Em decisão surpreendente, Kenny Atkinson não é mais técnico do Nets

O Brooklyn Nets surpreendeu os bastidores da NBA com uma decisão inesperada, nesse sábado. De acordo com Shams Charania, do site The Athletic, a franquia e o treinador Kenny Atkinson chegaram a um acerto mútuo para que deixe o comando técnico do time imediatamente. O assistente Jacque Vaughn será seu substituto à frente do elenco até o término da atual temporada.

“Após discussões com Kenny sobre o progresso dessa campanha, nós concordamos que uma mudança no comando seria o melhor para a equipe. Kenny foi importante no desenvolvimento de nossos jogadores, criando a identidade e cultura pelas quais somos reconhecidos. Seremos eternamente gratos por seu esforço em prol do time e comunidade”, declarou o gerente-geral Sean Marks, por meio de nota oficial.

O jornalista Vincent Goodwill, do The Athletic, apurou que a saída de Atkinson está intimamente vinculada à crescente influência de Kevin Durant e Kyrie Irving. O técnico teria tido postura ativa em pedir para deixar o cargo porque já não estava empolgado com a chance de trabalhar ao lado dos astros. Ele sentiu, na verdade, que sua voz “enfraqueceu-se” nos bastidores desde a chegada de ambos.

Marks atendeu a imprensa na noite desse sábado e negou de forma veemente que os atletas tiveram participação na “queda” do treinador. “Eu não posso comentar o que levou a essa decisão, mas todos os 17 jogadores sob contrato tiveram mesma influência na decisão. Sinceramente, não há mais o que ser dito sobre esse tema”, sentenciou o executivo, taxativamente.

A abertura do cargo em Brooklyn deve gerar especulações no mercado de técnicos na próxima offseason. O Nets, que projeta ser um candidato ao título com a volta de Durant, tende a ser um dos cargos mais visados entre os profissionais da liga. Por outro lado, o trabalho de Atkinson na equipe nova-iorquina certamente fará com que seja um nome popular entre equipes em reconstrução.

O treinador de 52 anos assumiu o comando do Nets em 2016 e, desde então, havia conquistado 118 vitórias em 308 jogos disputados. O recorde, no entanto, não faz jus ao seu trabalho: ele pegou um time que não tinha pretensões competitivas em curto prazo e levou-o a uma improvável classificação aos playoffs no ano passado. Hoje, Brooklyn ocupa o sétimo lugar do Leste, com 28 triunfos e 34 reveses.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.