Kevin Durant: “Kobe foi o atleta mais difícil de marcar que já enfrentei”

Kobe Bryant é o ídolo de uma geração de torcedores da NBA. E ter tido a chance de enfrentá-lo continua a ser visto como uma experiência especial para a maioria dos jogadores da liga. Atual campeão e MVP das finais, o astro Kevin Durant admite que nunca teve tantas dificuldades para defender alguém na carreira quanto nos confrontos contra a lenda do Los Angeles Lakers.

“Kobe é o atleta mais difícil de marcar que já enfrentei simplesmente por converter arremessos muito complicados. E por seu trabalho de pés também. Não dava para ser agressivo na defesa sem ter problemas de falta. É bem fácil desanimar quando você faz uma ótima defesa e, ainda assim, a cesta acontece. Isso foi algo duro de absorver quando mais jovem”, afirmou o ala do Golden State Warriors, em uma sessão de perguntas com fãs pelo youtube.

Mas não foi só Kobe quem conseguiu “frustrar” Durant ao longo da carreira. Ainda atuando pelo Oklahoma City Thunder, por exemplo, ele perdeu o que seria seu primeiro título da liga para o Miami Heat de Dwyane Wade, Chris Bosh e LeBron James. Mas um defensor específico que desafiou-o a melhorar para superá-lo foi exatamente aquele que Kobe aponta como seu maior marcador.

Tony Allen é o melhor defensor que já enfrentei. Ele é forte, rápido lateralmente e usa suas mãos muito bem. Consegue sair de bloqueios fora da bola e contesta o meu arremesso inteiro. É um cara que faz você merecer cada cesta que converte, sabe? Tivemos algumas grandes batalhas, mas acho que, com o tempo, eu fui descobrindo como enfrentá-lo”, contou o astro de 29 anos.

Veterano de dez temporadas na NBA, Durant acumula médias de 27.1 pontos, 7.1 rebotes e 3.8 assistências em 719 partidas disputadas como profissional.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • carlos alberto

    lebronzetes vao ficar magoadas

    • Alex Vilela

      Mas bandeja não deve ser tão dificil de marcar assim kkkkk

  • Leo

    Acho que as respondas do jogador mais difícil de marcar e do defensor mais enjoado, grande parte dos jogadores vão dizer Kobe e Tony Allen respectivamente

  • Vitão da massa

    Eu acho que um jogador como Kobe deve ser o mais difícil de marcar porque é um jogador que precisa de ritmo, então ele vai continuar indo pra cima e, mesmo o adversário defendendo bem, parece que isso não afeta o estilo de jogo dele. Se não caíram 3 bolas, o Kobe ia e arremessava a quarta.
    O defensor não podia descuidar um minuto, tinha que estar sempre atento. Uma vez que as bolas começam a cair, é complicadíssimo se manter no jogo, porque um jogador como Kobe era capaz de marcar 50 pontos todos os jogos. Por vezes, ia amassar o aro, errar 30 arremessos, mas mesmo nesses jogos, o defensor fica na tensão de sempre ter que marcar mais um arremesso.

    Foi um jogador que marcava muitos pontos por volume de chutes, diferente de LeBron e o próprio Durant, que são mais constantes na produção ofensiva, mas com picos “menores” de produção em relação a um Kobe (ou mesmo MJ, o maior de todos). Nem melhor, nem pior. Apenas diferente.

    • Alex_CFraga

      Boa análise….

  • Gustavo – DefendTheLand

    Kobe foi um dos melhores scorers que a liga ja viu, monstro dms, pontuava de tudo que é lugar e quando tava on fire ninguem segurava. Lenda.

  • Will #Lavarbola

    Kobe era imparável.

  • Jeck Dias

    Kobe foi o Jordan da sua geração.

  • Hilton Silva

    Eu acho que hoje deve ser MUITO difícil marcar Antetokounmpo.

    • Lucas SEP

      Imagina se o Antetokounmpo tivesse um arremesso de três consistente ? Tipo Durant ou PG…
      Seria imparável!

