Kemba Walker: “Quero transformar o Hornets em uma franquia vencedora”

Kemba Walker será agente livre ao fim da próxima temporada e muitas franquias estão monitorando a situação do astro do Charlotte Hornets. Uma delas deve ser o New York Knicks: além de ter nascido e crescido em Nova Iorque, ele virou um destaque no basquete universitário atuando na vizinha Connecticut. O armador já se acostumou, então: voltar à cidade natal é ser bombardeado de perguntas.

“Já respondo questões sobre o Knicks há anos. Perguntam quando vou voltar para casa e jogar em Nova Iorque sempre que piso aqui. Esse é o time pelo qual torcia quando criança e o Madison Square Garden é especial para mim. Mas não consigo ver-me com a camisa do Knicks, até porque eu só defendi uma equipe na NBA”, contou o all star, em entrevista durante evento da Associação dos Jogadores.

Pensar-se atuando por outra equipe, porém, tornou-se quase uma obrigação para Walker nos últimos meses. O atleta de 28 anos esteve envolvido em rumores de troca pela primeira vez em muito tempo e viveu o medo de poder ser negociado no início deste ano. Foi uma situação nova e que entristeceu-o inicialmente, mas, agora, vê como um processo de fortalecimento pessoal.

“O primeiro impacto é incômodo. Quem gostaria de algo assim? Quem quer ouvir rumores com seu nome? Ao mesmo tempo, eu já tenho sete temporadas na liga e não é a primeira vez que isso acontece. O que posso fazer? Você precisa superar. Simplesmente tentei ignorar tudo, não pensar muito nisso e só me preocupar em jogar o meu basquete”, resumiu o experiente armador.

Walker prefere ignorar especulações porque, no final das contas, seu foco completo está com o Hornets. Ele tornou-se o maior pontuador da história da franquia na temporada passada e, hoje, pode ser considerado candidato a maior ídolo do time em todos os tempos. O astro sabe que todos já esperam sua saída da Carolina do Norte, mas o próprio jogador ainda se vê em dívida com a equipe.

“Eu estou em Charlotte no momento. E estou empolgado para ficar lá pelo máximo tempo possível. Quero realizar algo muito especial com o Hornets. Já faço parte do elenco há oito anos e realmente não conseguimos ser consistentes em termos de vitórias. Gostaria de estabelecer essa cultura lá: quero mudar isso e transformar o Hornets em uma franquia vencedora”, encerrou Walker, admitindo ter “negócios inacabados” na atual equipe.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Rafa Portland VIVE

    Tens meu respeito.

  • Marcinho Mueller
  • Allan Lopes Soledade

    Eu acho Kemba um jogador bem talentoso, mas inconstante.Tomara que eleve seu jogo e ajude os Hornets .

  • Rafael Victor

    “Puro sangue, puxando carroça”
    https://www.youtube.com/watch?v=6FrQncXFQa0

  • Vitor Martins

    Ueh, ele não seria trocado? Fomos surpreendidos novamente! rs

  • LeBeautiful

    Máximo respeito Kemba!! Jogadores top de linha dispostos a serem leais com as franquias que os draftaram é sempre bonito de ver, caras assim vão cada vez + entrar em extinção na NBA. Em Charlotte ele será tratado como rei. Enquanto que
    Pra alguns espertos do Jumper e da geração 2k, Kemba será apenas um “coitado” que não vai ganhar nada.

    • Adriano Goveia

      Exatamente! Dá pra entender quem muda, principalmente por casos como Derozan por exemplo… mas um cara da qualidade dele q se mantem num time como o Hornets tem minha admiração. Tomara q consiga umas temporadas boas.

    • dirct

      A “lealdade” dele é porque ganha salário máximo, e a “lealdade” do Hornets é enquanto ele é um allstar que corresponde em quadra, se decair na carreira e se tornar um jogador comum será trocado igual um role player, e deixa o Hornets no próximo contrato dizer que ele não vai ter o maior salário do time pra ver? Irá correndo dar entrevistas dizendo que foi desrespeitado e quer respirar novos ares.

