Isaiah Thomas reclama de ser culpado por problemas do Cavs: “Não é justo”

O Cleveland Cavaliers, aos poucos, está reencontrando o caminho das vitórias para sair da profunda crise que viveu nas últimas semanas. A situação abalou as estruturas do elenco como um todo, mas poucos atletas sentiram-se tão visados por imprensa e torcedores quanto Isaiah Thomas. O armador acredita carregar culpa excessiva pelos problemas da equipe, dentro e fora das quatro linhas.

“Nós temos sido uma das cinco defesas menos eficientes da NBA pela temporada inteira. Então, colocar a culpa em mim quando retorno não é justo. Não é minha culpa. Só posso rir de quem comenta algo assim, pois sei que todos confiam uns nos outros aqui e trabalhamos juntos para estarmos jogando em junho. Esse é o último e único objetivo”, desabafou o astro, em entrevista no último sábado.

O desempenho de Thomas dentro de quadra não foi o único foco de controvérsias recentes. O ex-atleta do Boston Celtics também foi apontado por jornalistas que cobrem a equipe como “instigador” de um interrogatório envolvendo Kevin Love, que saiu doente da derrota contra o Oklahoma City Thunder e sequer teria ficado no ginásio até o fim do confronto.

“Sinceramente, eu não chamei a atenção de Kevin. Só perguntei onde ele estava, por que não ficou na arena apoiando o time. Então, não existe nenhum problema entre nós. Não sou e nunca fui esse tipo de jogador. Qualquer repórter que tenha informado que nós criticamos sua postura está errado. É um relato falso e criar boatos assim não é legal”, assegurou o jogador de 28 anos.

Outra crítica ligada a Thomas diz respeito ao encaixe de seu jogo ofensivo no Cavs. Desde que estreou na temporada, no início de janeiro, ele acertou menos de 40% de suas tentativas de quadra. “Se você está preocupado com a minha seleção de arremessos, nunca deve ter me visto jogar nos últimos anos. Querem que eu não arremesse? Não seja Isaiah? Não estou aqui se não estiver pontuando”, cravou.

O astro pede tempo para que consiga reencontrar seu melhor ritmo e desenvolver um necessário entrosamento com os novos companheiros de equipe. “Não estou atuando tão bem quanto gostaria, mas sei que vai levar tempo. É uma situação nova para mim, pois eu estava acostumado a ter a bolas nas mãos o tempo inteiro e comandar as jogadas. Então, é um processo de descobrimento”, explicou.

Depois de sofrer nove derrotas em 12 jogos depois do Natal, o Cavaliers emplacou duas vitórias seguidas e já voltou a abrir pequena vantagem para o Miami Heat, na terceira posição da conferência Leste. E nada como resultados para deixar um clima ruim para trás. Thomas espera que as vitórias sirvam para, mais do que recolocar tudo nos trilhos, tire o rótulo de “culpado” da sua testa.

“Nossos problemas são maiores do que qualquer reunião pode discutir. Temos que ser um time defensivo melhor, não podemos ser tão estagnados ofensivamente nos últimos períodos. Mas ninguém está em pânico aqui. As pessoas que acompanham de fora que estão fazendo drama. E eu só preciso continuar trabalhando, lutando e, no fim das contas, descobrirei como usar meus pontos positivos a favor do time e vice-versa”, finalizou Thomas.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Vitor de Lima

    Tem que parar de reclamar e começar a jogar, parece criança mimada!

  • Enzo Cabral

    Tá com medo de ficar com a reputação manchada e perder milhões na free agency que se aproxima.

  • Luiz

    Entao defende porra

  • Jefferson Cavalcanti

    Torço para que não aconteça isso, mas já estou vendo o LeBron botando o colete salva vidas e pulando da barca mais uma vez.

    • Eduardo Silva

      Kkkkkkk vdd.

