Kings voltando a ser Kings

O Sacramento Kings surpreendeu a todos que acompanham a NBA ao anunciar, nesta segunda-feira, a saída do técnico Mike Malone do comando da equipe.

A decisão foi muito estranha e evidencia que a zona que reinava na franquia de Sacramento nos últimos tempos está de volta. O empresário indiano Vivék Ranadivé, que comprou a equipe há um ano e sete meses pela bagatela de US$534 milhões, está mostrando que não é muito diferente dos irmãos Maloof, que comandaram a franquia de 1998 a 2013.

O ótimo início de temporada

O time californiano foi uma das agradáveis surpresas no começo da temporada, tanto que conquistou nove vitórias nos primeiros 15 jogos e recebeu vários elogios da mídia especializada. Muitos falavam que o Kings tomou rumo, que deixou de ser um time peladeiro e até que Malone brigaria pelo prêmio de técnico do ano se a boa campanha fosse mantida.

Mas um balde de água fria atingiu a equipe com o afastamento da estrela da companhia, o pivô DeMarcus Cousins, em razão de uma meningite. Sem o camisa 15, o Kings perdeu sete das últimas nove partidas disputadas. Em uma conferência marcada pelo equilíbrio e por ter várias equipes fortes, isso foi fatal para que o time despencasse na tábua de classificação.

Quatro dos últimos nove adversários do time de Sacramento foram Memphis Grizzlies, Houston Rockets, San Antonio Spurs e Toronto Raptors, times que ganharam mais de 70% de seus jogos. E o Kings, mesmo sem seu principal jogador, foi páreo duro para essas equipes, perdendo por uma diferença de quatro pontos para o Rockets (após a disputa de uma prorrogação), oito pontos para Raptors e Spurs, e 12 para o Grizzlies. As derrotas para os fracos Los Angeles Lakers, Detroit Pistons e Orlando Magic também tiveram placares apertados.

Vale lembrar que a última vez que o Kings chegou aos playoffs foi em 2006. Desde então, o time teve seis treinadores. Nenhum deu certo. Malone chegou à franquia na temporada passada e, só agora, seu trabalho começava a render bons frutos. Ninguém apostava que o Kings começaria tão bem a temporada, mesmo com o nada confiável Darren Collison na armação e um cone na posição 4. Cousins fazia a sua melhor temporada da carreira até ficar doente. Ele era nome comentado até para o prêmio de MVP dado o alto nível de suas atuações. E o torcedor da franquia voltou a ficar animado com a possibilidade de um retorno aos playoffs.

Veio a doença de Cousins e, com ela, os resultados negativos. Obviamente que o time iria sentir a ausência de seu principal nome. Aliás, qual time no mundo não sentiria uma troca no quinteto titular de Cousins por Ryan Hollins? A fase turbulenta era perfeitamente compreensível, menos para o indiano que assina os cheques. 

Segundo a imprensa de Sacramento, Malone tinha a confiança dos jogadores. Durante a Copa do Mundo de Basquete, o treinador viajou até a Espanha para estreitar a relação com a dupla Cousins e Rudy Gay, que representou os Estados Unidos na competição. Foi graças ao trabalho de Malone que o pivô melhorou seu desempenho dentro e fora da quadra, e que Gay assinou a extensão de contrato com a franquia. Estou bastante curioso para ver como os atletas vão digerir essa demissão.

A péssima relação entre dono e treinador

Após o anúncio da demissão, várias fontes ligadas à equipe dão conta que a relação entre Malone e os dirigentes do Kings vinha em crise nos últimos meses. Mesmo com o bom começo de temporada, Ranadivé desejava que o time atuasse em um ritmo mais rápido e não mostrava satisfação com o desenvolvimento dos atletas do elenco. Há quem garanta até que Ranadivé dava palpites táticos durante os treinamentos da equipe, deixando Malone em uma situação desconfortável.

