Jamal Crawford admite ter cometido erro ao assinar com o Timberwolves

Jamal Crawford é um dos principais agentes livres ainda disponíveis no mercado, mas não parece preocupado com a demora em encontrar uma nova equipe. E isso porque, na temporada passada, ele ganhou uma prova de que a escolha certa não costuma vir com pressa. O veterano já tinha um acordo com nove dias de agência livre, com o Minnesota Timberwolves, e acredita ter cometido um erro.

“Encaixe é o primeiro e fundamental fator que devo levar em conta quando estou pensando onde vou atuar na temporada seguinte. Veja minha carreira e você vai notar que, quando o encaixe era bom, eu contribuí bastante para várias equipes. No ano passado, porém, cometi um erro ao não pensar nisso durante o processo inteiro”, reconheceu o atleta de 38 anos, em entrevista ao jornal Seattle Times.

O ala-armador foi convencido a atuar em Minneapolis com a suposta promessa de amplo tempo de quadra liderando a segunda unidade do técnico Tom Thibodeau. No entanto, isso não se cumpriu durante a campanha: ele registrou as menores médias de minutos (20.7), pontuação (10.3) e assistências (2.3) desde a sua segunda temporada na NBA.

Crawford chegou a ser cogitado em candidatos ao título no início da offseason, mas admite que, como Vince Carter, tem mais interesse em jogar do que ser parte de um elenco campeão. “Sei que muita gente gosta de mim e quer ver-me ganhar um título da NBA, mas, sinceramente, eu não sei se a minha carreira será definida por isso”, apontou o veterano, que já disse sentir poder atuar por mais quatro anos.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.