Julius Randle admite rendimento decepcionante na temporada: “Não me sinto bem”

Ninguém está surpreso com o péssimo início de temporada do New York Knicks, que está na “lanterna” do Leste depois de perder seis das primeiras sete partidas disputadas. O rendimento discreto de Julius Randle, porém, torna os resultados ainda mais desapontadores. O jovem ala-pivô e principal reforço da franquia na offseason reconhece estar frustrado com o começo no time nova-iorquino.

“Eu não estou sentindo-me bem. Não tenho jogado bem e tenho consciência disso. Acho que melhorei um pouco nos últimos jogos, venho tentando confiar mais nos meus companheiros e não forçar as jogadas, mas ainda tenho um longo caminho pela frente até voltar a ser eu mesmo. Sei o que sou capaz de produzir e estou muito longe do meu melhor”, desabafou o jogador de 24 anos.

Randle iniciou a temporada anotando 8.0 pontos a menos, em média, do que na temporada passada. E, embora suas assistências por partida tenham aumentado sensivelmente (4.6), o número de erros de ataque cresceu na mesma proporção. Por isso, o técnico David Fizdale vem aconselhando que o novo comandado seja mais calmo e cerebral do que frenético e impulsivo.

“Eu estou tentando não pressionar Julius, fazer com que ‘desacelere’ e enxergue os lances fáceis que aparecem em quadra. Pois, quando consegue parar e observar o jogo, ele é realmente muito bom”, elogiou o treinador nova-iorquino.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.