Malik Monk é suspenso pela NBA por violação da política antidrogas

A melhor fase da carreira profissional de Malik Monk não durou muito tempo. De acordo com Shams Charania, do portal The Athletic, a NBA suspendeu o jovem ala-armador do Charlotte Hornets por conta de uma violação não revelada da política antidrogas da liga. O atleta está afastado das quadras por tempo indeterminado, o que não é uma decisão usual nesse tipo de infração.

O “gancho” sem prazo para terminar seria motivada pela postura do jogador de 22 anos diante da situação. Ao que tudo indica, ele pode não estar cooperando com a apuração dos examinadores da NBA ou recusando-se a participar de um programa de reabilitação. É possível que, se não mudar essa conduta inadequada, o reserva não volte a atuar nessa temporada.

“Nós estamos decepcionados com as decisões tomadas por Malik, que resultaram em sua suspensão. Como organização, não aceitamos o seu comportamento no momento. Estamos comprometidos, porém, em apoiá-lo durante esse período”, declarou o Hornets, por meio de nota oficial.

Selecionado na 11ª posição do draft de 2017, Monk tinha médias de quase 18.0 pontos por partida em fevereiro e acabou de iniciar o primeiro jogo da carreira como titular, na derrota contra o Indiana Pacers. O ala-armador, que chegou “badalado” após apenas uma temporada na Universidade de Kentucky, registra médias de 10.3 pontos, 2.9 rebotes e 2.1 assistências na atual campanha.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.