  • ldalles12

    Kobe sempre foi o cara dos pontos difíceis, bem marcado ou não, não fazia grande diferença. Lembro que o Doc Rivers nas finais da NBA sempre incentivava os Celtics para não desanimarem com a produção ofensiva do Kobe, pq a missão não era anular e sim atrapalhar ao máximo.
    .

    • Marcelo Desoxi

      O irônico é que naquele jogo 7 das finais em Los Angeles, Kobe fez nada.
      Acabou que Celtics perdeu do mesmo jeito, com show do mito Paz Mundial.
      Faltou Paul Pierce naqueles dois últimos jogos.

      • Danilo

        Artest e Fisher meteram as bolas mais decisivas daquele jogo, jogo muito pegado de muita marcação, geralmente jogos 7 são assim(até GSW vs Cavs em 2016 foi assim mesmo com os dois times tendo ataques absurdos), por isso eu gosto muito de jogo 7

        • Marcelo Desoxi

          A diferença é que a série de 2010 era mais canibal, a rivalidade também não era “artificial” como é a de Golden State e Cavs, e o jogo era muito mais tenso, trash talk, faltas duras, defesa agressiva.
          Artest naquele jogo encorporou.

          • Danilo

            Eu prefiro assim(mas gosto também quando os ataques prevalecem), na série GSW vs Cavs o jogo 7 foi atípico, todos os outros 6 jogos o time vencedor beirou ou passou dos 110 pontos, mas o jogo 7 compensou

          • Marcelo Desoxi

            Eu também prefiro mais as séries como as de 2010.
            Esse ano tenho até medo da pelada que será esses playoffs

      • ldalles12

        Aquele jogo foi bem truncado… mas ainda assim ele foi top score da partida.

        • Marcelo Desoxi

          kk, mas ele ficou 6-24 fgs

          • ldalles12

            As pessoas analisam muito fg, mas basquete não é só isso. Números as vzs enganam e enganam muito. Para quem viu o jogo sabe que ele esteve muito longe de fazer esta partida ruim. Fora que ele é o cara que assumia aquele time, viu quantos lances livres bateu? Ele era a alma e foi a alma do time naquele dia. Não foi a toa que foi o MVP não.

          • Marcelo Desoxi

            Ai você tá brincando. Ele meteu sim uns lances livres importantes no final, mas daí a dizer que jogou bem ? Me ajuda né amigo.
            Ele foi MVP porque destruiu nos outros jogos.

          • ldalles12

            Não disse que ele jogou bem, só disse que ele não fez uma partida ruim. Sabe ler não? Fora que ninguém jogou bem aquele jogo. E lembro, Kobe sempre foi um defensor de elite e esteve em vários defense team e neste jogo ele fez uma partida boa neste quesito.

  • João Simplicio

    O Leandrinho tb falou q o Kobe foi o mais difícil de marcar! Jogo imprevisível, muito recurso!

  • PAPAI LEBRÃO

    Pq então esse tal de Kobe Bryant precisa chutar 100 bolas pra cair 5? Me expliquem… A média de acerto dele é ridícula!

    • Luiz lakers

      Deixa de conversar merda arrombado kobe>abismo>lebronha

      • PAPAI LEBRÃO

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK SONHAAAAAAA, SEU MACHO NÃO NEM TOP 10 ALL TIME, VIUVA DO SHAAQQQQQ

        • Lucas SEP

          Como vc consegue ser tão babaca assim? Da Até vergonha alheia de ver seus comentários. Provavelmente é um sub 15 que começou a acompanhar a NBA à duas temporadas.

    • ldalles12

      Pelo mesmo motivo que vc não entende nada de basquete… talvez de média vc entenda

      • PAPAI LEBRÃO

        VIUVAAA DO SHAQQQ

    • Alex_CFraga

      Ta sabendo legal eim fera?

      • PAPAI LEBRÃO

        CHORAAAAA!

