Jimmy Butler assume papel de mentor e exige regularidade de Wiggins

Jimmy Butler aterrissou no Minnesota Timberwolves como principal reforço da franquia na busca por encerrar um jejum de mais de uma década fora dos playoffs. Mas, chegando ao time, encontrou outros desafios que decidiu “abraçar”. Um deles é ajudar um dos principais jovens talentos de Minneapolis a tornar-se, de fato, um astro na NBA: o ala Andrew Wiggins.

“Andrew é tão talentoso! Tudo acontece fácil em seu jogo. O que ele ainda precisa entender é que, mesmo sendo um dos mais talentosos da liga, não pode dar o seu máximo só em alguns momentos, quando quer. Não há descanso nesse nível. Meu trabalho aqui é mostrar-lhe o quão duro se deve jogar e o que é preciso fazer para vencer”, afirmou o ala-armador, em entrevista ao site oficial da NBA.

Consistência sempre foi um dos problemas de Wiggins. Considerado um prospecto que nem sempre exibia o empenho ou “envolvimento” ideal em quadra, ele segue questionado por ser um atleta de esforço muito irregular. Butler também sente que falta “algo mais” na atitude do jovem. Algo que vai além de médias de 20 pontos por jogo nas últimas duas temporadas.

“Todos aqui são profissionais e não se pode dar moleza. Andrew é um ótimo garoto, mas precisa ter aquele instinto assassino. Ele precisa tê-lo e não só atuando contra certos times, certos adversários, mas contra qualquer um. Isso não é algo pessoal. Sua dedicação custará vitórias e derrotas para a equipe”, indicou o ex-jogador do Chicago Bulls, sem concessões à instabilidade do colega.

Um aspecto amplamente reconhecido sobre Wiggins é a diferença de desempenho nos dois lados da quadra. Um problema que Butler também já notou rapidamente. “Andrew já tem tudo ofensivamente, só precisa agora ser tão agressivo marcando quanto quando ataca. Assim que aprender a utilizar melhor os atributos físicos e condição atlética que Deus lhe deu, será um defensor sensacional”, garantiu.

Primeira escolha do draft de 2015, Wiggins vem anotando médias de 19.6 pontos e 4.7 rebotes nesta temporada. O talento natural e os números sugerem um futuro astro, lembrando que trata-se de um ala de apenas 22 anos. Mas Butler continua sua tutoria porque sabe que há uma enorme diferença entre fazer as coisas sem esforço e parecer que não se faz esforço em quadra.

“Estamos sempre sorrindo e brincando em quadra, pois gostamos de jogar um com o outro. Mas, no fim das contas, eu tenho um trabalho: certificar-me de que todos tragam seu melhor a cada noite. Preciso ficar em cima de Andrew até que se canse de ouvir minha voz e faça. Hoje, só quero ver até onde ele pode elevar seu nível de jogo e levar esse time”, concluiu Butler, apostando no potencial do “protegido”.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • AlexS.F.

    É engraçado porque o jogador mais regular do Wolves esse ano é o Wiggins. Mas ele pode ser ainda melhor e é bom que o Butler tá ai junto com ele.

  • Marcos Paulo Almeida

    Muito legal isso de aconselhar, ser mentor do grande talento que é o Wiggins, Mas tem q falar menos e jogar mais. Tá devendo bastante.

  • André Alves

    Acredito que o próprio Butler ainda irá encontrar seu melhor jogo com o tempo, mas até agora vejo o Wiggins melhor que nas temporadas anteriores. Claro que ele tem muito talento e pode ser mais do que é hoje, e certamente é bacana ter um cara como o Butler ao lado e disposto a ajudar nesse processo.

  • danielzera

    Caraca, só 22 anos o Andrew “Para nóóoosssssaaa alegria.” Wiggins. Tem muito basket ainda para mostrar.

    • Nilton Junior

      É de se espantar mas o grego tbm tem apenas 22.

  • Butler tem que jogar mais, está devendo nessa temporada, e falar pra imprensa também não ajuda, tem que falar pro Wiggins mesmo…

  • Ricardo Stabolito Junior

    Butler tem sido o cara que está se sacrificando um pouco para tentar fazer a coisa funcionar. Está agindo como um líder e não tentando parecer um, como aconteceu no Bulls.

    Wiggins precisa de muita tutoria. A regularidade já melhorou. Precisa aprender que a quadra tem dois lados agora, como Butler disse.

    • Baiano #D-22/A-23/T-23:15 🐳👴☘

      Concordo!

  • Sanliv

    A diferença do time nos jogos sem o Butler foi visível. O time levou duas surras e a defesa foi uma peneira nesses jogos. Mal chegou, mas já parece ser um jogador muito importante pra esse time funcionar.

    Mesmo que isso não se traduza nos números do box score

  • Luiz

    Fiquei muito surpeso quando o site NBA.com colocou Wiggins no top 10 da MVP Ladder,realmente evoluiu muito e tem muito espaço para crescer ainda mais.

  • Don

    *Primeira escolha draft de 2014

    e quanto a um comentário q eu vi ontem sobre o Wiggins, não ele não lembra o Kobe

    Só ver o empenho dele em quadra muitas vezes, como o próprio Butler disse.

    • JOSE MARINHO

      E ele não lê,bar o Kobe nem no estilo, acho que não são semelhantes.

      • Don

        Pra vc ver cada comentário q aparece por aqui..

  • Joinha

    Vai ser apenas um bom jogador como discípulo de Butler, nada mais do que eu espero! É muita palha para pouco fogo sobre esse rapaizzzz!

  • RaposAdams #TanKINGS

    Butler realmente se juntou ao espirito dos Wolves. O cara q faz isso deveria ser mais valorizado =x

  • Thiago26-NBA

    E o Wiggins quer??

  • Danilo Celtics #Banner18

    é , e alguem tbm precisa falar pro big KAT q ele tem q se esforçar mais na defesa

  • Doug

    A ideia é boa, mas nem o Butler tem sido regular…aí fica difícil levar fé no que diz…

  • Nilton Junior

    Wiggins era contado pra ser mais um novo LeBron. Lembro que em 2014 todo mundo falava que ele era o melhor talento desde Lebron James mesmo tendo um Kevin Durant e um Irving no meio. O cara é bom, tem muito talento e potencial mas sua evolução parece ser á mais lenta de todos os jovens talentos da NBA. Aliás aquela classe prometia muito e tá entregando de regular pra bom. Fora de série como pintavam, só o Embiid mesmo. Jabari infelizmente não joga por lesão e o Wiggins é isso que falei a cima.

  • Marcos Gordinho

    Precisa falar o mesmo para sí próprio. Têm mantido o padrão defensivo, mas no ataque, simplesmente parece não querer se comprometer, para mim está claro que Butler não está onde gostaria.

  • vsr.snake

    Com Wiggins e Towns, o Wolves joga com dois a menos na defesa, eles têm que resolver isso aí. Butler é o melhor defensor do time, ofensivamente é notável que ele se pôs na condição de terceira opção do time, atrás de Wiggins e Towns. Até pq, o basquete joga com uma bola só. Se o Rubio tivesse na equipe, seria mais fácil colocar os três participando do ataque.