Josh Smith: de estrela ao salário mínimo

Houve um tempo em que Josh Smith era uma verdadeira estrela. Não era apenas um bom jogador em time com grandes torcidas, mas líder de equipes vencedoras nos playoffs, verdadeira máquina na tabela de pontuação. Atualmente, ele tem sua carreira como atleta relevante na NBA por um fio.

Smith foi dispensado pelo Detroit Pistons, no começo da última temporada, apenas para não tê-lo mais no elenco. Ele acabou parando no Houston Rockets e ajudou a equipe a conseguir o segundo lugar no Oeste e também a bater o Los Angeles Clippers na semifinal da Conferência. Smith foi um dos grandes fatores da impressionante virada do time texano na série. Mas ao invés de manter o jogador, o Rockets focou sua agência livre para renovar com os outros jogadores, e, com isso, ele acabou assinando com o Clippers pelo salário mínimo.

Um fato que impressiona qualquer desavisado: Josh Smith ainda não completou 30 anos de idade. Normalmente, agora era para ele estar entrando no auge. Pelo contrário, se ele não está perto de ficar sem contratos na NBA, está bem próximo da possibilidade de se tornar irrelevante na liga. Desde que foi para Detroit na temporada 2012/13, Smith acabou virando uma piada, sendo considerado o resultado de um jogador que acredita demais em seu arremesso, ignorando as suas outras habilidades.

Houve um tempo que Smith era algo totalmente diferente, em que chegou a ser avaliado como um “LeBron dos pobres”, capaz de preencher todas as colunas das estatísticas. Ele chegou a ser o único jogador a alcançar a quantidade de pontos, rebotes, assistências e tocos aos 27 anos. Poucos jogadores nos últimos anos foram tão versáteis quando Smith. Em 2011, ele também era um dos melhores defensores da NBA, tornando a defesa do Atlanta Hawks 7,1 pontos melhor (em 100 posses de bola) quando ele estava em quadra.

Josh era um jogador que poderia receber a bola dos armadores, dar passes perfeitos para contra-ataques e ainda finalizar perto da cesta. Ele não era perfeito, mas fazia tanta coisa em quadra que chamava a atenção de todos.

Para esta temporada com o Clippers, Smith ainda pode oferecer ainda alguma coisa. Mas ele permanece como uma interrogação, já que nunca teve problemas fora de quadra, nem relatos de conflitos com treinadores. Pelo contrário, Stan Van Gundy chegou a pedir desculpas por dispensá-lo do Pistons. Em condições normais, em outros tempos, a contratação de Josh Smith pelo time de Los Angeles teria sido uma das mais impactantes de uma agência livre. Mas para esta temporada, é apenas uma notícia comum.

  • Luiz Tavares

    Q pena… Mas tomara q renasça e leve o Clippão pra final de conferencia contra o OKC pra ser uma serie epica kkkkk

  • Luiz Tavares

    E nunca foi pra um all star game…

  • Dubnation

    estrela? apesar de ser mto over , eu acho q pra ser estrela tem q ser all star

    • contera

      entao atuamente kyle korver é estrela, segundo teu criterio

      • Rodrigo Santos

        Korver foi chamado pela contusão do Wade. Para ser estrela na NBA não basta ter convocação na pelada anual.

    • DamonHeat

      Para ser estrela tem que ter carisma alto. Se destacar no meio da multidão, coisa que vários excelentes jogadores não tem esse carisma e nunca foram para o all star.

  • Vinicius Simões Bravo

    Só não é mais Overrated que Derrick Rose.

  • Uncle Drew

    Josh Smith era tão bom q chegou a fazer ou chegar perto, ñ me lembro bem, de um raro Quadruplo Duplo! Na época de Atlanta ele focava no jogo mais próximo a cesta e eu até concordava com a irritação dele de ñ ser convocado pra All-Star Game. Jogava demais naquela! Aí só foi sair do Hawks pra começar aquela imbecilidade de tentar arremessar de 3 ou de longa distância, sendo q o cara mal lance-livre acerta! Tem q ser mt jumento pra fazer uma coisa dessas…

    • George Raposo

      Eu também achava aquele time divertido de se ver, e além disso, era um bom time.

    • Eduardo Muniz

      Aquele time era melhor do que o atual. Porém, não tinha técnico.

  • Kleber

    Uma das quedas mais vertiginosas e inexplicáveis da liga. Claro que melhores momentos sempre engana, mas pra quem acha que ele é Overrated esse era Smith no Atlanta:

    https://www.youtube.com/watch?v=zIhjIfh0vp4

    Era muito bom jogador, muito mesmo.

    • TiagoCeltics

      Quando ele tava pra sair do Hawks torci muito para ir para Boston,até pq tinha aquela história da amizade com o Rondo.

    • Eduardo Muniz

      Realmente Kleber, ele era uma grande estrela na Liga.

    • Claudio R.

      porra, teve uma enterrada que ele deu, que foi um brutality….

