Lou Williams faz história e torna-se maior “pontuador reserva” da NBA

Lou Williams é um dos jogadores da atualidade que resumem a função de “sexto jogador” na NBA. E, agora, o armador do Los Angeles Clippers pode afirmar que reescreveu a história da liga nessa função. Depois de marcar 34 pontos na vitória dos angelinos sobre o Boston Celtics, nesta segunda-feira, ele passou Dell Curry para tornar-se o atleta com mais pontos saindo do banco de reservas na NBA.

“Ser o maior de todos os tempos em alguma coisa, não importa o que seja, sempre será especial. Eu sou um ‘sexto jogador’ e fiz carreira saindo do banco de reservas, então ter a oportunidade de dizer que sou o maior da história nesse papel é tudo o que poderia pedir”, celebrou o jogador de 32 anos, que atingiu a marca de 11.154 pontos marcados em partidas onde não foi titular na liga.

A trajetória de Williams na NBA, de fato, foi trilhada saindo do banco: ao longo de 14 temporadas como profissional, ele fez parte do quinteto inicial em apenas 109 de 923 partidas realizadas. O veterano lidera os reservas em média de pontuação na temporada (20.4) e já acumula 28 atuações com 30 ou mais pontos iniciando jogos como suplente na carreira – outro recorde histórico da liga.

“Lou é muito habilidoso, inteligente e capaz de pontuar desde sempre. Eu o vi pela primeira vez quando ainda estava no colegial: ele chegou atrasado ao treinamento, entrou em quadra e ‘destruiu’ todo mundo. Essa é a sua carreira na NBA: ele veste o uniforme e simplesmente pontua. Tem uma capacidade especial para colocar a bola na cesta”, definiu o treinador do Celtics, Brad Stevens.

Mas engana-se quem acha que Williams é só um pontuador: mesmo não sendo um dos titulares, o cestinha é uma referência técnica inquestionável nos bastidores do Clippers. “Lou é o nosso líder. Tem um jogo tão leve, natural e sempre cresce nos momentos decisivos, em que mais precisamos. É aquele cara que, quando fala, todos param e escutam”, exaltou o armador Patrick Beverley.

Ninguém joga basquete desde criança ou chega à NBA sonhando em ficar no banco. Foram as circunstâncias da carreira, as características do jogo e as preferências de técnicos que fizeram o veterano virar um suplente. Foi um papel que não aceitou de cara, mas, depois de quase 1.000 jogos e dois prêmios de melhor reserva da NBA, ele considera ser uma benção e sua identidade no esporte.

“Levou tempo para que eu ‘abraçasse’ essa função. Ficava ressentido, lá no começo da carreira, em ser reserva. Mas, depois de um tempo, você consegue ver a beleza e diversão por trás disso. Abracei esse papel e fui além: ser reserva, hoje, é minha cara. Acho que é o que me faz especial na NBA, na verdade. Virou parte do meu legado e como as pessoas vão lembrar de mim”, concluiu Williams, que saiu da segunda rodada do draft de 2005 – e do banco – para fazer história.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Marcos Gordinho

    O cara gosta tanto da reserva que até tinha uma esposa reserva. Huahuahua!!!

    • Guilherme Petros

      ah, mas ali é duas titulares, sem miséria

      • Marcos Gordinho

        Huahuahua!!! E o cara ainda tinha fôlego para sair depois das partidas fora de casa azarando mais.

  • Leonardo Takara

    Não vai ter fantasy essa semana?

    • jetro

      2!!!! hahahah

      • Leonardo Takara

        Não entendi… kkkkkk

        • Caseh

          3!

  • Marco Antônio DE Paula

    Pegou uma defesa carne assada e deitou e rolou. Simples, mas nada demais.

  • Mavscelo

    Monstro

  • Dudu Ferrero

    é complicado quando um reserva joga mais de 30min, eu o considero um titular que apenas começa no banco… o cara falar q é reserva entrar no meio do 1Q e 3Q e nao sair mais…. sei la

    • Pois é. No caso, existem alguns jogadores do banco do Clippers que começam os jogos. Auahuhahua.
      Mas taticamente é uma coisa muito inteligente no jogo. Rodar os jogadores bem ganha campeonatos.

    • João Víctor Matos

      Ele nessa temporada tem 26 min apenas de média. Só 1min a mais que o Shai e 2 min a menos que o Shamet desde que ele chegou. Bradley também tinha 3 min a mais em quadra do que ele até ser trocado.

  • Jamal Crawford?

    • Bruno Macedo

      Isso que pensei Jamal, foi mil vezes o melhor reserva, pra mim ele era disparado quem mais fez pontos KKK, pelo que eu sei ele é o jogador que mais fez jogadas de 4 pontos a chamada cesta e falta na linha dos 3, se o Harden não já passou né kkkk.

      • Caseh

        Se ele fosse menos tijoleiro já seria o primeiro há tempos… kkkk

    • Elias Ferreira

      Jamal tá em terceiro Lauro, logo logo ele passa o Dell Curry.

  • Guilherme Fonseca

    Manu é o maior 6th da história!

    • Michel Moral

      Não porque Manu não foi sexto homem durante a maior parte da carreira, apenas no final.

