Rodada ainda teve vitórias de Magic, Kings, Bulls e Rockets

O New York Knicks deu um prêmio ao torcedor que esteve no Madison Square Garden na noite desta quarta-feira. Com uma atuação de luxo no primeiro tempo, a equipe do armador Jeremy Lin atropelou o Atlanta Hawks (desfalcado de Joe Johnson). O resultado final de 99 a 82 não deu dimensão da superioridade dos nova-iorquinos na partida.

O time da casa teve um primeiro tempo primoroso nos dois lados da quadra. Anotando 30 pontos em cada um dos dois quartos e permitindo menos de 20 para os adversários, o Knicks disparou no placar e não deu a menor chance ao Hawks.

Já nos 24 minutos finais, com a vitória virtualmente garantida, os locais relaxaram e viram a diferença cair um pouco. No entanto, nada que colocasse em risco o tranquilo triunfo.

Lin saiu de quadra com 17 pontos e nove rebotes. O Knicks ainda teve o ala-pivô Steve Novak com 17 pontos também. Porém, mesmo com a derrota, o armador Jeff Teague (18) foi o cestinha da noite no MSG.

Destaques

Atlanta

Jeff Teague: 18 pontos
Willie Green: 16 pontos, quatro rebotes, quatro assistências
Josh Smith: 13 pontos, sete rebotes, quatro roubos de bola

New York

Jeremy Lin: 17 pontos, nove assistências
Steve Novak: 17 pontos
Landry Fields: 16 pontos, sete rebotes
Carmelo Anthony: 15 pontos
J.R. Smith: 12 pontos, cinco rebotes, cinco roubos de bola

Sacramento Kings 115 X 107 Washington Wizards

No confronto entre duas das piores equipes da liga, o Sacramento Kings viajou até a capital dos EUA e deu fim à incômoda série de seis jogos sem vitórias passando pelo Wizards.

Após ter o controle da partida no primeiro tempo, a equipe da casa permitiu o crescimento do adversário e acabou sendo incapaz de parar a reação dos visitantes. Com uma parcial de 27 a 18 no último quarto, o Kings concretizou a virada que ensaiava desde o início do terceiro período e sacramentou o quarto revés consecutivo do Wizards.

Apesar da derrota, o ala-armador Jordan Crawford foi o cestinha da partida com 32 pontos. O também ala-armador Tyreke Evans foi o destaque do outro lado, deixando a quadra com 22 pontos.

Destaques

Sacramento

Tyreke Evans: 22 pontos, seis rebotes
Marcus Thornton: 22 pontos
Isaiah Thomas: 18 pontos, seis assistências
DeMarcus Cousins: 16 pontos, 16 rebotes
Francisco Garcia: 12 pontos, cinco rebotes

Washington

Jordan Crawford: 32 pontos
John Wall: 21 pontos, nove rebotes, 11 assistências, cinco erros de ataque
Nick Young: 17 pontos

Orlando Magic 108 X 91 New Jersey Nets

Jogando fora de casa, o Orlando Magic não teve dificuldades para alcançar a 22ª vitória na temporada. O time comandado pelo treinador Stan Van Gundy superou o New Jersey Nets, aproveitando-se da ausência do ala-pivô Kris Humphries.

O triunfo foi construído ainda no primeiro período, com um início arrasador dos visitantes. Sob o comando de Dwight Howard e Jameer Nelson, o Magic não teve problemas para disparar no marcador e abrir diferença próxima dos 20 pontos. A partir de então, bastou administrar o resultado para comemorar uma fácil vitória.

Como de costume, o pivô Dwight Howard foi o maior anotador do time da Florida, com 20 pontos. No entanto, os locais tiveram o cestinha da noite: o novato MarShon Brooks (24).

Destaques

Orlando

Dwight Howard: 20 pontos, 17 rebotes
Glen Davis: 16 pontos
Ryan Anderson: 14 pontos, nove rebotes
J.J. Redick: 12 pontos, seis assistências
Chris Duhon: 11 pontos
Jameer Nelson: dez pontos, sete assistências
Hedo Turkoglu: dez pontos

New Jersey

MarShon Brooks: 24 pontos, cinco rebotes
Deron Williams: 23 pontos, seis rebotes, oito assistências, sete erros de ataque
Brook Lopez: 15 pontos

Philadelphia 76ers 87 X 93 Houston Rockets

O Houston Rockets fez jus ao seu mando de quadra e conseguiu uma difícil vitória sobre o Philadelphia 76ers. Enquanto os texanos venceram a terceira consecutiva, o time visitante (quarto da conferência Leste) acabou perdendo pela quinta vez seguida.

A vitória local foi garantida no último período. No início dos 12 minutos decisivos, o Sixers liderava por quatro pontos, mas permitiu a reação do oponente. Nos dois minutos finais, a equipe da casa anotou dez dos 13 pontos derradeiros para disparar no marcador e, com excelente aproveitamento nos lances livres, assegurar o resultado positivo.

O ala-pivô argentino Luis Scola foi o principal anotador do Rockets, com 19 pontos. O pivô Nikola Vucevic, por sua vez, fez 18 pontos para o time da Philadelphia.

Destaques

Philadelphia

Nikola Vucevic: 18 pontos, oito rebotes, três tocos
Lou Williams: 17 pontos, seis rebotes
Thaddeus Young: 15 pontos
Jodie Meeks: 14 pontos
Andre Iguodala: 11 pontos, quatro rebotes, quatro assistências, cinco roubos de bola

Houston

Luis Scola: 19 pontos, dez rebotes
Kevin Martin: 16 pontos
Kyle Lowry: 13 pontos, oito rebotes, cinco assistências
Chandler Parsons e Patrick Patterson: 12 pontos cada
Goran Dragic: 11 pontos

Milwaukee Bucks 91 X 110 Chicago Bulls

Atuando em seus domínios, o Chicago Bulls alcançou a 27ª vitória na temporada sem grandes dificuldades. Com o primeiro triplo-duplo da carreira do pivô Joakim Noah, a equipe derrotou o Milwaukee Bucks – atual 10º colocado da conferência Leste.

O time da casa venceu todos os quartos do jogo e construiu com segurança uma diferença significativa. Depois de abrir sete pontos de dianteira no primeiro período, Chicago nunca ficou menos do que cinco pontos a frente do adversário – o que dá uma ideia da tranquilidade do triunfo.

Cada um dos times acabou a partida com um dos cestinhas da noite: o ala-pivô Carlos Boozer (Bulls) e o armador Brandon Jennings (Bucks) anotaram 20 pontos.

Destaques

Milwaukee

Brandon Jennings: 20 pontos, cinco assistências
Ersan Ilyasova: 15 pontos
Jon Leuer: 14 pontos
Shaun Livingston: 12 pontos

Chicago

Carlos Boozer: 20 pontos, sete rebotes
Derrick Rose: 16 pontos, sete assistências
Luol Deng: 16 pontos, cinco rebotes
Ronnie Brewer: 15 pontos
Joakim Noah: 13 pontos, 13 rebotes, dez assistências
Kyle Korver: 11 pontos

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Julio Zago

    Hoje poderemos ver o fenômeno Lin no Space. Será que o cara vai ser capaz de derrotar Lebron e Cia? Ainda bem que os Knicks descobriram esse cara para a armação, a equipe estava num desânimo de dar medo, ainda duvido que a equipe tenha grandes pretensões, mas pelo menos os playoffs não parecem mais correr perigo.

    • L Out

      Concordo… Tá dando gosto ver o Knicks jogar, mesmo eu torcendo pro Miami =p