De acordo com os jornalistas que cobrem o Kings, o gerente-geral Pete D’Alessandro, contratado após a chegada de Malone, era outro que não se dava bem com o treinador. Isso que dá contratar o técnico antes do GM, Mr. Ranadivé.

Outro fato que teria estremecido a relação foi o veto por parte de Malone à contratação de Josh Smith, do Detroit Pistons. Mesmo com o treinador sendo contrário à vinda do ala-pivô, Ranadivé estava decidido a trazer Smith. Segundo o sempre bem informado Adrian Wojnarowski, do Yahoo! Sports, o Kings fez algumas propostas ao Pistons na offseason, todas recusadas por Stan Van Gundy, presidente e técnico da equipe de Detroit. Desde então, a relação entre Malone e Ranadivé azedou. Agora percebemos que o que segurava o treinador no cargo eram os resultados obtidos nos primeiros jogos.

E agora, Kings?

A imprensa dos Estados Unidos especula George Karl e Vinny Del Negro como os principais candidatos ao cargo. O primeiro é veterano de NBA, dono de uma ótima reputação na liga e que adota a filosofia de jogo que o indiano deseja para a equipe. Com Karl no comando, o Kings vai correr como nunca. Mas será que um treinador experimentado como Karl vai se dar bem com um dono que adora dar pitacos no time?

Quanto a Del Negro, apenas uma coisa a ser comentada: caso ele seja contratado, o time de Sacramento merece ficar mais 20 anos sem chegar aos playoffs por causa da incompetência de Ranadivé.

Enfim, demitir o único técnico que conseguiu fazer com que o Kings jogasse um basquete coletivo nos últimos anos, com um elenco não muito qualificado, foi uma tremenda burrice. Malone estava tirando leite de pedra. Nos próximos jogos, com o fraco Tyrone Corbin como interino, e ainda sem poder contar com Cousins, a tendência é que o time continue ladeira abaixo. Tudo leva a crer que a temporada do time de Sacramento tenha ido para o espaço.

Depois de tudo o que foi apresentado, encerro o artigo com a pergunta que não quer calar: por que raios o indiano não demitiu Malone na offseason, se ele queria um treinador com outro estilo de jogo? Tem coisas que só acontecem no Kings…

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Luiz Henrique Santos

    Perfeito esse artigo, agora só falta o Kings trazer o Del Negro e o Lance Stephenson (para começar)…

  • ThiagoFelipe

    O orlando magic ainda vai mostrar que não é fraco, tá jogando bem nos últimos jogos!

    • Luiz Henrique Santos

      Não sei se você é fã do Magic, mas pelo jeito é… Eles tem uma boa base para o futuro com garotos muito promissores: Vucevic, Fournier, Oladipo e o Tobias Harris (ex-Bucks), gosto muito de ver essa molecada em ação…

  • A “desculpa” pra demissão do Malone é simplesmente patética . Estilo de jogo que não agradava ? O que isso importa ? O time estava ganhando até seu principal jogador adoecer !

    Querem um estilo de jogo com correria ? Contratem o Rex Ryan então , treinador do Jets . Esse sim iria agradar o dono do Kings , correria todo jogo…rs

    E sobre não desenvolver os atletas do elenco , é palhaçada né ? Desenvolver quem ? Eu gosto muito do McLemore , muito mesmo . Mas ai o cara vem e escolhe o Staukas no Draft , que joga na mesma posição . Via desenvolver como o cara , sendo que não dá uma única oportunidade ? Isso sem falar de outro , como o T-Rob ..

    É uma pena o Kings estar nessa situação , totalmente mal administrado . Dono dando palpite tático é pra acabar …rs

    • André Fagundes

      Pra um time que deseja jogar em velocidade Staukas até encaixaria. Porque Michigan jogava nesse estilo, mas aposto que Malone queria o Vonleh.

      • O problema não é o Stauskas encaixar ou não . O problema é que um ano antes eles pegaram um cara na mesma posição e que , pelo menos pra mim , tem muito mais potencial do que o Stauskas .