  • Marcio

    Tem joga ne Isaiah Thomas

  • Não sabe marcar, sem um SG estilo Bradley na defesa complica seu jogo, e tem que se acostumar a jogar sem a bola, mas deve melhorar mais com o tempo, perdeu moral ao criticar Love, claramente fritado pela anta do treinador

  • Matheus Bernardo

    A verdade é que no Celtics o Brad Stevens montava o time tendo ele como principal arma ofensiva, nos Cavs ele não é o cara principal, então terá que aprender a jogar de outro modo por conta própria, visto que o treinador é uma ameba.

  • Eduardo Rebelatto

    Longe de ser o culpado, mas com essa bolinha que tá jogando não vai receber nem 15 milhões na offseason. Tem que se adaptar a jogar mais sem bola, e não apenas tentando criar o próprio arremesso, sem contar que toma uma 3 tocos por jogo.

    • Alex Alves

      Hahahaha por 15 o Ainge faz proposta para ele.

      • Eduardo Rebelatto

        Quem vai oferecer 20 milhas para um cara que é um dos piores marcadores da NBA é ainda vem depois da lesão horroroso no ataque, eu se fosse ele me preocuparia com esse contrato

        • Alex Alves

          Exato. Imagina ele voltando para Boston com um contrato 60/4 rsrs.

    • Pundinzinho

      Tem quem diga que ele tá jogando assim justamente pra inflar suas estatísticas e assim ganhar um bom contrato.

  • Weezy

    IT vem mais atrapalhando do que ajudando, forçando bolas desnecessárias e tropeçando ou tomando tocos em alguns ataques. Eu tenho sérias dúvidas se ele vai conseguir ajudar esse time jogando sem a bola nas mãos! Eu tentaria trocá-lo pra ontem.

  • Damon

    No celtics, onde tem um treinador de verdade, Isaiah tinha todo um esquema tático para funcionar perfeitamente.
    No cavs. é cada um por si.

    • Tássio Pacers DIPOMVP!!!

      na verdade o tecnico do Cavs joga, é o Lebron. Ele que decide o que fazer..

    • pedrokadf

      tem esse ponto tb, mas…. mesmo assim, pé atras com I.T

    • KleineBosch

      eu não diria “cada um por si”, mas sim, cada um por LeBron! Seria o famoso “todos por um” que não dá certo.

  • Claudio R.

    Não sei o q o cavs tá esperando em trocar ele pelo Kemba Walker

    • Diego Gondim

      Um pacote interessante (Pro CAVs): Thomas + Thompson + JR + PICK NETS por Horward + Kemba Walker

      • pedrokadf

        eu vejo com bons olhos, pensaria um pouco ? ok, mas não é nenhuma loucura

      • Vinícius Maia

        De repente, eu vi uma luz no fim do túnel para o Cavs kkkkkk

        Acho difícil a diretoria do Hornets aceitar, mas para o Cavs, seria excelente. Howard e Love seriam um garrafão de respeito, além de que Howard elevaria a defesa do time e Kemba Walker também não compromete tanto quanto o Thomas além de entregar a sua contribuição ofensiva.

        Todavia, essa troca não deve acontecer. Olhei agora a pouco os rumores envolvendo o Cavs e, pelo menos até o momento, o Cavs nem chegou a fazer uma sondagem com os Hornets.

        • KleineBosch

          Deveriam pelo menos tem feito uma sondagem hein, o Hornets parece que não vai ir pros playoffs esse ano e não acho absurdo tentar o isaiah e pegar um jogador desse draft pro Hornets. eu vejo que essa troca não seria ruim pro Hornets, pode ser até boa, essa troca poderia ser excelente para ambos os lados.

          • Vinícius Maia

            Eu apoiaria essa troca fácil. Principalmente por causa do Howard que apesar de não estar mais nos seus dias de glória, poderia elevar a defesa do cavs e também contribuiria bem no ataque. Mas infelizmente, parece que o cavs quer George Hill e deAndre Jordan. Para mim, kemba Walker, korver/Wade/Green/qualquer um, LeBron, love e D12 seria um time capaz de fazer frente ao gsw.

