Knicks pode não draftar Karl Towns por causa do tamanho do bumbum

https://www.youtube.com/watch?v=UPu9Sg09wC0

O New York Knicks enfrenta a pior temporada da sua história em 2014-15, tendo passado das 60 derrotas pela primeira vez na história da franquia. Karl-Anthony Towns é um dos destaques do time da Universidade de Kentucky que alcançou o Final Four da NCAA sem perder nenhum jogo na temporada. Apesar disso, o Knicks pode não aproveitar a alta escolha que terá no draft para contar com os serviços do pivô.

Isso porque, de acordo com Charley Rosen, um dos melhores amigos de Phil Jackson, presidente do Knicks, Towns pode não ter um bumbum grande o bastante para jogar no sistema de triângulos. Isso mesmo, o bumbum do pivô seria pequeno demais.

“Eles precisam de um pivô com um bumbum grande para manter o espaço. Eles não tem ninguém assim. Isso tira a maior parte do que você pode fazer com o triângulo, porque então ele realmente se torna apenas uma jogada de perímetro”, avaliou Rosen ao New York Post.

De acordo com o antigo assistente técnico de Phil Jackson, um jogador que cairia como uma luva no sistema que se consagrou com o Chicago Bulls na década de 90 e o Los Angeles Lakers nos anos 2000 seria Greg Monroe, atualmente no Detroit Pistons.

“Ele é grande, pode manter-se firme no garrafão, é canhoto, o que se torna em uma vantagem ao fazer coisas inesperadas. Ele pode estabelecer posição, tem boas mãos e ele é um bom passador. Ele seria um grande ajuste”, disse Rosen.

“Towns não é grande o bastante. Ele nunca vai ter essa posição na NBA. Ele não tem força suficiente. Ele não seria capaz de driblar longe da cesta. Ele não é um tipo de pivô que você precisa no triângulo. Ele não é fisicamente esse tipo de pivô, mas ele é atlético e faz outras coisas”, reconheceu.