Jabari Parker terá minutos limitados durante início da temporada

Jabari Parker é presença confirmada nos treinamentos de pré-temporada do Milwaukee Bucks, que começa na próxima terça-feira. Mas ninguém sabe a intensidade de trabalho que o ala vai conseguir gerenciar. Recuperado da lesão no ligamento do joelho esquerdo que encurtou sua campanha de estreia na NBA, o jovem deverá ter participação limitada no período de treinos e também no início da temporada 2015-16.

“Nós nunca colocamos um prazo para sua recuperação e isso continua valendo. Se acharmos que Jabari pode jogar 30 minutos, ele provavelmente vai atuar por uns quinze. Independente do estágio em que estiver, eu acho que sempre seremos cautelosos com sua volta”, disse o gerente-geral da franquia, John Hammond, durante um campeonato anual de golfe realizado em Milwaukee.

Nas últimas semanas, Parker vem treinando nas instalações da equipe sob a observação da comissão técnica do Bucks. O treinador Jason Kidd elogiou a condição do comandado, mas reforçou que a situação pede cautela. “Jabari parece muito bem. Seu físico está melhor e a motivação lá em cima. Veremos o que poderá fazer na pré-temporada. Adoraríamos de tê-lo em quadra o máximo possível, mas não vamos apressá-lo para voltar”, salientou.

Leia mais

Segundo GM do Bucks, Antetokounmpo pode ganhar minutos como pivô
Revisão da temporada – Milwaukee Bucks
Quintetos históricos – Milwaukee Bucks

Outro integrante da franquia que acompanha os trabalhos do jogador de 20 anos nas últimas semanas é o ala Khris Middleton. O atleta, que acaba de fechar extensão de US$70 milhões por cinco temporadas com o time, também elogiou o esforço do companheiro desde a lesão. “Jabari está fazendo tudo o que precisa. Definitivamente, ele quer ser um dos melhores da NBA. Sua dedicação no dia-a-dia é inacreditável neste momento”, exaltou.

Segunda escolha do draft do ano passado, Parker ficou limitado a apenas 25 jogos em sua temporada de calouro. Atuando quase 30 minutos por partida, ele registrou médias de 12.3 pontos, 6.7 rebotes e 1.5 roubos de bola, além de 49% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Ele era o favorito a conquistar o prêmio de novato do ano – que ficou com Andrew Wiggins – até se contundir.

  • Marcelo Fitzgerald

    Eu acho que ele é melhor que o Wiggins, infelizmente a contusao brecou sua evolução na temporada

    • kaio

      eu acho que os 2 estão no mesmo nivel, e os dois podem ser futuros all star ..
      ansioso para essa temporada ja q a ultima foi decepcionante no geral .. muitas lesões e uma final fraca. Parabéns ao warriors mas foi a final mais chata q vi nos ultimos anos kkk claro meu spurs não tava kk mas no geral a temporada passada não foi mto animadora.

  • AlexT-Wolves

    To ansioso pra ver os confrontos dele vs Wiggins a partir de agora torcendo pra nenhum deles terem problemas com lesões. Só naquele primeiro jogo nenhum dos dois estavam prontos

  • tiago

    Acho ele melhor que o Wiggins, se não tivesse se lesionado acho que teria levado o prêmio de NBA Rookie of the Year. Tomara que essa lesão não atrapalhe a sua evolução ou a sua carreira, lesões no joelho sempre são chatas. Bucks esta com a mentalidade certa em ser cautelosos com a volta dele.

  • O cara é o futuro da franquia. Tem potencial para ser um dos melhores da sua geração, mas para isso temos que ver como será a recuperação.

    Até agora o draft de 2014 foi o mais azarado da história. Além dele teve o Gordon, o Randle, o Embiid e mais uma penca se quebrando, uma pena.