Kyrie Irving: “Não podia deixar o Celtics empatar as finais do Leste”

O Cleveland Cavaliers parecia em maus lençóis no segundo período do quarto jogo das finais do Leste. Perdendo por 16 pontos para o Boston Celtics, o time ainda viu LeBron James sair de quadra após cometer sua quarta falta coletiva. Então, Kyrie Irving surgiu: o astro marcou 42 pontos para liderar a vitória de virada que deixou a equipe a um triunfo da terceira decisão da NBA seguida.

“Por dentro, eu dizia para mim mesmo que não podia deixá-los empatar essa série. Não podíamos voltar empatados para Boston. Tínhamos que encarar a adversidade de frente e falar que nós não seríamos vencidos. Precisava dar tudo nesse jogo. Foi uma daquelas partidas em que lutamos para merecer vencer”, afirmou o armador, que anotou sua maior pontuação da carreira em playoffs no triunfo.

A atuação teve contornos ainda mais dramáticos porque Irving sofreu uma entorse no tornozelo no terceiro quarto. Ele caiu, colocou a mão na perna, amarrou o tênis e voltou para o jogo com a mesma determinação. “Eu já tive torções como aquela tantas vezes. Você tem duas opções quando acontece: sentar e fica com pena de si mesmo ou superar o momento. Escolhi a segunda”, finalizou.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Victor Chittolina

    O Kyrie é um daqueles caras que a gente acha que a média de pontos dele é maior do que é porque ele tem vezes, como no terceiro quarto de ontem, que parece que fez um pacto com o canhoto, de tão endiabrado que fica.

  • Will

    Joga demais!
    É um dos grandes trunfos do Cavs, sem dúvida!

    • VIEIRA – CHICO

      Por incrível que pareça – ele é o PILAR do time junto com Lebron – agora o Grande trunfo do Cavs ainda é o LOVE quando ele entrar nos jogos de vez (decidir) – não tem como perder as finais – veremos

      • Will

        Bem observado, VIEIRA – CHICO.
        O Big 3 do Cavs tem muitos, muitos recursos, e quando estão focados e em modo on fire são armas letais!

  • André Alves

    Kyrie é um daqueles caras que fazem até os adversários ficarem impressionados com suas jogadas. Certamente é um dos jogadores mais habilidosos, se não o mais habilidoso, atualmente na NBA.

    Assistindo ao jogo ontem, cheguei a comentar em meados do 2/4, que com LeBron pendurado e em um dia não muito bom, o Irving tinha que aparecer. E apareceu. Foi decisivo quando o time precisou, mesmo contra um adversário duro como está sendo o Celtics.

    • Alan Raczenski

      Ele e o Curry são os mais habilidosos sem duvida, adorava ver tambémIverson brincar de jogar basquete, bons tempos

    • VIEIRA – CHICO

      é mesmo coisa numa corrida de bike – é um pegando o vácuo do outro – pra ser mantido o ritmo do jogo.

  • Thiago26-NBA

    Não fez mais que obrigação

  • Vinícius Maia

    “Você tem duas opções quando acontece: sentar e fica com pena de si mesmo ou superar o momento. Escolhi a segunda”

    Que homão!

  • VIEIRA – CHICO

    Neste time do CAVs – somente DOIS JOGADORES que MERECE o contrato que recebe – KYRIE IRVING e LEBRON JAMES – o resto pode tirar mais de 30% do contrato de cada um – mas este pessoal tem o contrato que tem por causa do LEBRON que realmente forçou a diretoria em fechar estes tais contratos
    Bem é o preço que se paga para ter o REI no seu time.

  • Assumiu o jogo e a responsabilidade. As vezes penso que o Cavs quase que o subutiliza. Se ele fosse a primeira opção de ataque do time, acho que teria médias beirando 30pts.