      • PAPAI LEBRÃO

        VIUVA DO SHAQQQQQ

    • Will #Lavarbola

      Chora não lebronzete

      Kobe >>>>>>>>> lebronha

      • PAPAI LEBRÃO

        Como é não ser top 10 all time por todas as revistas especializadas? KKKKKKK

        • Will #Lavarbola

          Como é ter 3 anéis e 5 vices ? Kkkkk kkkkk
          Lebronzete pira

          • PAPAI LEBRÃO

            Como é ser o Jordan do PARAGUAI? Como é ser a viúva do Shaq? Como é ser o Robin invés de ser o Batman? Como é ser coadjuvante do Ron Artest? Como é não ser nem top 10 all time nas listas de veículos especializados? Kobezete piraaaaaaaaaaaaaaaaa KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

          • Will #Lavarbola

            Como tu fala merda pqp kkkk
            Jordan do Paraguai é teu comedor kkk
            Devo chamo lo de coadjuvante do Irving entao ?
            Quando teu marido fizer 81 pontos num jogo e tiver 5 anéis tu vem conversar filhão,eterno vice kkkk
            CHORA LEBRONZETE !!!

    • Matheus Bernardo

      Falou pouco mas falou merda.
      Eu tb sou fã do Lebron assim como sou fã do Kobe, desmerecer o Kobe desse jeito é uma blasfêmia.

  • Vinícius Maia

    Não vi muitas partidas de Tony Allen, então não tenho muito fundamento para falar sobre ele, mas sempre vejo a galera que comenta aqui e até jogadores falando sobre sua defesa “implacável”. Diante disso, eu me pergunto porque ele nunca ganhou um prêmio de melhor defensor da temporada. Não estou sendo sarcástico, é uma situação que realmente levanta esse tipo de questionamento. Veja que Kevin Durant já enfrentou Cauã Leonardo, um cara que também é conhecido por ser um defensor diferenciado e que já venceu o prêmio de melhor defensor da temporada, mas ainda assim, Kevin Durant colocou Tony Allen a frente do Leonardo. Por isso eu me questiono se Tony Allen, em algum momento da carreira, não mereceu esse prêmio.

    • Marcelo Desoxi

      Não tenho certeza, mas acredito que seja porque Tony Allen dificilmente terminou uma temporada jogando todos os jogos, geralmente ele se lesiona e se conseguir completar 65 jogos já é motivo de comemoração.
      A NBA também adora premiar low-profiles bonzinhos e All Stars midiáticos, e o Allen não se encaixa em nenhum dos tipos.

      • Vitor Martins

        Não era só isso. A posição e o impacto que os especialistas davam aos jogadores defensivos contava muito. Era praticamente impossível de ganhar o premio não sendo pivô.

    • Vitor Martins

      A NBA era dominada por pivôs. Tony Allen entrou na liga em 2004, desde então apenas um jogador que não era de garrafão (Leonard) ganhou o prêmio, e mesmo assim só nos últimos 3 anos! Foram dez anos dos pivôs ganhando. Todo time tinha um pivô, uma âncora defensiva, e segundo os especialistas esse tipo de jogador tinha mais impacto na parte defensiva do que alas e armadores. É o famoso protetor de aro. Acontece que NBA tá passando por uma revolução, jogadores de garrafão, os pivôs, precisam sair cada vez mais, chutar de fora, ter domínio dos fundamentos, assim o último jogador de garrafão que ganhou o prêmio não era exatamente um protetor de aro (Green) e deu possibilidades do Leonard, um ala, se destacar. Tony Allen talvez realmente tenha sido um defensor melhor que o Leonard (eu sinceramente não sei), mas se jogasse dez anos atrás o ala do Spurs provavelmente não ganharia pelo estilo de jogo da época. Um Camby, um Howard, eram muito mais considerados na premiação por teoricamente terem mais impacto no ataque adversário como um todo, hoje vários times jogam com small ball, ou com pivôs ágeis e versáteis, assim jogadores de perímetro passaram a serem concorrentes mais fortes ao prêmio.

      • Vinícius Maia

        Obrigado pela excelente explicação rs

  • Rafael Victor

    Muita habilidade, muita técnica!

  • Diego Pereira Dos Santos

    Ele era monstro porque mesmo com uma defesa aplicada em cima dele ele não desistia… então o marcador pensa: caramba esse cara não desiste, e uma vez começou a cair não parava mais. Essa era uma das suas principais características… fora as cestas que a nossa ótica eram impossíveis de cair e caia.