E mais: Golden State, L.A. Clippers, e Minnesota vencem

L.A. Lakers 96 x 91 Dallas Mavericks

O Dallas Mavericks recebeu o Los Angeles Lakers na noite desta quarta-feira, mas os visitantes saíram com a vitória.

No primeiro período, os visitantes começaram melhores, abrindo nove pontos nos primeiros quatro minutos. No entanto, o Mavs recuperou-se e terminou o quarto perdendo por 25 a 21.

Já no segundo, o time texano virou o placar, mas logo em seguida o Lakers melhorou, virou no marcador e abriu 12 pontos em quatro minutos. O Mavericks pediu tempo e voltou a encostar, levando o jogo para o intervalo em empate por 48 a 48.

Na volta para o segundo tempo, o embate ficou equilibrado e nenhum dos times conseguia abrir mais do que quatro pontos de vantagem.

Restando seis minutos para o fim, o jogo estava empatado em 82 pontos. Porém, depois disso, o Lakers fez sete pontos consecutivos e vencia por 89 a 82, com pouco menos de quatro minutos para o término. Dirk Nowitzki fez algo raro: errou dois lances livres seguidos. A fase do Mavericks sem pontuar durou cerca de quatro minutos, até que Jason Terry converteu arremesso, diminuindo a diferença para cinco.

Nowitzki fez cesta e o placar estava em 89 a 86 para o Lakers. Pau Gasol ampliou depois de pegar rebote ofensivo. Na jogada seguinte, Terry errou o passe e Andrew Bynum deixou o Los Angeles em vantagem por 93 a 86, com um minuto para terminar. Terry fez de três e pouco depois, Nowitzki pegou rebote ofensivo para diminuir para dois pontos, com 27 segundos no marcador.

Matt Barnes sofreu falta e foi para o lance livre e ele converteu suas duas tentativas. Terry tentou de três, mas a bola sequer tocou no aro. Derek Fisher também foi para o lance livre e acertou o segundo. O placar estava em 96 a 91, com 5.7 segundos para acabar. Terry tentou novamente, e o resultado foi praticamente o mesmo, determinando a vitória de Los Angeles.

Vince Carter havia anotado 18 pontos até o intervalo, mas depois fez apenas mais dois. O ala Lamar Odom não participou da partida por problemas pessoais.

O Lakers converteu somente cinco dos 14 lances livres que teve no último período.

No momento, o Lakers possui 20 vitórias e 13 derrotas, enquanto o Mavericks está com 21 triunfos em 34 jogos.

Destaques

L.A. Lakers

Pau Gasol: 24 pontos, nove rebotes, quatro assistências, três roubadas
Andrew Bynum: 19 pontos, 14 rebotes
Kobe Bryant: 15 pontos, cinco rebotes, quatro assistências, sete erros de ataque
Derek Fisher: 15 pontos
Matt Barnes: nove pontos, nove rebotes

Dallas

Dirk Nowtizki: 25 pontos, 12 rebotes
Vince Carter: 20 pontos, cinco rebotes
Jason Terry: 16 pontos, cinco assistências, quatro rebotes
Shawn Marion: oito pontos, nove rebotes, cinco assistências

Utah Jazz 98 x 100 Minnesota Timberwolves

Em casa, o Minnesota Timberwolves superou o Utah Jazz depois de estar perdendo por 18 pontos. O autor da cesta decisiva foi o armador Luke Ridnour, que terminou o embate com 17 pontos e seis assistências.

No primeiro período, o Jazz mostrou que poderia vencer com alguma facilidade, após abrir 14 pontos de vantagem. No segundo, Alec Burks fez cesta para deixar os visitantes na frente por 39 a 21. O Timberwolves ainda recuperou-se antes do intervalo e foi perdendo por 49 a 37.

Na volta dos vestiários, os anfitriões encostaram e a diferença caiu para quatro pontos. No entanto, a noite parecia mesmo ser de Utah, que voltou a pressionar e vencia parcialmente por 77 a 64.

Entretanto, o Wolves começou o último quarto com três cestas de longa distância e, enquanto o Jazz parou de pontuar, os donos da casa colocaram-se em posição de vencer a partida. Nos três minutos finais, a dupla formada por Derrick Williams e Ridnour foi responsável por 14 dos últimos 15 pontos da equipe para conquistar o triunfo.

Restavam sete segundos para terminar, quando Al Jefferson empatou o jogo em 98 pontos. Porém, no estouro do cronômetro, Ridnour fez a cesta que determinou o resultado.

O Wolves ficou praticamente toda a partida atrás no placar. Depois de anotar os primeiros dois pontos do jogo, o time só voltou a liderar quando restavam 42 segundos para o fim, após lances livres de Williams.

Agora, o Minnesota possui 17 vitórias em 34 partidas, enquanto o Jazz venceu 15 jogos e perdeu outros 17.