      Ganhando salário máximo e sendo o “dono do time” todo mundo sente que aquela franquia é sua casa e gostaria de permanecer ali por “muito tempo”.

      • Yan

        ele não ganha salário máximo

        • TRUETHIAGO

          Mais ou menos… Ele realmente poderia ter esperado se tornar RFA na offseason de 2015 (com o Hornets podendo cobrir qualquer proposta), nenhum jogador é obrigado a aceitar a extensão prévia, mas topou os 48M/4y oferecidos um ano antes (2014).

          Lembrando que o Cap nessa época não chegava nem a 60M, e um jogador saindo do contrato de rookie só pode receber no máximo 25% desse valor por ano; com exceção daqueles que se enquadrarem na “Derrick Rose Rule” (ter sido MVP, DPOY ou 2x All-NBA Teams), daí aumenta um pouco, até 30%.

          • dirct

            O pessoal é muito ingênuo, eles realmente acreditam que existe jogador nível allstar ganhando 12m em “condições normais”, como vc disse para a época o salário dele era praticamente o máximo que ele poderia ganhar e no próximo contrato vai vir pra mais de 30m com certeza, e se o Hornets não der esse amor acaba rapidinho porque vai ter quem dê.

            Allstar que fez contrato com o CAP atual ganhando abaixo de 25m só se for em casos excepcionais como o Cousins que vem de uma lesão gravíssima e ninguém quer arriscar.

        • dirct

          Ele ganha o máximo a que era elegível na época da sua renovação, estava vindo de um contrato de calouro e o CAP na época era MUITO menor do que é hoje, por isso ele ficou defasado perante quem fez contrato após o CAP dobrar praticamente.

          Espera o próximo contrato dele que vc vai ver para quanto vai, e se o Hornets não der esse contrato pra ele pode ter certeza que ele arruma outra franquia rapidinho.

      • Paulo Henrique

        O Mozgov ganha mais q o Kemba, entre outros aí

        • TRUETHIAGO

          Mas essa não é a conta correta, né?! Se não a gente vai cair naquela mesma aberração de que o Curry, com dois MVPs nas costas, não estava nem entre 50 maiores salários até a temporada retrasada.

          O cap quando o Kemba assinou a extensão dele era 58M; o Mozgov ganhou essa bolada no auge da gastança dos 94M de 2016. Enfim, não dá para comparar contratos assinados durante esse “boom” dos últimos 2/3 anos.

        • dirct

          Leia a explicação do TRUETHIAGO logo abaixo, na época que ele assinou ele pegou o máximo que era elegível, ele estava vindo de um contrato de calouro e também como o CAP subiu absurdamente após a renovação dele ele ficou defasado perante os outros, espera o próximo contrato e vc vai ver para quanto vai o salário dele e se o Hornets não der esse amor acaba rapidinho.

      • Tárcio

        5 jogadores do time dele recebem mais que ele, inclusive o Biyombo e o C Zeller.
        Seu salário é de 12 mi apenas pra essa temporada.

        • dirct

          Leia a explicação do TRUETHIAGO logo abaixo, na época que ele assinou ele pegou o máximo que era elegível, ele estava vindo de um contrato de calouro e também como o CAP subiu absurdamente após a renovação dele ele ficou defasado perante os outros, espera o próximo contrato e vc vai ver para quanto vai o salário dele e se o Hornets não der esse amor acaba rapidinho.

          NENHUM allstar que faz contrato pelo CAP atual aceitaria 12m, a não ser em casos específicos como o Cousins que vem de lesão gravíssima.

    • Nicolas Dias

      É bonito e triste quando a franquia não consegue ser minimamente competitiva. Kemba é muito bom jogador, mas seu talento é ofuscado pelas más campanhas do Hornets.

