Jason Kidd, Steve Nash e Ray Allen são eleitos para o Hall da Fama

Dois dos maiores armadores da história da NBA encabeçam a classe de eleitos do Hall da Fama deste ano. Os ídolos Steve Nash e Jason Kidd foram confirmados neste sábado como dois dos 13 escolhidos pelo Naismith Memorial para entrarem no templo máximo do basquete em 2018. Além dos dois astros, outros cinco ex-jogadores da liga estão entre os homenageados na nova turma.

“A classe de 2018 do Hall da Fama é composta por uma combinação única de all-stars da era moderna da NBA e de pioneiros que pavimentaram esse caminho há décadas. Nós estamos bastante orgulhosos de homenagear todos esses merecidos selecionados no ‘berço’ do nosso esporte, Springfield, em setembro”, declarou o presidente do Hall, Jerry Colangelo, por meio de nota oficial.

Nash e Kidd foram eleitos pelo comitê de honra do Naismith Memorial, juntamente com outros três ex-atletas: os contemporâneos Grant Hill e Ray Allen, além do lendário Maurice Cheeks. A lista de honra masculina é fechada pelo veteraníssimo técnico universitário Charles “Lefty” Driesell, único profissional a liderar quatro instituições diferentes da NCAA a 100 vitórias na carreira.

O comitê de honra feminino elegeu duas lendas da WNBA em seus primeiros anos de elegibilidade para a classe deste ano: a ex-ala-pivô Tina Thompson (dona de quatro títulos da liga) e a ex-ala Katie Smith (bicampeã olímpica e da liga). Outra mulher entre as selecionadas foi a lenda Ora Mae Washington, escolha do comitê dos pioneiros afro-americanos de forma póstuma.

A relação de novos integrantes é concluída pelas escolhas de outros três comitês especiais. O comitê internacional escolheu o ex-pivô croata Dino Radja, que jogou pelo Boston Celtics, enquanto o comitê dos veteranos selecionou o ex-ala Charlie Smith, uma lenda da extinta ABA e NBA. O comitê dos contribuidores do esporte, por sua vez, elegeu dois nomes: os dirigentes Rod Thorn e Rick Welts.

“O Naismith Memorial tem orgulho de homenagear os melhores da história do jogo, homens e mulheres de todos os cantos do mundo. Essa classe é um grupo notável com feitos espalhados por diferentes momentos históricos e continentes. No papel de jogadores, técnicos ou executivos, nós queremos agradecer suas contribuições inestimáveis ao basquete”, agradeceu o CEO da organização, John L. Doleva.

A classe de 2018 do Hall da Fama será oficialmente homenageada em cerimônia a ser realizada em Springfield, Massachussets, no dia 07 de setembro.