Knicks é a franquia mais valiosa da NBA, aponta revista Forbes

Pelo quinto ano consecutivo, o New York Knicks segue como a franquia mais valiosa da NBA, segundo a lista publicada nesta semana pela revista Forbes.

De acordo com a publicação, o Knicks vale 4.6 bilhões de dólares. O Los Angeles Lakers, segundo da lista, vale 4.4 bilhões de dólares. O terceiro time mais valioso é o Golden State Warriors (4.3 bilhões de dólares), seguido por Chicago Bulls (3.2 bilhões de dólares) e Boston Celtics (3.1 bilhões de dólares).

Knicks e Lakers seguem dominando a lista da Forbes por estarem nos maiores mercados dos Estados Unidos.

O detalhe é que, pela primeira vez na história, todas as 30 franquias da liga valem pelo menos US$1.3 bilhão. O valor médio de uma equipe, que era de US$1.9 bilhão, em 2019, hoje é de US$2.12 bilhões, o que representa um crescimento de 14%.

Confira a lista da Forbes (valores em dólares):

1- New York Knicks: 4.6 bilhões
2- Los Angeles Lakers: 4.4 bilhões
3- Golden State Warriors: 4.3 bilhões
4- Chicago Bulls: 3.2 bilhões
5- Boston Celtics: 3.1 bilhões
6- Los Angeles Clippers: 2.6 bilhões
7- Brooklyn Nets: 2.5 bilhões
8- Houston Rockets: 2.475 bilhões
9- Dallas Mavericks: 2.4 bilhões
10- Toronto Raptors: 2.1 bilhões
11- Philadelphia 76ers: 2 bilhões
12- Miami Heat: 1.95 bilhão
13- Portland Trail Blazers: 1.85 bilhão
14- San Antonio Spurs: 1.8 bilhão
15- Sacramento Kings: 1.775 bilhão
16- Washington Wizards: 1.75 bilhão
17- Phoenix Suns: 1.625 bilhão
18- Denver Nuggets: 1.6 bilhão
19- Milwaukee Bucks: 1.58 bilhão
20- Oklahoma City Thunder: 1.575 bilhão
21- Utah Jazz: 1.55 bilhão
22- Indiana Pacers: 1.525 bilhão
23- Atlanta Hawks: 1.52 bilhão
24- Cleveland Cavaliers: 1.51 bilhão
25- Charlotte Hornets: 1.5 bilhão
26- Detroit Pistons: 1.45 bilhão
27- Orlando Magic: 1.43 bilhão
28- Minnesota Timberwolves: 1.375 bilhão
29- New Orleans Pelicans: 1.35 bilhão
30- Memphis Grizzlies: 1.3 bilhão

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.