Nenhuma surpresa na primeira escolha geral do draft 2011. O Cleveland Cavaliers apostou naquele que é considerado o melhor jogador do recrutamento e selecionou o armador Kyrie Irving, da Universidade de Duke.

Dono de médias de 17.5 pontos e 4.3 assistências em sua primeira temporada no basquete universitário (NCAA), Irving mostrou que tem um ótimo controle de bola e uma visão de jogo acima da média. Além disso, ele é muito rápido e um ótimo defensor. O armador chega à NBA cercado de expectativas. Muitos analistas o comparam até com o armador Chris Paul, do New Orleans Hornets. 

Durante sua apresentação oficial ao time de Cleveland, o jogador, de 19 anos, mostrou personalidade e animado com a possibilidade de se tornar uma referência na equipe.

“Meu impacto imediato em Cleveland será apenas trazer uma atitude vencedora, levando o meu jogo para a organização e ser tão produtivo quanto possível. A longo prazo, eu realmente quero ser uma referência da equipe e uma peça que eles constroem ao redor. Eles têm ótimos jogadores e eu mal posso esperar para estar ao lado deles. Estou muito animado em me tornar um Cavalier”, afirmou Irving.

Na última temporada, após a saída traumática de LeBron James para o Miami Heat, o Cavs teve a segunda pior campanha da NBA – 19 vitórias e 63 derrotas. Com a adição de Irving, a direção da franquia dá o primeiro passo para a reconstrução do time e espera dias melhores.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.