Kobe Bryant vai se encontrar neste sábado com os dirigentes do Besiktas

O ala-armador Kobe Bryant (foto), do Los Angeles Lakers, vai se encontrar neste sábado (30), em Washington, com os dirigentes do Besiktas, clube turco que deseja sua contratação para a próxima temporada. Vale dizer que os turcos já firmaram contrato com outra estrela da NBA, o armador Deron Williams, do New Jersey Nets.

“No momento, há uma chance de 50% de Kobe vir para a Turquia. Tudo ficará mais claro após a reunião deste sábado. Dinheiro não será problema”, disse Seref Yalcin, chefe de operações de basquete do clube turco.

Para bancar a contratação de Kobe, o Besiktas deverá contar com a ajuda financeira da Turkish Airlines e de duas companhias de petróleo, já que o dinheiro do clube está bloqueado na Justiça por causa da investigação de um escândalo de manipulação de resultados envolvendo o time de futebol.

Na primeira conversa entre as partes, há alguns dias, os turcos teriam oferecido a Kobe um contrato de um ano, com um salário mensal de 500 mil dólares. Em contrapartida, o camisa 24 do Lakers pediu 1 milhão de dólares por mês.

Da mesma forma que foi feita com Williams, o time turco está disposto a incluir no contrato com Bryant uma cláusula que permitirá ao jogador voltar à NBA assim que o locaute terminar.

Vale lembrar que Kobe tem mais três anos de vínculo com o Lakers, no valor de 83,5 milhões de dólares. Caso acerte sua ida para o Besiktas, o jogador vai precisar de uma “Carta de Compensação” da Federação Internacional de Basquete (FIBA) para competir na liga turca. A FIBA tem dado a entender que pode conceder essa carta se a próxima temporada da NBA ficar comprometida por causa do locaute.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.