Kenyon Martin defende Carmelo Anthony e “detona” George Karl

Entre 2004 e 2011, Kenyon Martin e Carmelo Anthony foram companheiros de time no Denver Nuggets. Os dois já não jogam mais na mesma equipe, mas a amizade entre eles permanece. Por isso, o hoje ala-pivô do Los Angeles Clippers vê as constantes críticas que estão sendo feitas ao ala do New York Knicks como uma grande injustiça.

Martin não acredita que Carmelo vá atrapalhar a boa fase do armador Jeremy Lin, novo “xodó” da liga. “Melo quer vencer. Ele é tão competitivo quanto se espera. Um jogador inteligente e o melhor da equipe [Knicks], sem discussão. Ele não é egoísta e fará tudo que puder por vitórias”, cravou.

O ala-pivô ainda aproveitou a oportunidade para fazer duras críticas à George Karl, que comandou ambos em Denver. Depois da saída de Carmelo, o treinador teria dito que seu trabalho ficou mais fácil.

“Olha, em primeiro lugar, George precisa calar a boca. Se ele fosse tão bom treinador, Melo não teria querido pular fora. Melo nunca levou para o vestiário todo o drama que estava rolando e estão o tratando como se fosse um ‘câncer’ no elenco. Ele nem joga mais no Nuggets, então Karl não deveria estar falando essas coisas”, disparou.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.