J.J. Redick revela quase ter deixado Sixers para assinar com o Pacers

J.J. Redick resolveu renovar seu contrato e vai continuar no Philadelphia 76ers por mais uma temporada. Mas, na verdade, o experiente ala-armador esteve muito mais próximo de deixar a equipe do que o “final feliz” pode dar a entender. Em seu podcast, o atleta de 34 anos revelou que não se tornou reforço do Indiana Pacers por uma questão de poucas horas.

Insatisfeito com a primeira oferta de renovação do Sixers, o veterano foi em busca outros interessados e a proposta do rival de conferência agradou-o. “Quase assinei com Indiana. Foi por muito pouco, coisa de uma ou duas horas, que não aconteceu. Tinha um prazo para aceitar o acordo e, na mesma tarde, o pessoal de Philadelphia ligou para aumentar os valores”, contou.

Redick acertou sua permanência na franquia da Pensilvânia para receber salário de US$12.2 milhões na próxima temporada – e, certamente não por acaso, o Pacers finalizou a contratação de Tyreke Evans por valor semelhante, poucos dias mais tarde. O ala-armador do 76ers obteve médias de 17.1 pontos (com 42% de acerto nos tiros de longa distância) e 3.0 assistências na última temporada.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • samuel

    Acho que o Pacers se saiu melhor com “plano B”. Tyreke é mais jogador.

    • Marcos Gordinho

      Evans é mais versátil, ofensivamente JJ têm sido a melhor peça do banco de reservas do Sixers, no final, pela forma participativa do Pacers jogar, Evans pode contribuir mais e ter melhor encaixe com a filosofia adotada por lá .

      • Fred #TrueMagic ORL-MAGIC #1

        JJ é titular.

      • Rafael Vieira

        Evans precisa da bola na mão, assim como Oladipo. Nao vejo eles jogando bem juntos

  • Marcinho Mueller

    Sorte do Pacers então… Sou muito mais Tyreke do que JJ.

    • Dudu Ferrero

      o problema que o Evans toda hora tem contusao, o Redick raramente se machuca

      • Brinell Arcanjo

        E ainda jogava no clippers que todomundo se machuca

  • Dudu Ferrero

    JJ seria reserva do Oladipo , pelo menos nos Sixers ele é titular

  • Daniel Azevedo

    São jogadores com características tão diferentes que fica até complicado comparar.
    O mais interessante seria analisar o encaixe que cada jogador teria na equipe,e com certeza vejo Redick muito entrosado nessa forma de jogar do Sixers.

  • Fundamental para o Sixers. É um gatilho que ajuda demais no espaçamento de quadra.

  • Fred #TrueMagic ORL-MAGIC #1

    Volta JJ.

  • Marcos Oliveira

    Ele é importante pro time tendo em vista a deficiência do Simmons no arremesso, quer dizer p Simmons não arremessa.

    • Jesus Cristo #Tatum MVP#

      Ele arremessa, mas só de pertinho kkkkkkkkkk

  • Guilherme Scheeren

    Recebeu 23 milhões na temporada passada, muito mais do que vale, justamente pra fazer parte do processo. Só faltava sair agora por uma diferença pequena de dinheiro.

  • O Almirante

    Acho engraçado as vezes a diferença absurda de cultura, os cara são mega profissionais e estão certos, mas as vezes acho que falta um pouco de paixão, só um pouco de paixão. Os torcedores do Sixers pouco se fuderam pra essa declaração, mas imagina no mundo do futebol uma declaração dessa “por pouco não assinei com o Palmeiras, questão de 2 horas o Flamengo aumentou a proposta e eu assinei” hahahaha eu fico imaginando a reação da torcida. Acho que tudo tem sua dose certa, mas um pouco mais de paixão(em todos os sentidos) da torcida lá acho que não faria ruim.

    • Paulo Henrique

      Quando vc torce pra um time q a qualquer momento pode simplesmente mudar de cidade, nome e tudo não tem como criar muita paixão msm kk

      • O Almirante

        é verdade, mas mesmo assim acho que falta paixão, é muita frieza lá

        • Leonardo Augusto N. Dos Santos

          os caras são tratados como mercadorias, queria o que? aqui vc ouve o presidente do Corinthians dizendo “Só queremos jogadores que queiram jogar no Corinthians” é outra realidade….

    • Nicolas Dias

      Acontece que é o JJ Redick, atleta sem grande apelo de mídia e carisma, ou grande identificação com a torcida, nesse caso a torcida ainda encara de forma racional, compreendendo que são negócios, ele queria um determinado valor e o Sixers demorou para atender a demanda e ele cogitou outro time, simples. Mas se fosse o Embiid ou Simmons dizendo isso os ânimos se exaltariam, a paixão falaria mais alto, já o JJ ninguém liga.

      • O Almirante

        pois te digo um negocio, se o 8º reserva ou o principal titular falar uma coisa dessas do meu time de futebol aqui no Brasil, pode ter certeza que nossa torcida ia pressionar e encher o saco pra sempre e ele certamente não ficaria no time. talvez exagero, mas como falei é engraçado a diferença absurda de cultura. Eu to no mais lado da paixão mesmo, torcedor é torcedor e não dirigente…

  • TRUETHIAGO

    Seria uma perda bastante sensível, não porque ele seja um craque, nem nada disso, mas é difícil imaginar muitos outros jogadores que se encaixariam melhor, em termos de características, para jogar ao lado do Simmons. O próprio Tyreke Evans, citado na matéria, certamente seria um encaixe pior, dando um exemplo.

    Ademais, é isso aí mesmo, negócios são negócios, cada lado tem que buscar o que considera melhor para si, e não falo apenas em termos de dinheiro, num todo: papel no time, chances de título, família, etc. Se ele não estava satisfeito com a proposta inicial dos Sixers, tinha toda liberdade e direito de ouvir outras franquias. Profissionalismo e sentimentalismo não se misturam.

  • Gabriel De Oliveira Meira

    Evans joga mais, muito mais! Sorte do Pacers!

    • Nicolas Dias

      Se machuca muito mais também, é difícil contar com o Evans para desempenhar um papel importante na rotação por conta de suas lesões, se não me falha a memória desde 2014 ou 2015 que ele não joga ao menos 60 jogos.

  • Gustavo Macedo

    JJ Redick tem que tomar muito Ivomec, Biotônico, Whey Protein e aquele trem do peixe dispindurado “Murção Scot” pra jogar metade do que o Tyreke Evans andou jogando.