      • Guilherme Fonseca

        Errado! Manu foi mais titular do que reserva apenas em 3 das 16 temporadas. Ele veio do banco em mais de 65% dos jogos durante a carreira na NBA.

        https://uploads.disquscdn.com/images/281533e1552550c1c25125e4328b7d516c7225842912578f27f4b84e5224cfa2.png

        • Michel Moral

          É verdade.

          Manu foi mais reserva que titular. Eu não tinha feito esse levantamento. Esses números o credenciam para ser considerado reserva.

          A briga é boa. Jamal Crawford também é uma grande opção.

          Mas Lou nao deve ter feito nem 10% dos jogos que disputou como titular. Isso jogando em “n” franquias diferentes com “n” sistemas diferentes. Sempre foi destaque.

          Ainda fico com Lou.

          O que eu concordo com vc é que Manu é maior do que Lou. Pq venceu muito mais e tal. Mas como reserva, Lou ainda é a personificação, ao lado de Crawford, de “jogador perfeito”.

          • Guilherme Fonseca

            E analisando os stats no site do basketball reference, o interessante é que o Manu e o Lou têm apenas 1 temporada com mais de 30 minutos por jogo, com média de 25 na carreira, enquanto o Jamal jogou várias temporadas com mais de 36 minutos por jogo. Particularmente acho que o Manu é o maior pelo contexto, pelos títulos e tals. Posso soar meio clubista, mas pra mim Manu é top 5 ou 6 SG da história.

          • Lucas Henrique

            Em uma liga com Jordan, Kobe, Wade, Jerry West, Drexler, Harden, REGGIE MILLER, Ray Allen, Iverson, GEORGE GERVIN…etc

            Manu n entra nem no top10, talvez num top15

          • Guilherme Fonseca

            Muito subjetivo definir como alguém é melhor que outro. Qual o critério? Títulos? Maior pontuação/assistência/rebotes?
            Se analisarmos conquistas, desses que vc citou apenas MJ e Kobe estariam a frente, com o Wade praticamente empatado. West foi PG, Gervin e Iverson flutuaram a carreira em mais de uma posição. Harden nem entro no mérito pois está em seu auge, ainda tem muito a jogar na liga, mas provavelmente estará a frente. Os demais citados (além dos não citados) cairiam no gosto pessoal. A carreira do Manu foi além da NBA, sendo MVP na Europa e campeão olímpico.
            Os números dele e do Tony poderiam ser muito mais inflados por conta da era Pop e Duncan. Imagine como eles sairiam em um time onde teriam mais protagonismo?
            No mais posso ter exagerado no top 5, mas tranquilamente estaria num top 10.
            Importante mesmo foi poder ter acompanhado a carreira dele e de tantos outros excelentes jogadores que jogaram e ainda jogarão.
            Abraços!

          • Lucas Henrique

            Acho Manu um excelente jogador, mas daí colocar um cara que teve sua carreira quase inteiramente vindo do banco como top5 ou top10 SG da história é demais pra mim, mas respeito sua opinião, e entendo que o nome Ginobli é muito forte, tanto é que você diz que Harden provavelmente estará a frente do Manu, onde pra mim não tem nem comparação, pelo o que já fez Harden ao meu ver já é muito mais jogador que Manu, mas muito mesmo, um cara que a 5 anos sempre tá na disputa por MVP ao meu ver não pode nem ser comparado com Manu

          • Timóteo Rezende Potin

            Acho quase injusto colocar Manu na disputa. Ele claramente tinha bola pra ser mais individualmente do que foi, mas sempre abriu mão do protagonismo em prol do time. Das 3 temporadas em que o time precisou que ele fosse titular, em 2 ele foi all-star. Ele foi All-NBA sendo reserva (dei uma olhada superficial mas creio que ele foi o unico na historia). Além da carreira fora da NBA (Euroliga, Olimpiada e os caralhos, aliás, unico nao-americano a vencer a NBA, as Olimpiadas e a Euroliga e sendo protagonista em todas as conquistas). Manu tem uma das carreiras mais fodas da historia do basquete mundial. Com certeza ele é top 10 sg da historia da NBA. Deixa o Barba ficar disputando o MVP que o Manu ta la pra dar o block game winner da série de playoffs nele.

          • Guga Goll

            Top5 é demais mesmo, mas Top10 ele é. Manu foi um excelente jogador, em todos os aspectos da palavra, pontuador, defensor, bom de elenco, enfim, um astro. Sobre a reserva, deixa o prêmio com o bigamo, Manu é muito maior que isso.

          • Diego Costa

            Exagero. Tem no mínimo 10 muito melhores.

          • Meu nome é Chamberlein

            Sim bem clubista

            “Manu é top 5 ou 6 SG da história”

  • Torugo

    joga dms ce doido mt ligeiro

  • Gustavo

    O maior bígamo da história da NBA, sem dúvida nenhuma!

  • Elias Ferreira

    Grande Lou, jogador muito massa de se ver jogar. Jamal Crawford vem logo em seguida, logo logo se torna o segundo no ranking desse quesito!

  • Timóteo Rezende Potin

    Tenho a impressão que Lou Williams é um dos jogadores que mais facilmente é capaz de fazer uma espécie de bola de neve quando ta bem no jogo na liga, junto com Klay Thompson e Stephen Curry por exemplo. Tem uns jogos que ele parece que pega fogo e pontua de tudo que é jeito. Isso faz dele o “reserva ideal” na liga hoje.