Magic consegue manutenção de agentes livres e traz Al-Farouq Aminu

O Orlando Magic começou a offseason priorizando as renovações contratuais com seus agentes livres. Ao final das primeiras 24 horas de agência livre, os executivos da franquia podem dormir com a sensação de dever cumprido. A equipe da Flórida conseguiu agir rápido e assegurar a permanência no elenco do armador Michael Carter-Williams, do ala-armador Terrence Ross e o pivô Nikola Vucevic.

O maior dos vínculos apalavrados, logicamente, foi para o astro da companhia. De acordo com Marc Stein, do jornal The New York Times, Vucevic receberá US$100 milhões em salários totalmente garantidos pelas próximas quatro temporadas. O montenegrino de 28 anos, primeiro all-star da franquia em mais de meia década, nunca escondeu que tinha pleno desejo de permanecer em Orlando.

“Eu só falei para o meu empresário sobre o que gostaria em um novo contrato e as negociações correram muito tranquilamente. Havia outros interessados, mas sinto-me muito bem com os resultados. Sinto que foi a recompensa pelo trabalho que fiz nos últimos anos aqui. Significa bastante para mim. Estou realmente contente”, comemorou o pivô europeu, em entrevista ao site HoopsHype.

A notícia da extensão de contrato de Ross veio logo em seguida. O empresário do atleta, Aaron Mintz, revelou que o principal reserva do Magic renovou seu vínculo por quatro temporadas e receberá US$54 milhões no período. Já nessa segunda-feira, o time confirmou a manutenção de Carter-Williams até o final da próxima temporada, por valores ainda não conhecidos.

Mas sobrou tempo ainda para um investimento inesperado por parte de Orlando: o ala Al-Farouq Aminu é o novo reforço da equipe. Segundo Adrian Wojnarowski, da ESPN, o ex-jogador do Portland Trail Blazers vai assinar contrato de três temporadas que renderá US$29 milhões em salários. San Antonio Spurs, Los Angeles Clippers e Houston Rockets também tinham interesse no nigeriano.

O Magic ainda tem cinco agentes livres em seu elenco, mas nenhum gera grande interesse no mercado: Amile Jefferson, Troy Caupain, Jerian Grant, Jarell Martin e Khem Birch. De todos, só os dois últimos parecem ter chances reais de seguirem no elenco.