      • Marcos Oliveira

        Tira a pick, tem coisa demais ai só por Kemba e Horward… Thomas, TT e JR Já está de bom tamanho…

        • KleineBosch

          Nem tanto, TT e JR ainda são vistos mais como prejuízo do que benefício, acho que se colocasse pick nets nessa trade o Hornets aceitaria.

          • Marcos Oliveira

            Não vale a pena gastar uma pick alta com jogadores como Kemba e Horwardd, tendo em vista que ambos com um time razoável não conseguem ser competitivos o suficiente para brigar por uma vaga nos offs.

          • KleineBosch

            Mas sem essa pick, eu duvido que o Hornets aceitaria, já que o Kemba também está indo melhor que o IT, já que está parecendo que IT só rende se a equipe for focada nele e parece que kemba não precisa disso. essa trade sem pick nets na realidade seria IT por Kemba e Dwight já que TT e JR são peso morto até agora, e dois jogadores por 1 nessa situação não vale a pena pro Hornets.

      • Bruno Hornets🐝

        Hornets é uma zona, mas trocar Kemba por uma pick(QUE NEM TOP 5 É), um anão overrated e 2 pedaços de merda ambulante é forçar muito a amizade

        • Will #lakaodamassa

          Kkkkk
          Anão overrated
          Kkkkkk

  • Frank Lucas

    Compromete demais defensivamente, e depois da lesão, voltou com um aproveitamento ofensivo muito abaixo do esperado.
    No Celtics, ele tinha todo um aparato defensivo montado em torno dele para que, ele tivesse a liberdade de se preocupar somente em liderar o time ofensivamente… Diferente do Cavs, que tem uma defesa horrosa.
    E ainda tem um outro detalhe: no Celtics ele tinha treinador… Coisa que ele não tem no Cavs.

  • Thiago / The Legend of NFL

    Para mim o Thomas não vai voltar a ser o de Boston, infelizmente. Uma porque tem o fator LeBron, outro por conta da lesão. Ele está bem tímido no ataque, realmente.

    • Tássio Pacers DIPOMVP!!!

      assino embaixo. Penso o mesmo. Irving ja saiu de la por isso, LeBron as vezes faz as vezes de armador, de ala pivô, de ala. Ele é um monstro, joga bem em praticamente todas posições, mas deve ser foda jogar com um cara assim.

      • Rogério Rodrigues

        Irving não saiu de lá por isso. Ele saiu pq os digirentes queriam troca-lo primeiramente.

        • Tássio Pacers DIPOMVP!!!

          Essa foi a desculpa que ele deu neh

    • Saymon Xavier

      o fator principal acho q é o técnico…o Stevens criava jogadas de isolacoes especif8cas. o T. Lue nem.sabe o q é isso….hehehehe

      • Thiago / The Legend of NFL

        O problema é que as jogadas são para o LeBron né. Como iria ficar se as jogadas desenhadas fossem somente para o Thomas? LeBron iria curtir? Uma coisa é passar o bastão igual ele dizia em relação ao Irving quando o nível dele fosse caindo, outra coisa é ele ainda estar em um nível absurdo e ver outros caras com a bola na mão.

        • KleineBosch

          Mas é aí que está, quem “desenha” as jogadas do cavs que seriam pro Lebron é o próprio LBJ, o T. Lue é um espantalho, ele finge que é técnico. Se pelo menos pudesse ter um técnico de verdade no Cavs, dava pra tentar resolver ou pelo menos reduzir esse problema. O fator principal é realmente o técnico.

