J.J. Redick revela que Jimmy Butler revolta-se ao ser marcado por atletas brancos

Miami Heat forward Jimmy Butler (22) talks with Tyler Herro (14) in the third quarter of an NBA basketball regular season game against the Charlotte Hornets at the AmericanAirlines Arena on Monday, November 25, 2019 in Miami.

Jimmy Butler é conhecido no círculo da NBA por sua fantástica história de vida, ética de trabalho inquestionável, forte personalidade e espírito competitivo. E essa intensidade faz com que ele possua uma visão, digamos, muito particular do jogo. Na gravação de seu podcast, o arremessador J.J. Redick revelou que o craque do Miami Heat sente-se insultado quando é marcado por jogadores brancos.

“Houve uma vez em que eu fui marcá-lo perto do garrafão. Ele não ficou nada feliz. Logo depois do jogo, Jimmy veio até mim e disse que estava irritado com a defesa por ter colocado um branquelo para marcá-lo. Falou que nunca tive um mínimo de chance”, lembrou o ala-armador do New Orleans Pelicans, que foi companheiro de elenco do astro na segunda metade da última temporada.

O convidado de Redick no episódio é o ala Duncan Robinson, que atua com Butler no Heat. Ele confirmou a história do anfitrião e disse que, nos últimos tempos, o colega não mudou de opinião. “Constantemente, Jimmy vem dizer-me antes dos treinos que, se eu ficar em sua marcação, não tenho chances. O conselho é para que só saia da frente dele”, contou a revelação de Miami, aos risos.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.