epa04771725 The NBA Western Conference Champions Golden State Warriors hold up their trophy after defeating the Houston Rockets in the NBA Western Conference Finals, Game Five at Oracle Arena in Oakland, California, USA, 27 May 2015. The NBA Western Conference Champions Golden State Warriors defeated the Houston Rockets to advance to the NBA Finals to play against the NBA Eastern Conference Champions Cleveland Cavilers. EPA/JOHN G. MABANGLO CORBIS OUT

Foram 40 anos de espera até que o Golden state Warriors pudesse novamente pendurar o tradicional banner de campeão da NBA. Embora a cerimônia oficial só aconteça no primeiro jogo da equipe na temporada regular, contra o New Orleans Pelicans em 27 de outubro, a equipe que bateu o Cleveland Cavaliers na última final da Liga já levantou seu primeiro “bandeirão” no centro de treinamentos da equipe.

Reprodução: Instagram

Reprodução: Instagram

O brasileiro Leandrinho Barbosa, cujo nome aparece bem no topo da peça, postou a imagem acima em seu perfil do Instagram com a legenda Sweet!! (doce). Todos os atletas que participaram da campanha tiveram seus nomes colocados no banner.

Leandrinho renovou contrato com a equipe e receberá US$ 2.5 milhões de dólares pela temporada 2015/16. Ele foi o segundo brasileiro a conquistar o título da maior liga de basquete do mundo, já que Tiago Splitter havia conquistado o anel de campeão um ano antes pelo San Antonio Spurs.

Imagem (destaque): NY Post

  • Zack Batista

    Barbosa, esteja vc, Vareja, Splitter, Nenê, Hettsheimeir, Faverani, A.Garcia, Huertas e Raulzinho na seleção ano q vem no Rio, ok!?

    Faz favor, Olivinha, Mineiro e Leo, estejam no Rio tbm(não como atletas…rs), mas sendo entregadores de gatorade e de toalhas pros caras q são jogadores de verdade, valeu!? rsrs =D

    • doug

      Faça isso não, cara…os caras são atletas profissionais. Se não têm nível de NBA, e realmente não têm, paciência…

      • Zack Batista

        Eu sei q são atletas profissionais, Doug, mas não estão em nível de vestir a camisa amarelinha pra jogar em torneios de alto rendimento(e olha q esse pré-olímpico está cheio de desfalques de outras seleções tbm…daí vc tira). Repito: sou a favor de jovens valores nacionais de irem experimentar a sistemática do basquete europeu. Ali vc realmente percebe se o cara tem mesmo o potencial q muitos amantes do esporte sugerem e afirmam.

    • Antonio Ricardo

      Perdão. Olivinha e mineiro com certeza não deverão ir, pela boas opções q a seleção tem pro garrafão,mas o Léo Meindl tinha q ir pra pegar experiencia com a seleção ja q é uma das maiores promessas do Brasil no basquete e tbm não fez um campeonato tão ruim assim.tirando o fato q o brasil não tem muitas opções para as Alas só ele o Marquinhos e o Caboclo,então na minha opinião a ida dele para as olimpíadas e bem interessante para o futuro da seleção e tbm ele não ia comprometer no presente pq já é um bom jogador com nivel de seleção
      se não foce assim não jogaria em uma das melhores equipes do Brasil,se não a melhor q é o Bauru

      • Zack Batista

        Na minha opinião q acompanho o basquete internacional há um tempinho, vejo a importância de um atleta brasileiro em pegar uma bagagem internacional antes mesmo de querer galgar um espaço em nossa seleção. E isso espero que o Meindl consiga. Ele precisa ser testado na Europa, se almeja algo de interessante na carreira, de fato.

        Jogador só de NBB não vinga na seleção, qdo o torneio se exige mais. No Sul-Americano e Pan até vai… Mas se tratando de pré-olímpico, mundial e olimpíada, esqueça.

        • Antonio Ricardo

          Sim mas hj o NBB já e um campeonato de alto nível no basquete FIBA superior até q alguns campeonatos Europeus perdendo apenas para Espanha,Turquia e talvez a Itália e é claro a Euroleague a maior da Europa e o fato dele ter atuado com a seleção de base já dá até uma certa experiencia internacional msm sendo em campeonatos de base não deixa de ser experiencia internacional fora o fato como eu ja citei acima não tem jogadores muito melhor q ele na posição dele não.
          E ele indo para as olimpíadas era uma visibilidade a mais para ele ir pra europa

          • Zack Batista

            Rsrsrs… O NBB nem é o melhor campeonato da America Latina, ainda mais pensar em comparar com ligas européias…rs.. O porto-riquenho é melhor na região, diga-se.

            Acima da NBB, na Europa, posso citar: Espanha, Rússia, Turquia, Itália, Grécia, Alemanha, França, Sérvia, Lituânia, Israel(disputa na Europa) e até a liga da Ucrânia, pode se dizer…rs.. O basquete nacional e a sua liga melhorou sim, mas ainda está em um nível intermediário no basquete internacional.

          • Antonio Ricardo

            Discordo em relação a não ser o maior da America latina tanto q teve times do nbb ganhando as ultimas três edições da competição mais acirrada das americas FIBA Americas Leagues a ultima inclusive encima do time mais qualificado de porto rico.
            ja em relação aos campeonatos europeus q vc sitou a NBB considero estar no msm nível do campeonato alemão francês lituano e servio perdendo como ja disse antes para a ACB o turco o Italiano e o russo(havia esquecido de citar) Superior ao de Israel,pois eles so tem o Macbi Tel Aviv de time q quase sempre consegue marca presença na euroleague e o grego q um campeonato q passa por graves crises financeiras e só tem dois clubes de bom nível Panatinaikos e Olympiakos e nem são tudo isso tanto q sua seleção só conta com três jogadores atuantes em seu país,Seleção bem mais ou menos por sinal.e Ucraniano fala serio forço a barra amg

          • Zack Batista

            Demorou pra me responder e ainda pesquisou mal…rsrs

            Abçs

  • Rafael Victor

    Legal!