Jogadores do Bulls divididos quanto ao descanso prolongado

A folga de quatro dias entre o segundo e o terceiro jogo da final da conferência Leste dividiu opiniões entre os jogadores do Chicago Bulls. Enquanto alguns jogadores ressaltam que o período extra de descanso favorece a equipe em vários sentidos, outros não escondem a ansiedade por voltar logo para o combate contra o Miami Heat.

“Eu não gosto”, disse Kyle Korver. “Especialmente após uma derrota, você quer voltar a jogar. Quando perdemos, temos que ficar explicando os arremessos perdidos por três dias”.

Para o pivô Joakim Noah, no entanto, o descanso é um benefício. “‘Eu não vou mentir. Gosto de dias de folga. Perdemos o jogo, mas jogamos muito duro. Os dias de folga impedem que os efeitos da derrota passada influenciem o próximo jogo”.

O suplente Ronnie Brewer ficou em cima do muro: “é bom porque nos permite analisar os scouts e ver o que eles estão fazendo em quadra, mas estamos bem fisicamente e não precisamos de três dias de descanso”.

A terceira partida entre Bulls e Heat acontece amanhã, em Miami. Todos os outros jogos da série após domingo acontecerão com apenas um dia de intervalo.