Jaylen Brown: “Seleção dos EUA não está nem perto de mostrar seu melhor”

COLORADO SPRINGS, CO - JUNE 23: FIBA Americas U18 Mens Championship at the United States Olympic Training Center on June 23, 2014 in Colorado Springs, Colorado. (Photo by Garrett W. Ellwood/FIBA)

A seleção norte-americana voltou à rotina de vitórias nessa segunda-feira, ao derrotar o Canadá em amistoso por 84 a 68. O elenco nacional, porém, parece ter compreendido que não haverá margem para comemoração até o final da Copa do Mundo FIBA. Para Jaylen Brown, por exemplo, a equipe ainda precisa trabalhar muito para alcançar o seu verdadeiro potencial.

“Eu acho que não estamos nem perto de nosso melhor, sinceramente. Nós estamos arranhando a superfície do time que podemos ser. Temos muitos grandes talentos aqui e há bastante espaço para evolução, especialmente em nosso jogo ofensivo. Nem tudo é perfeito, mas vamos chegar lá. Só precisamos continuar treinando e, juntos, tudo vai se encaixar”, disse o ala do Boston Celtics.

O resultado representou a reabilitação da inesperada derrota contra a Austrália, que deu fim a uma invencibilidade de quase 80 jogos dos EUA com atletas da NBA. Mas, mais do que o placar, Brown acredita que a vitória sobre o Canadá mostrou a evolução da equipe. “Foi um passo na direção certa, mas entendemos que essa é uma longa jornada. É um processo que temos que viver aos poucos”, ponderou.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Luci_fer

    tadin

  • Andrade

    Melhor se cuidar pra não ser eliminado antes de mostrar o melhor