        Se eles não querem mais o McLemore , beleza , é um direito deles . Agora , não pode ficar reclamando de desenvolvimento dos jogadores , quando tem dois jovens disputando espaço na mesma posição . Fica difícil pro técnico , pra poder dosar os minutos de cada um , sem interferir na ambição do time de quem sabe chegar aos offs , e também nesse suposto “desenvolvimento” que eles tanto querem .

        Troca o Ben , já que escolheram o Stauskas .

        • André Fagundes

          Encaixar é por isso mesmo Olavo. Porque os dois podem jogar juntos e não um ou outro depende do treinador e rotação pra não criar a frustração de outro Jimmer Fredette.

    • pedrokadf

      Rex Ryan kkkkkk

    • Uncle Drew

      O indiano ae tá querendo ser o Jerry Jones! GM e dono do Dallas Cowboys e dá pitaco no time. Faz quase tudo no time!

  • Kleber

    Se vier o Del Negro, o Kings tem que apodrecer. E olha que gosto demais da franquia. O melhor time que vi jogar foi deles.

    • More

      Somos dois, meu caro.
      Aquele Kings da época de 2000 <3
      Eu tenho muito respeito pelo Kings por causa daquele time.

    • raphaolliver@hotmail.com

      Qual?

      • Castell79

        2001/2002: Mike Bibby, Doug Christie, Divac, Peja Stojakovic, Turkoglu, Scott Pollard, Bobby Jackson… Timaço! Perdeu a final da Conferência pros Lakers de O’Neal e Kobe por 4-3 numa série extremamente apertada…

        • Dumz

          Esqueceu da estrela da franquia: Chris Webber !!!

          • Castell79

            Sim, claro! Eu tinha digitado e dps apaguei… kkkkkkk… Nos 3 anos anteriores tb tinha surgido um armador q achei q fosse virar um cracaço, o Jason Williams, mas infelizmente acabou não explodindo… Tinha até uma camisa dele…

        • Felipe Rodrigues (@fhevorcks)

          White Chocolate era fodastico fala a verdade rsrs.

          • Castell79

            Era um showman… Dava umas assistências absurdas!

    • More

      Lakers do Kobe, Shaq e Bavetta kkk
      Jason Williams era um jogador muito legal de se ver, eu fico imaginando como teria sido se ele não tivesse sido trocado.

      • Rapha-11

        Confesso que tive que recorrer ao Youtube, pois em 2002 eu provavelmente estava vendo Dragon Ball Z na TV Globinho kkkkkk. Aliás, tudo antes de 2008 pra mim é youtube. Mas gostei muito do que vi lá. Esse Webber camisa 4 jogava demais!

        • More

          Se ainda passasse Tv Globinho, eu estaria até hoje assistindo dbz kkkk
          Aliás, o Peja Stojakovic vai ter número aposentado em Sacramento e por isso ganhou um vídeo com as 10 melhores jogadas da carreira, dá uma procura lá no yt se estiver afim. O Jason Williams também tem um, vale muito a pena ver.

          O pior é que esperei anos pra ver Sacramento aparecer com um time novo, e quando finalmente está dando certo, aparece um filho da puta e fode o técnico por trás, e o principal jogador se machuca… sacanagem viu.

  • A não ser que o Pete D’alessandro consiga convencer o George Karl a treinar o Kings, até acho correto ter demitido o Malone, apesar de achar que o cara implantou um bom sistema de jogo pro Sacramento, o time agora tem boa defesa e joga bem na transição, e está num momento ruim poqrque o Cousins faz muita (mas muita!!) falta pra eles, mas esse time na mão do Karl, tem condições de ficar bom e brigar por uma última vaga do Oeste (talvez?) …mas se for pra trazer o Vinny Del Negro vai fazer cagada..

  • Lucas Ottoni

    Texto perfeito. Demissão absurda do Malone. Indiano burro.

