LeBron exalta fãs do Heat após recepção calorosa: “Eles são ótimos”

LeBron James chegou a Miami dizendo que não devia desculpas aos torcedores do Heat. E a torcida que foi ao AmericanAirlines Center neste Natal não estava atrás de uma retratação. O ala, que ganhou quatro títulos de conferência e dois campeonatos pela franquia, foi recebido com aplausos de pé dos presentes em seu retorno à cidade após a saída para o Cleveland Cavaliers.

“Eu joguei um excelente basquete aqui. Sinto falta do nosso time e da camaradagem que tínhamos uns com os outros. Juntos, nós construímos algo que vai durar para sempre. E, olha, acho que essa torcida é ótima. Eles mostram sua lealdade sempre que possível”, elogiou o astro, que recebeu o carinho dos fãs na apresentação das equipes e em um dos tempos técnicos do primeiro quarto, quando uma homenagem em vídeo foi exibida no telão.

Antes do jogo, Dwyane Wade acreditava e esperava que os torcedores locais fossem receber seu ex-companheiro de elenco com o respeito que merecia. A reação deixou-o orgulhoso e satisfeito. “Tudo aconteceu exatamente da forma como deveria acontecer. Não há nenhum motivo para se dizer algo de negativo sobre LeBron aqui”, cravou o líder do Heat.

Em quadra, LeBron e Wade se abraçaram, conversaram aos risos na mesa de transmissão da televisão e tiveram um grande confronto. O ala do Cavaliers marcou 28 pontos, pegou cinco rebotes e deu oito assistências. Mas foi o ala-armador do Heat quem saiu com o maior sorriso no rosto: deixou as quatro linhas com 31 pontos, cinco rebotes, cinco assistências e a vitória por 101 a 91.

“Nós não brigamos, sabe? Jogamos um contra o outro por outros sete anos. Não foi nada de estranho. Não era como se nunca tivéssemos nos enfrentado na carreira. Jogamos juntos por um período de tempo e, agora, estamos novamente na situação de anos atrás e eu fiquei aqui”, explicou Wade, que já havia provado que a amizade com o astro de Cleveland não terminou na noite anterior, quando recebeu o amigo em sua casa para a ceia de Natal.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • pedrokadf

    A torcida do Heat não teria pq vaiar, foram 4 anos, 2 titulos, um excelente basquete apresentado por james…
    Ele voltou pra casa (cleveland), algo que ele tinha q fazer, ngm o condena por isso, agora se ele fosse pra q q outra equipe a não ser o cavs, acho q a recepção não seria nem um pouco calorosa…
    Sua história está marcada no Heat, quem sabe a camisa 6 não seja aposentada um dia, quem sabe ele volta a jogar pelo heat…

    • Marcelo

      Educação foi o que foi visto naquela situação.

    • Seijinkari

      Pat deixou claro que Lebron não fazia parte do “Heat family for live”, o maximo que vai receber em Miami é mesmo o video tributo
      Camisolas aposentadas wade, haslem e talvez Bosh.
      Acho que mesmo que o Lebron nao venha a ganhar nada em Cleveland a camisola vai ser aposentada lá

      • alysonegomes

        Camisa aposentada dessa geração é Wade – Haslem – Bosh. E me arrisco a dizer Chalmers também. Se ele não sair do miami e terminar a carreira aqui pode ter a camisa aposentada sim.

  • leandro

    Lebron deve ter pensado:
    “Aonde eu estava com a cabeça quando decidi sair daqui…”

  • Seijinkari

    Lebron ficou bastante emocionado com o video tributo, quem viu ele a bater na cabeça antes do Lance livre? xD

  • matheus groovibe

    Torcida do Miami, tá de parabéns !!! Pode até não lotar tanto o ginásio mas está longe de ser a menos barulhenta.
    Lebron fez história por lá e foi legal vê-lo emocionado !!!

  • Ives Joel

    Lebron James não devia ter saído do Heat… Desculpem mas para mim foi um erro… Sempre achei…

  • Murilo Moore

    Miami Heat é a segunda casa do LeBron, tipo uma casa de praia entende? Foi pra lá, conseguiu seus títulos, e agora voltou pra casa para uma missão bem mais difícil… vencer um campeonato com o Cavs. Mas acho que sem dúvida nenhuma, se tivesse permanecido em Miami, ganharia muito mais títulos… mas foi a escolha do cara…