      • Vinícius Maia

        Se não me falha a memória, Gilbert arenas falou sobre isso na época que Durant foi para o GSW. Arenas falou que a mídia e os fãs criticam os jogadores que trocam de equipe porque não fazem ideia do quanto é ruim estar numa equipe que não se preocupa em criar uma cultura vencedora e que os donos só pensam numa forma de lucrar. Não acredito que a mentalidade do Jordan seja exatamente assim a julgar pela sua postura como jogador, mas é fato que a gestão do hornets e a montagem do elenco vem sendo questionavel a alguns anos.

    • Tárcio

      Esse raciocínio dura até o dia em que a franquia o trocar por uma escolha de Draft qualquer.
      O que eu acho que vai acontecer em fevereiro.

  • Lucas Callado França

    Vai precisar convencer o dono à jogar, então….

  • Rodrigo SMC

    PG: K. Walker / T. Parker / D. Graham
    SG: N. Batum /J. Lamb / M. Monk / D. Bacon
    SF: M. K-Gilchrist / M. Bridges
    PF: M. Williams / Frank Kaminsky
    C: B. Biyombo/ W. Hernangomez / C. Zeller

    • Dudu Ferrero

      Não briga nem pelos playoffs

    • Danilo Correia

      Walker mais o resto.. Fora o kemba, o charlotte tem bons bancários pra NBA

  • Nicolas Dias

    Ele quer transformar o Hornets em uma franquia vencedora mas a diretoria quer fazer o contrário, eles precisam entrar em um acordo.

  • Ricardo Faria

    Gigante!!!! ❤❤❤❤

  • Danilo Correia

    Melhores armadores 2018-2019:

    1° Stephen Curry
    2° CP3
    3° Russel Westbook
    4° Kemba Walker
    5° Kyrie Irving / Wall (tanto faz)

    Opinião pessoal aberta a debates

    • Marcio

      Eu só colocaria o West na 2° e o 5° lugar e tanto faz mesmo.

      • Danilo Correia

        O westbook poderia estar em primeiro fácil pelos números, mas acho ele meio peladeiro, curry e cp3 trata muito bem a laranja.

    • Tárcio

      Irving, Wall e Lillard estão seguramente a frente do Kemba.
      Ele no máximo seria o sétimo então, e mesmo assim não vejo tanta folga dele pra caras como Conley, Lowry e Dragic.

      Tem que ver onde se classifica o B Simmons, afinal, ele de fato virou armador né?

      • Caique Correia

        Muito valido mano, do quarto até o décimo tá tipo conferência oeste, coloco o kemba mais por gosto do que stats.

        Uma ideia a se pensar é que o time do Charlotte é bem inferior a de outros que tem armadores top’s da liga. Queria ver o Walker em SA, seria interessante

  • Thomazbrasil

    Atualmente é isso, temos dois tipos de jogadores:

    1. Os jogadores de raça, que lutam pela sua equipe, independentemente de chances de ganhar um título;

    2. Os jogadores NUTELA que se vendem a preço de banana só para ganharem um título num time já campeão, pois foram incompetentes em realizar isso na equipe anterior.

    Essa é a minha visão, fiquem à vontade para escreverem seus comentários.

  • Tárcio

    Duncan, M Jordan, Olajuwon … ?
    Não são muitos, os exemplos de jogadores que transformaram franquias medianas em franquias vencedoras.

    Com todo respeito ao menino Kemba, ele nunca terá esse poder.

  • Hoje tanto os jogadores, quanto as franquias mudaram muito o seu pensamento. Não existe mais lealdade de jogador a franquia e vice versa, são raros os casos de um jogador que está a tanto tempo em uma franquia, o ultimo caso foi a troca do De Rozan, que quando pintou um jogador mais qualificado a troca foi feita… acredito que proposta melhor surgindo ele vaza.