  • Daniel Serafim

    1) Você não pode debutar a atual má-fase em cima de um treinador enquanto você tem um time que:

    a) Só possui um armador de confiança;
    b) Não ter um ala-pivô que sequer competiria de igual para igual com um cone;
    c) Ter um pivô reserva que daria ótimo um animador de torcida ou um distribuidor de gatorade profissional, menos um jogador profissional.

    2) O time sequer se esforçou para tentar fazer algo com o péssimo contrato de Thommas Robinson;

    3) Regra nº. 47 do draft: Nunca escolha um jogador “heat-checker” no top 10. A não ser que seu nome seja Ben Gordon (estou olhando para você Staukas);

    4) Nunca contrate um técnico antes do GM. Regra básica de administração desportiva que Renadivé não esquecerá tão cedo…;

    5) Um dono que tá pitacos, dicas e se intrometendo onde não é chamado é prova que os fantasmas dos natais passados ainda assombram os Kings;

    6) Gosto do Kings, aquele time com Webber – Divac – Stoj – Bibby – Christie – Jackson foi um dos melhores que eu já vi. Mas de uns tempos pra cá está bem difícil. Quando parece que a coisa vai engrenar, daí vem um Maloo… digo, Renadivé tomar uma decisão que só me faz pensas que poderia ter sido melhor a franquia ter ido pra Seattle, poderia, já que o Sonics foi um antro de má decisões feitas por péssimos gerentes, coisa que o Kings é hoje sem muito esforço.

  • EFP

    texto perfeito?falta e respeito isso sim,cone na 4?aff,cade ao resepito ao profissional,e pq tanta pegaçao de pe no del negro?ele tava otimo no clippers,como um site que se acha bom,posta palavras de tao baixo calao?sem comentarios lixo de site,nem sei pq comento nele ainda, mas sou uma mocinha e gosto de pipoca quente no popô.

    • Gustavo Freitas

      Você é um dos maiores imbecis que eu já vi aqui no Jumper. Nem sei como eu deixei seu comentário entrar. Mas eu concordo com você sobre ser uma mocinha.

    • Gustavo Lima

      De vez em quando aparece um retardado. O mané aí nem sabe o que é uma palavra de baixo calão. Menino criado a leite com pera e Ovomaltine. Só Freud pode explicar o camarada aparecer na caixa de comentários para digitar que o site é um lixo.

      • Dumz

        Gustavos, eu como muitos amigos que frequentam o site, lendo e postando comentários, gostamos muito da equipe do Jumper e de todo trabalho realizado !!!

        Acho que este comentário do garoto acima não representa o que a maioria pensa sobre o site e sobre os colunistas.

        Vcs poderiam bloquear este tipo de comentário para inibir este tipo de postura que não corresponde com o pensamento do pessoal !!

        Parabéns pelo ótimo trabalho.

        • Gustavo Lima

          Muito obrigado, Edu. A esmagadora maioria comenta aqui para contribuir com os debates. Como eu disse, de vez em quando aparece um ou outro troll. Já bloqueamos o jovem.

    • Lucas Ottoni

      É um brincalhão. Só quer aparecer. Mocinha, o Jumper é nada menos que o site referência em NBA e basquete em geral de toda a internet brasileira. O trabalho que os caras fazem é espetacular e representa a todos nós, fãs desse esporte no país. Vir dizer que o site é um lixo só denota uma coisa: você está no lugar errado e não sabe nada do assunto. Não perca seu tempo escrevendo bobagem por aqui e nem perca o nosso tendo que ler as asneiras escritas por você. E boas pipocadas pra você (ou em você, sei lá…).

      • Gustavo Lima

        Opa, valeu Lucas. Mas esse negócio de referência é complicado. Tem muita gente boa de serviço no Brasil que escreve sobre NBA.

  • Uncle Drew

    Se o Kings contratar o Vinny Del Negro eu vou rir mt. Melhor ainda Kings, contrata o Mike Brown!! “excelente técnico!” “um ataque de encher os olhos” e uma “defesa sensacional”!