        • Erich Zager

          dá pra dividir, afinal, o Kyrie Irving não ficava apenas passando bola pro Lebron e para o Love…fato é que agora todo mundo está vendo claramente que o aproveitamento e escolha de arremessos do Isaiah são realmente bem ruins…agora, como todo louco, ele imagina que vai melhorar fazendo a mesma coisa…então, é rezar e esperar ne hahahahaha

      • Erich Zager

        mesmo se o T. Lue criasse, é obvio que seriam menos situações dessas por jogo do que na ultima temporada em Boston, pois obviamente ele tem que dividir o piso com o Lebron, com o Love e até mesmo com o JR Smith…então se ele nao aumentar o aproveitamento nos arremessos que ele tem, coisa q ele nunca fez na vida, é melhor todo mundo se acostumar com ele voltando a pontuar entre 15 e 20 pontos por jogo, no máximo e tá bom demais…

    • Erich Zager

      3 – o normal dele é +- 15 pontos por jogo, +-5 assists e +- 3 to’s….nenhum técnico na liga, por n situações, irá colocar ele em isolação em quase toda jogada como ocorreu na ultima temporada em boston…

  • Iuri Machado

    Ele realmente não é o problema do cavs, mas ele tbm não é a solução que todos imaginavam, pra esse time do Cavs

  • Dudu Ferrero

    Eu acho que o Thomas tem 2 problemas serios, 1 – defende muito mal 2 – mesmo ainda sem tirmo as vezes força demais o jogo, quer inflitrar com tudo e ou toma toco ou quer passar quase caindo e se atrapalha todo, cansei de contar quantas vezes ele ja fez isso

    • Albert Santos

      Fato.

    • pedrokadf

      resumiu bem

    • Erich Zager

      ele tem um problema mais sério que esses dois…não saber se situar na liga novamente como um jogador bom, mas totalmente substituível.

  • Igor Dourado

    Gostei bastante dos comentários e como ninguém está vendo a situação como algo unidimensional. O fato do Cavs não ter uma identidade, muito pelo contrário, tenta descobrir isso desde a saída do Irving, torna qualquer adaptação mais difícil. Some-se a isto o fato de Lue não conseguir extrair o que há de melhor de seus jogadores. Muita das vezes termina é por expor e potencializar os defeitos de seus atletas.
    Thomas é fominha, não funciona sem a bola o tempo todo em suas mãos. Alguém discute quem é mais eficiente e confiável com a bola nas mãos, ele ou Lebron?
    A partir do momento que a sua característica principal é pontuar e você está desvirtuado dela, não conseguindo cumprir seu papel, obviamente que as críticas pesarão bastante, pois seus defeitos não terão nada como contraponto.

  • Marcos Oliveira

    O baixinho vai voltar aos seus melhores dias, e quando isso acontecer o cavs vai ser um time novamente candidato a titulo…

    • Erich Zager

      claro, o tyrone lue vai falar pro time “galera, esqueçam do lebron, o jogo agora é no baixinho”

  • Luiz Fernando Azevedo

    Vou adiantar o que vai acontecer…

    Cavs irá trocá-lo por Kemba Walker!

    Fonte: Lindoya.

  • Rafael Victor

    Como ele disse, ainda tá se adaptando ao time, quando estiver adaptado… Vai ser um dos jogadores decisivos, que vai alavancar o Cavaliers! Problema de defesa não é culpa dele!

  • Will #lakaodamassa

    Anão overrated…
    Não marca nem a mãe e toma 324 tocos por jogo.

  • Erich Zager

    vamos aos fatos:
    1 – sempre foi fominha;
    2 – sempre escolheu mal os arremessos;
    3 – sempre cometeu muitos to’s;
    4 – melhor temporada 16/17 em pontuação, com o time jogando em função dele, no resto dos fundamentos, continuou a mesma negação.
    Diante disso, alguém realmente pensou que ele substituiria o Kyrie Irving à altura?
    Sinceramente, nem os mais otimistas poderiam imaginar isso. Ele realmente tem um péssimo trabalho coletivo e tático e isso só está evidente pois ele voltou a realidade de cerca de 20 pontos, 5 assists e cerca de 3 to’s por jogo…esse é o normal dele, ponto.
    Se ele mesmo admite que não será o termômetro pro time melhorar, sendo realista e egoísta ao mesmo tempo, e que ele não vai mudar seu estilo de jogo pra que isso aconteça, alguém imagina que ele vai “melhorar” e que o time vai melhorar por causa dele?
    Pelo lado da torcida é fácil de compreender. Irving saiu e a reposição não foi a altura. Além disso, o cara ainda fala essas baboseiras, não tem jeito, vão cair em cima dele.
    Resumo da ópera é simples, não adianta nem render resenhar sobre o que ele vai fzer, deixar de fazer ou deveria fazer pro time melhorar…Se ele mesmo falou que não vai mudar, é paciência e rezar pro time encaixar na hora da onça beber água. Não tem Lue, Phil Jackson ou Pops que possa resolver isso…