Destaques

Utah

Paul Millsap: 25 pontos, nove rebotes
Al Jefferson: 18 pontos, 11 rebotes
Josh Howard: 19 pontos, seis rebotes
Devin Harris: dez pontos, oito assistências

Minnesota

J.J. Barea: 22 pontos, quatro rebotes, quatro assistências
Luke Ridnour: 17 pontos, seis assistências
Nikola Pekovic: 15 pontos, 12 rebotes, 3-11 em arremessos
Derrick Williams: 13 pontos, nove rebotes
Kevin Love: dez pontos, dez rebotes

Golden State Warriors 106 x 104 Phoenix Suns

Fora de casa, o Golden State Warriors bateu o Phoenix Suns com uma cesta de Monta Ellis no último segundo. Foi a segunda vitória consecutiva do time californiano, que agora possui 13 em 30 partidas na temporada.

Já o Suns, que possui 14 triunfos em 34 jogos, teve o pivô polonês Marcin Gortat como destaque. Gortat obteve 21 pontos e pegou 15 rebotes.

O armador Stephen Curry lesionou o pé direito no primeiro tempo e não retornou. Ele passou pelos primeiros exames, e nenhuma fratura foi detectada.

O Warriors começou em um ritmo alucinante, quando chegou a abrir 19 pontos no primeiro período. No segundo, a diferença bateu na casa dos 21, mas os times foram para o intervalo com o Golden State liderando por 59 a 45.

O Suns recuperou-se no terceiro quarto, e após cesta de Sebastian Telfair, a vantagem do Warriors caiu para apenas quatro.

Nos 12 minutos finais, o Suns empatou em 94 pontos, e pouco depois, Jared Dudley colocou o time do Arizona na frente em 96 a 94. As equipes foram trocando a liderança até que, restando 11 segundos para o fim, Grant Hill empatou o jogo em 104 pontos, mas Monta Ellis fez a cesta que garantiu a vitória do time visitante restando um segundo. Channing Frye ainda tentou de três pontos, mas falhou.

Destaques

Golden State

Monta Ellis: 26 pontos, seis assistências
Dorell Wright: 23 pontos, sete rebotes
David Lee: 22 pontos, quatro rebotes
Nate Robinson: 14 pontos, cinco assistências

Phoenix

Marcin Gortat: 21 pontos, 15 rebotes
Channing Frye: 22 pontos, nove rebotes
Jared Dudley: 17 pontos, cinco rebotes
Grant Hill: 16 pontos, seis assistências
Steve Nash: sete pontos, nove assistências, cinco rebotes, cinco erros de ataque

Denver Nuggets 95 x 103 L.A. Clippers

Sem vários titulares, o Denver Nuggets visitou o Los Angeles Clippers na última partida da rodada de quarta-feira. O time bem que tentou, mas foi superado no final.

O brasileiro Nenê segue em recuperação por conta de uma lesão no calcanhar. Danilo Gallinari deverá retornar na semana seguinte ao Jogo das Estrelas depois de sofrer uma fratura em um osso do tornozelo. Também com dores no tornozelo, o armador Ty Lawson não atuou. Ele foi substituído pelo veterano Andre Miller.

O jogo foi bastante disputado, e as equipes não conseguiam abrir largas vantagens no primeiro tempo, que foi finalizado em 54 a 52 para o Nuggets.

Com 14 pontos e três assistências no terceiro período, o armador Chris Paul deixou o Clippers em vantagem para o último quarto em 80 a 79.

No quarto decisivo, o jogo seguia bastante equilibrado até que, restando quatro minutos para o fim, os donos da casa fizeram oito pontos seguidos para deixar o Clippers na frente em 99 a 92. Arron Afflalo fez um lance livre, mas DeAndre Jordan acertou um arremesso perto da cesta para deixar o marcardor em 101 a 93. Kenneth Faried fez dois lances livres, porém Paul também acertou, deixando o placar em 103 a 95, com 27 segundos para o fim. Corey Brewer ainda tentou de três, mas em vão.

O Clippers está agora com 20 vitórias e 11 derrotas. Já o Nuggets possui 18 triunfos em 34 partidas.

Destaques

Denver

Arron Afflalo: 20 pontos, seis rebotes
Jordan Hamilton: 18 pontos, sete rebotes, 4-5 em três pontos
Kenneth Faried: 12 pontos, nove rebotes
Corey Brewer: 12 pontos
Al Harrington: 11 pontos, seis rebotes, cinco assistências, 3-13 em arremessos

L.A. Clippers

Chris Paul: 36 pontos, nove assistências
Blake Griffin: 27 pontos, 12 rebotes, cinco assistências
DeAndre Jordan: dez pontos, 16 rebotes, três bloqueios
Randy Foye: 11 pontos, quatro rebotes
Caron Butler: seis pontos

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • Julio Zago

    Desde o início da liga eu digo que tenho simpatia pelos Wolves apesar de não ser torcedor, é um time que me agrada ver jogar, Rubio e Love são dois gigantes e podem sim conduzir a equipe aos playoffs, não mais do que isso por ora, mas podem chegar sim. Com o passar dos jogos a equipe vem se entrosando e ficando mais confiante, já está longe de ser a piada do ano passado, contudo eu ainda espero mais de Willians e um Center melhor do que o Pekovic.
    Gustavo, é verdade que vocês estão procurando colaboradores para o site? quais os requisitos para se inscrever? Se possível, mande essas informações no meu mail, por favor. Obrigado.