  • Off -Topic :

    Acabei de ver que hoje , contra o Blazers , o Spurs vai jogar sem Duncan , Parker , Ginobili , Splitter …

    Querem apostar quanto que o jogo ainda vai ser apertado ??? Rs

  • Kings ta pedindo pra virar SuperSonics só pode, cara na moral, não da vontade de pegar um Indianod desse e bater de gato morto?? FDP vai apostar em cavalo, investir na bolsa, não queira ”apostar” seu dinheiro num time de NBA se nunca viu uma bola laranja.

  • Caseh

    “Quanto a Del Negro, apenas uma coisa a ser comentada: caso ele seja contratado, o time de Sacramento merece ficar mais 20 anos sem chegar aos playoffs por causa da incompetência de Ranadivé.”

    Perfeito, sem mais.

  • Romulo G

    Muito bom o artigo. Esse é um dos melhores sites do gênero.

    E aproposito, amanha, dia 16, o Stojakovic nao vai ter a camisa aposentada??

  • rafael lima

    Cara, com todo respeito cadê o Shaquille nessas horas, o cara não tem voz ativa não é.

  • Levi Junior

    Coitado do Kings , time era uma surpresa até aqui , Cousins amassando todos no garrafão , ai perderam seu melhor jogador , tendencia normal o time sentir e começar a perder jogos , e o idiota do Dono demite o tecnico que tava fazendo milagre com esse fraco elenco , vai entender !

  • gabrielnba

    Ridiculo, time que merece estar aonde está, que burrice.

  • Erich

    sendo advogado do diabo…todo mundo sabe que apesar da surpresa seria muito difícil o Kings eventualmente passar da 1a fase dos playoffs…então…se o atual dono tá buscando uma reestruturação do time como um todo nunca é cedo pra começar né…pior seria iludir o torcedor com o resultado desse ano e achar que o time tá bom que só faltam alguns ajustes e o time seguir como time de 1a rodada de offs…sou muito fa dessa franquia pq foi, junto com o blazers, um dos times com basket mais coletivo que eu já vi…pro que temos na liga…collisson e sessions é uma boa dupla de armadores…rudy gay e d. williams é uma boa dupla de alas…e o garrafão é forte com demarcus…hollins e j. thompson…falta se livrar das dragas como o bem mc e pegar um treinador top….o george karl nem se fala…um dos treinadores mais respeitados entre os jogadores…então não estou vendo essa decisão nessa tosquice toda que estão falando…

  • Pedro_Hornets

    Aí Cho, manda embora o lixo do Clifford e pega o Malone!

  • MarcioLAL

    Se quer correria tem de ir buscar o Mike D’Antoni, ai anda tudo a correr mas ninguém a defender kkkkk

  • Celso Cachali Jr

    Sabe qual é a bosta mesmo. É um INDIANO querendo saber de basquete, nada contra o pais, ate acho a cultura muito interessante, mas por favor tinham que se limitar a seus espaços… fico me perguntando como um COmissário da NBA (Stern) deixou que vendessem uma franquia linda para um INDIANO. Que merda que fizeram!

  • marcos

    Quando os resultados somem e começa a levar pancadas uma atrás da outra fica mais fácil demitir o técnico é assim em qualquer esporte…Futebol,basquete,voltei etc…tremenda burrada fez o KINGS em breve o Cousins vai para outra franquia e a vaca vai pro brejo de vez kkkk

  • Para começar, pro idiota que falou merda, o texto foi excelente, pois o Kings fez uma %*#&$ tremenda ao demitir Malone, pois o time estava se acertando, e tirando o Karl, não vejo outro nome para substituir Malone a altura, pelo trabalho que vinha fazendo…

    Jumper é meu site preferido de basquete (principalmente NBA), sempre com notícias fresquinhas, ótimos artigos, e uma galera massa que sempre discute com Classe (ás vezes kkkkk), e isso é o que torna o site legal…

    Vale ressaltar o Bala, Luiz e o Sormani, que são bons basqueteiros tbm, e o basketeria, que infelizmente acabou, :/