    • Diego Costa

      Juro que tô tentando entender essa quantidade absurdas de TO que você diz. 2.6 por jogo é algo absolutamente normal pra um PG, na carreira é 2.3, menor até que a do próprio Kyrie. Selecionava mal os arremessos e tinha 46%fg ano passado chutando de fora quase toda hora. Certo que em jogos esse ano ele abusou da individualidade e cometeu erros até ate demais. Ele não é mais jogador que o Kyrie, mas você querer explodir a passagem dele pelo Cavs em 10 jogos depois de 7 meses parado, não me parece muito coerente.

      • Erich Zager

        não é explodir a passagem dele, é apenas entender que, dividindo a quadra com os demais jogadores que o cavs tem no elenco, ele não tem esse potencial todo que parecem ter imaginado. eventualmente ele até pode fzer uma partida mto boa, pontuar bastante. mas no geral não vai melhorar muito além do que tá hoje não.
        sobre os to’s – o número não é altissimo, mas é parte da análise do jogo como um todo, evidencia que o cara força o jogo demais…repare que só nesses 10 jogos dele foram 26 to’s, 16 tocos, 135 arremessos tentados e 82 errados…fazendo uma conta de padeiro, já são 12,4 posses de bola todo jogo que o time sai zerado com a bola nas mãos dele e é bem isso que a imprensa local e a torcida tão vendo. essa balança ai tá pendendo pro lado negativo, claramente…

        • Gabriel S Monteiro

          Mas o cara tem 10 jogos depois de passar 7 meses lesionado, e joga em um time muito bagunçado.. acho que essa análise só deve ser feita ao fim da temporada!

          • Erich Zager

            são 8 temporadas na liga pra analisar o basket que ele pratica…posso queimar minha língua, mas uma nova temporada de 28 ppg no Cleveland vai ser muuuuuito difícil…

        • Diego Costa

          Já disse, são 10 jogos em um novo esquema de jogo, voltando de lesão. Espere mais um pouco pra ver se ele continua forcando ou não.

          • Erich Zager

            claro, até pq se ele continuar forçando bola assim e não mudar ele vai jogar no máximo uns 25 minutos por jogo ou será trocado novamente, sem saber, sendo avisado por uma ligação…

    • Gabriel S Monteiro

      Você olhou qual a média de TO dele? Porque parece que não pra afirmar o que afirmou no item 4.

      IT jogava bem e coletivamente em Boston inclusive em certos momentos sem a bola nas mãos, claro ele era a cara da pontuação do time, inclusive o time tinha carência nesse sentido, já que logo atras vinha Bradley, Crowder como os caras que pontuavam depois do IT.

      IT em Boston tinha Smart e Bradley pra resolverem na defesa

      Ele ficou 7 meses parado por uma lesão séria, me desculpas não tem como o cara voltar voando,

      E ultimo quesito ele trabalhava com Brad Stevens e não Lue, isso faz total diferença na performance de um atleta, ainda mais que Lebron manda no time, e o Cavs hoje não tem padrão tático nenhum!