  • Rafael Vieira

    Acho que seria um encaixe perfeito nos magics. Como titular jogando de ala pivo, ele defende bem. o que avacalhou ele foi ter ido jogar de ala em detroit. Esse ano ele começando ja a temporada pelos clippers vai render muito mais

  • Rafael Victor

    Nos tempos do Hawks, realmente, jogava muito, só não tinha o status de outros astros, de repente no Clippers pode se acertar e volta a ter alguma relevância!

    • Renan Domok

      Teague – Lou – Johnson – Smith – Horford. Realmente era um timão! Nunca deu em muita coisa. Com o time do ano passado, que eu considero muito menos qualificado que esse, foram primeiros no leste… vai sabá

      • ANDRÉ LÉO HAWKS

        discordo renan ! o time do ano passado é bem mais qualificado, nao sou muito fã do josh smith, passei muita raiva com esse cara na epoca de hawks, tinha jogos que ele pensava que era o reggie miller !

        mas enfim … só o fato de ter entrado millsap no lugar do smith ja deu um belo up na equipe !!! sem contar ainda com os reforcos de kyle korver e de demarre carroll …

        abraco

        • Renan Domok

          Bom, eu nunca acompanhei muito o Hawks, então, você que é torcedor pode falar com propriedade, mas aquele time com trocentas bolas de três e vários alley oops enchia os olhos. É claro que, numero por numero, o time da ultima temporada foi anos luz melhor, mas nunca fui muito com a cara nem do Korver muito menos do Carroll. Mas que eles provaram ser ótimos jogadores, isso sim. Calaram vários, e inclusive eu.

          • ANDRÉ LÉO HAWKS

            de fato, enchia os olhos mais nunca chegou ..

            carroll é daquele jogador que ninguem fala, tipo mineirinho come quieto kkkk, mas é de uma eficiencia absurda, vai fazer falta nesta temporada pro hawks !

            korver sempre gostei bastante, desde da epoca de utah quando jogou com deron williams, carlos boozer, AK47, okur …

        • Gustavo

          Mike Budenholzer foi o mais importante upgrade desse time

          • ANDRÉ LÉO HAWKS

            tbm foi muito importante mesmo …

  • Yusuke

    Absurdo uma matéria criticando o cara em um momento em que ele está com dificuldades para botar comida na mesa pra seus filhos.

    • elvis

      lamentável essa mídia sensacionalista

    • Claudio R.

      kkkk… pqp, essa foi top

    • Renan Domok

      kkkkkkkkkkkkkkkk toma meu like!

  • Nicolas Dias

    Smith não era excelente em nada, mas fazia de tudo um pouco, capaz de fazer um “feijão com arroz” em todos os cantos da quadra e assim ser extremamente útil, mas sabe-se lá o que aconteceu com ele em Detroit, é raro um atleta que não sofre de lesões nem problemas fora da quadra entrar em declínio tão jovem.

  • Michel Moral

    Para um jogador que não completou 30 é cedo para aceitar um contrato desses. Não é possível que outras franquias não tiveram interesse nos seus serviços.

    Acredito mesmo que Rivers vai usá-lo de SF, como era em Detroit. Com Pierce já não muito astuto e com o Clippers sem ter um outro SF de qualidade, acho que J-Smooth será utilizado na três.

    Rivers deu declarações no sentido de que não sabe se Pierce será o titular do time. Quem seria então? Jogar com 3 armadores não dá né.

    E acho que com Griffin, a parceria com Smith pode dar certo. São dois jogadores que podem revesar dentro e fora do garrafão.

    • George Raposo

      Ele falou em utilizar o Wesley Johnson como SF.

  • Maurilei Teodoro

    Não gosto nada do jogo do Smith destes últimos anos. Quem sabe ele jogue bem no Clippers.

  • Shandyego

    Sempre fui fã do jogo do Smith, sempre achava difícil quando o Boston enfrentava aquele time do Atlanta. Sempre escolhia ele no 2k quando tinha aquele de comandar apenas um jogador, não lembro o nome, estilo o mycarrer mas com um jogador já da nba rsrs..

    Mas o jogo dele mudou, a partir do momento que ele quis arremessar, o jogo dele sempre foi próximo ao garrafão, usando a força física, não sei o porque dele mudar, talvez por jogar como SF em Detroit, mas ele mudou completamente.

  • Guilherme Rodrigues

    Cara, era bacana ver aquele time do Hawks com:
    Bibby/Johnson/Smith/Horford

    Tiha ainda Josh Childress que mandava mór bem. Fai tempo hein?! HAHAHA

  • Harrison Rocha Teófilo

    Achei bacana quando ele saiu do Pistons. Rockets ganhou, Pistons ganhou…

  • GP

    Pode nao ter tido relato de problemas fora de quadra para a grande imprensa, mas quem acompanha o Detroit sabe que ele estava queimado com todos os jogadores pelo estrelismo no vestiario. Foi so ele sair que o Pistons ganhou 8 jogos seguidos.

  • THE BULLS23

    Problema que ele passou jogar igual JR Smith. Bola pra cima toda hora.

    Se voltar jogar perto da cesta, bons arremessos, contribuindo com rotação, pode voltar ganhar seus 15 milhões para sustentar bem seus filhos.