Kevin Durant passa por cirurgia para reparar ruptura no tendão de Aquiles

Kevin Durant realmente sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles direito durante a quinta partida das finais da liga. O astro do Golden State Warriors confirmou a notícia por meio de postagem em suas redes sociais e passou por cirurgia na tarde dessa quarta-feira para reparar a gravíssima lesão. A julgar por casos anteriores, ele deverá ficar afastado das quadras de nove meses a um ano.

View this post on Instagram

What’s good everybody I wanted to update you all: I did rupture my Achilles. Surgery was today and it was a success, EASY MONEY My road back starts now! I got my family and my loved ones by my side and we truly appreciate all the messages and support people have sent our way. Like I said Monday, I'm hurting deeply, but I'm OK. Basketball is my biggest love and I wanted to be out there that night because that’s what I do. I wanted to help my teammates on our quest for the three peat. Its just the way things go in this game and I'm proud that I gave it all I physically could, and I'm proud my brothers got the W. It's going to be a journey but I'm built for this. I’m a hooper I know my brothers can get this Game 6, and I will be cheering  with dub nation while they do it.

A post shared by 35 (@easymoneysniper) on

“Meu caminho de volta começa agora! Tenho minha família e pessoas que amo ao lado e agradeço as mensagens de apoio que recebi. Estou chateado, mas bem. O basquete é o meu maior amor e queria ajudar esse time a conquistar o terceiro título seguido. O jogo é assim, mas estou orgulhoso por ter dado o máximo que podia e dos meus irmãos pela vitória”, postou o ala de 30 anos.

Durant sofreu a ruptura em seu primeiro jogo retornando após um mês parado por conta de um estiramento na panturrilha, ocorrido ainda na segunda rodada dos playoffs. O incidente levantou uma série de dúvidas sobre a real condição física em que o astro entrou em quadra e uma possível negligência do Warriors. O técnico Steve Kerr garante que a franquia foi bastante rigorosa para liberar o jogador.

“Eu sei que sempre haverá pessoas apontando o dedo, procurando culpados. Nós entendemos e aceitamos isso. Haverá todo tipo de julgamento e críticas por aí. O que posso dizer é que sua escalação foi uma decisão coletiva que incluiu o próprio atleta, seu agente, nossos médicos e até profissionais independentes. Ele atendeu todos os requisitos impostos”, assegurou o ex-armador, defendendo o time.

“É fácil julgar com o resultado em mãos, mas reunimos todas as informações que eram possíveis e o nosso sentimento era que o pior que poderia acontecer seria uma nova lesão na panturrilha. A ruptura do tendão foi um grande choque para todos. Não sei nem mais o que ser dito a não ser que, se soubéssemos que algo assim era uma remota possibilidade, Kevin não teria jogado”, cravou Kerr.

Durant poderá testar o mercado na offseason que está para começar ou ativar uma cláusula de extensão automática para a próxima temporada no valor de US$31.5 milhões. São cenários que o astro terá que analisar em breve, mas, no momento, não passam de pensamentos secundários diante da longa caminhada até a plena recuperação e a chance de ainda ser campeão da NBA nos próximos dias.

“Essa será uma jornada para mim, mas fui feito para superar adversidades. Sou um jogador de basquete. E eu sei que meus irmãos vão ganhar o jogo seis. Estarei na torcida por eles junto com nossos fãs”, concluiu o ex-MVP da liga, sem aparentes problemas com a organização.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.