Lakers empata série contra o Hornets

Jogando novamente no Staples Center, o Los Angeles Lakers se recuperou da derrota na primeira partida dos playoffs e venceu o New Orleans Hornets por 87 a 78, empatando a série em 1 a 1.  As duas equipes voltam a se encontrar na próxima sexta-feira, dia 22, às 22h30 (horário de Brasília), desta vez, em New Orleans.

A partida foi marcada por duas defesas agressivas. O ala Trevor Ariza não deu espaço para o astro Kobe Bryant, tanto que o camisa 24 teve um rendimento abaixo do esperado: 11 pontos e apenas três arremessos certeiros em dez tentativas. O ala-pivô Pau Gasol também teve uma atuação apagada, com apenas oito pontos e cinco rebotes. O espanhol acertou dois arremessos de quadra em dez tentativas. Quem salvou o Lakers de uma nova derrota foi o trio Andrew Bynum, Lamar Odom e Ron Artest. O primeiro conseguiu o duplo-dígito: 17 pontos e 11 rebotes. Já o ganhador do prêmio de melhor reserva da temporada marcou 16 pontos e pegou sete rebotes, enquanto Artest anotou 15 pontos e foi importante na marcação do armador Chris Paul.

Pelo Hornets, destaque para a dupla Chris Paul e Trevor Ariza. Mesmo bem marcado, o armador fez 20 pontos e distribuiu nove assistências. Paul ainda acertou duas bolas de três pontos no estouro do cronômetro, uma no final do primeiro tempo e outra no final do terceiro quarto. Já Ariza anotou 22 pontos e pegou sete rebotes. O time de New Orleans teve um baixo aproveitamento nos arremessos de quadra, com 27 acertos em 69 tentativas (39,1%), e nos lances livres, com 20 acertos em 32 tentativas (62,5%).

Confira o que de melhor aconteceu na partida.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=QS2XXcQu5FU]

Chris Paul acerta o segundo arremesso de três pontos no estouro do cronômetro.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=35O_H-2cGn4&feature=youtu.be]

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.