Julius Randle defende efetivação de Mike Miller como treinador do Knicks

WASHINGTON, DC - DECEMBER 28: Head coach Mike Miller of the New York Knicks celebrates with Julius Randle #30 after a play against the Washington Wizards during the second half at Capital One Arena on December 28, 2019 in Washington, DC. NOTE TO USER: User expressly acknowledges and agrees that, by downloading and or using this photograph, User is consenting to the terms and conditions of the Getty Images License Agreement. (Photo by Will Newton/Getty Images)

A temporada do New York Knicks tem sido um grande fracasso, mas o “prejuízo” parece ter ficado bem menor desde que Mike Miller assumiu o comando interino da equipe. Como substituto de David Fizdale, ele conquistou 13 vitórias em 33 jogos e tirou a franquia da última posição do Leste. Para Julius Randle, os resultados já justificam que o ex-atleta seja efetivado no cargo.

“Eu não tomo esse tipo de decisão, mas, do meu ponto de vista, a experiência de trabalhar com Mike tem sido fantástica. Admiro a maneira como interage, conduz treinos e porta-se nos jogos. Gosto de sua abordagem geral. Acredito que o time vem respondendo bem porque ele faz um ótimo trabalho”, exaltou o jovem ala-pivô, em entrevista à rede Sports New York.

Randle tem motivos de sobra para estar animado com a gestão de Miller: depois de um início de temporada decepcionante, ele reencontrou o seu melhor basquete e virou destaque da equipe sob o comando do novo técnico. Durante a interinidade do ex-ala, o titular do Knicks passou a acumular médias de 21.1 pontos, 10.5 rebotes e 3.0 assistências por partida.

“Mike só fez alguns ajustes táticos e foi atrás de entender o que cada um de nós fazia de melhor em quadra. A maior diferença é que ele não fica muito empolgado ou desanimado com resultados. Depois de cada jogo, ele senta e conversa conosco para deixar que nós processemos o que aconteceu. Está preocupado em realmente estabelecer um laço entre todos”, explicou Randle.

De qualquer forma, a efetivação de Miller ainda parece uma perspectiva distante no Knicks, que – como de costume – prefere trabalhar com grandes nomes disponíveis no mercado. Tom Thibodeau e os irmãos Van Gundy, Jeff e Stan, foram alguns dos especulados na última semana como possíveis alvo de interesse da franquia ao fim da temporada.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.