemos os comentários por aí. Ele será tão bom quanto quiser e todos vão querer acompanhar isso”, afirmou o ídolo Dominique Wilkins, em entrevista ao site The Athletic.

É verdade que os resultados coletivos da franquia não justificam um grande público nesse momento: com somente 17 vitórias em 58 partidas, o Hawks é o penúltimo colocado do Leste e possui a quarta pior campanha da liga. Young, porém, vai na contramão: foi eleito titular do Jogo das Estrelas e teve dez atuações de 40 ou mais pontos na temporada – segunda maior marca da liga no quesito.

O “estrago” que o jogador de 21 anos vem provocando na NBA é tão grande que o integrante do Hall da Fama admite que adoraria ter atuado ao seu lado. “Teríamos sido ridículos juntos. Ridículos. Trae faria o meu jogo bem mais simples. Você não pode deixá-lo livre. Seriam os 35 ou 40 pontos por jogo mais fáceis da minha vida. Meu sangue sobe quando vejo-o em quadra”, elogiou o lendário pontuador.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.