      • Erich Zager

        cara, dentro da análise do jogo do IT como um todo, eu considero esse número de TO’s alto…na temporada 16/17 o time de Boston jogava em função dele quando ele estava na quadra e por isso ele teve uma ótima temporada em pontuação…nos outros fundamentos o jogo dele foi o mesmo…foi uma situação pontual no Boston que só vai se repetir na carreira dele se ele for pra um time em que ele é a única estrela e o time jogue em função dele…minha opinião é que, voando ou não, num time com mais talento ele dificilmente voltará a fazer 28 pontos por jogo…vai voltar pra 20 ppg e é isso ai…e ao contrário do que muita gente vem falando aqui…na temporada passada em Boston o Brad dava muita liberdade pra ele e na maior parte das posses de bola ele ia pra cima sem chamar nenhuma jogada…era o simples todo mundo abre e ele faz o que quer…isso não vai se repetir…não é atoa que Boston liberou o cara, ele fez todo aquele drama da ligação da troca, mas o time de Boston melhorou muito sem ele por vários motivos…

        • Ronaldo Ferreira

          20 ppg não é nada desprezível…

          Fora isso, eu não tenho dúvidas de q o IT tem muita razão no que diz. Todo mundo sabe que esse Cavs não é capaz de potencializar o talento natural de nenhum jogador que não seja Lebron James. Kevin Love chegou em Cleveland como um dos 10 melhores jogadores da liga, e simplesmente foi relegado a terceira opção de ataque, ficando com o que sobrasse. Obviamente se o jogador não consegue colocar em quadra suas maiores qualidades, é claro que os defeitos vão aparecer muito mais. Aí começaram a reclamar da defesa (que sempre foi ruim), começaram a reclamar que ele tava mal no ataque, e por aí vai.

          O mesmo vale pro Thomas. Não era só o time que jogava em função dele. O Brad Stevens sabia o potencial que o Thomas tem, e sabia explorar isso, bem como esconder seus defeitos. Ta aí o Kyrie, que no Cavs era um kra que não sabia armar, que tinha defesa mediana, e que apesar de decidir muitos jogos, sempre fazia isso quando tinha Lbj do lado (basta ver q quando o Cavs jogava sem o James, e apenas sem o James, o número de derrotas da equipe era elevadíssimo), e hoje é o verdadeiro líder dos Celtics.

          • Erich Zager

            não é nada desprezível…fato é que o IT tem que aprender a colocar os 20 ppg forçando menos o jogo e ele não está disposto a fazer isso…em sacramento foi assim, no phoenix e em boston…
            esquece sistema tático…o torcedor e a mídia vai olhar um simples fato…saiu uma referência do time e a reposição não foi à altura…é lógico que é difícil falar o que a pessoa tinha que fazer…mas nesse caso, eu vejo que o ideal seria ele voltar no sapatinho, forçando menos o jogo, passando mais a bola até se entrosar e ganhar um espaço maior com o time, a mídia local e a torcida…agora, ele mesmo disse que não fará isso..então complica…ainda que ele não esteja errado, em local de trabalho nenhum e tampouco em um esporte profissional essa postura é bem aceita pq: 1 – joga o problema pros outros; 2 – não sugere nada pra resolver o problema e 3 – ainda fala que vai continuar fazendo o mesmo e que n vai se esforçar pra melhorar…esse “processo de descobrimento” que ele menciona é uma piada, fica parecendo que todo lugar que ele passou ele sempre foi a referência/dono do time, quando isso só ocorreu na última temporada…

  • Laion Marques pereira

    acho D’Rose mais jogadoe que ele, uma temporada boa no boston fez com que ele tivesse essa condição de titular, mas os dois saudaveis prefiro rose

    • Vinícius Maia

      O problema é o Rose ficar saudável.

    • Ronaldo Ferreira

      “os dois saudáveis”

      Rose nunca mais será saudável.

  • Fernando

    Acho um absurdo culparem ele e o Lue. O técnico e o GM do time é o Lebron. O Irving tem se mostrado melhor do que todo o pacote que o Cavs recebeu. Muitos criticaram a troca, mas o Irving teve a humildade em escolher trabalhar para um técnico. Ele é o FP do Boston, mas. quem manda é o Brad Stevens. Lebron, Chris Paul … estes jogadores não se submetem a técnicos.

  • Eduardo Silva
  • Pablo Leite

    É um dos menos culpados. Não tem um mês que está jogando, nem joga os back- to- back e a zica dos Cavs é responsabilidade dele? O maior culpado é o Cosplay de técnico dos Cavs!