Kemba Walker se emociona ao comentar possível saída do Hornets

A notícia de que o astro Kemba Walker estaria sendo disponibilizado para trocas pegou muita gente de surpresa nos últimos dias. E, aparentemente, o próprio atleta do Charlotte Hornets foi um dos surpreendidos. O armador admitiu que os boatos relacionados a sua possível saída da única franquia que defendeu na carreira caíram como uma “bomba” em sua vida.

“Essa é a primeira vez em que estou em uma situação como essa. Já são sete anos aqui, né? Não vou perguntar se é verdade ou não à direção, pois esse não é o meu papel. Sou profissional e trabalho duro todos os dias. Tudo o que posso fazer agora é ajudar a minha equipe a vencer as partidas, como sempre fiz”, afirmou o jogador de 27 anos, em entrevista coletiva ante do treino desta sexta-feira.

Para seguir em Charlotte, Walker tem um forte apoio no técnico Steve Clifford. Os dois trabalham juntos no time desde 2013 e o treinador já se posicionou contra a negociação de sua principal referência, sem ver sentido algum na saída repentina do “melhor jogador e rosto da franquia”. O astro credita boa parte de seu sucesso recente no Hornets ao comandante.

“Steve é um dos meus caras e nossa relação tornou-se maior do que só basquete. Nós nos demos muito bem desde o primeiro dia. Eu adoro sua forma de trabalhar, seu entusiasmo e paixão pelo jogo. Isso me contagia. Ele transformou-me em um jogador e pessoa totalmente diferentes”, contou o armador, que também defendeu Clifford em tempos de contestação ao trabalho.

Walker tentou conduzir a entrevista com o máximo de profissionalismo, mas, em diversos momentos, não conseguiu esconder que seria difícil encarar uma troca para longe de Charlotte. “Eu ficaria bastante triste se fosse negociado. É duro, porque posso garantir que coloquei meu coração e alma nessa equipe e cidade a cada minuto em que entrei em quadra”, desabafou.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Maicon Fonseca Alves

    Melhor coisa que pode acontecer com o Kemba, sair do Hornets.
    Vai demorar um tempo para que sejam uma franquia relevante e, ele com seus 27 anos e muito talento, merece mais destaque e elencos competitivos ao seu redor. Eu veria a troca como um presente, para alcançar um outro nível na carreira.

  • Celtics pride

    Cairia bem no spurs

  • Um armador excelente e subestimado. Sr for trocado, tem tudo para ser finalmente reconhecido.

  • Igor Barduco

    Queria ele no Spurs, mas eu duvido exatamente por isso. Eu nunca vi o Spurs trocando ninguém nos últimos anos. Acredito que o Popovich tem uma politica de lealdade com seus jogadores. Não acho que o Spurs ofereceria qualquer coisa por ele.