March Madness – Atual campeão, Villanova é eliminado por Wisconsin

Região Leste

(8) Wisconsin 65 x 62 Villanova (1)

Wisconsin
Nigel Hayes: 19 pontos e oito rebotes
Bronson Koenig: 17 pontos
Ethan Happ: 12 pontos, oito rebotes e dois tocos

Villanova
Josh Hart: 19 pontos
Donte DiVincenzo: 15 pontos, sete rebotes e três roubadas de bola
Jalen Brunson: 11 pontos

 

(5) Virginia 39 x 65 Florida (4)

Virginia
Jack Salt: oito pontos e dez rebotes

Florida
Devin Robinson: 14 pontos e 11 rebotes
Justin Leon: 14 pontos e dez rebotes


Região Oeste

(8) Northwestern 73 x 79 Gonzaga (1)

Northwestern
Bryant McIntosh: 20 pontos e oito assistências
Vic Law: 18 pontos, oito rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Scottie Lindsey: 12 pontos

Gonzaga
Nigel Williams-Goss: 20 pontos, oito rebotes e quatro assistências
Zach Collins: 16 pontos, cinco rebotes e quatro tocos
Jordan Mathews: 14 pontos, sete rebotes e três roubadas de bola

 

(7) Saint Mary’s 60 x 69 Arizona (2)

Saint Mary’s
Jock Landale: 19 pontos, 11 rebotes e quatro assistências
Calvin Hermanson: 14 pontos
Tanner Krebs: 12 pontos

Arizona
Lauri Markkanen: 16 pontos, 11 rebotes e dois tocos
Allonzo Trier: 14 pontos e seis rebotes
Dusan Ristic: 13 pontos
Kadeem Allen: 12 pontos e três roubadas de bola

 

(5) Notre Dame 71 x 83 West Virginia (4)

Notre Dame
Bonzie Colson: 27 pontos, oito rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Steve Vasturia: 11 pontos e quatro rebotes

West Virginia
Jevon Carter: 24 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Daxter Miles Jr.: 18 pontos e três roubadas de bola
Tarik Phillip: 12 pontos e quatro rebotes
Esa Ahmad: 11 pontos e nove rebotes
Elijah Macon: 11 pontos e quatro rebotes

 

(11) Xavier 91 x 66 Florida State (3)

Xavier
Trevon Bluiett: 29 pontos e seis rebotes
Kaiser Gates: 14 pontos, seis rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Tyrique Jones: 13 pontos e quatro rebotes
Sean O’Mara: 11 pontos, cinco rebotes e três tocos

Florida State
Dwayne Bacon: 20 pontos e cinco rebotes
Xavier Rathan-Mayes: 16 pontos e sete rebotes
Jonathan Isaac: oito pontos e dez rebotes


Região Meio-Oeste

(5) Iowa State 76 x 80 Purdue (4)

Iowa State
Deonte Burton: 25 pontos e quatro rebotes
Matt Thomas: 20 pontos, seis rebotes e 9-11 nos arremessos de quadra
Monte Morris: 18 pontos, quatro rebotes, nove assistências e três roubadas de bola

Purdue
Caleb Swanigan: 20 pontos, 12 rebotes e sete assistências
Vince Edwards: 21 pontos, dez rebotes e quatro assistências
Isaac Haas: 14 pontos


Região Sul

(12) Middle Tennessee 65 x 74 Butler (4)

Middle Tennessee
Jacorey Williams: 20 pontos e nove rebotes
Antwain Johnson: 19 pontos e seis assistências
Reggie Upshaw: 12 pontos e quatro rebotes

Butler
Kelan Martin: 19 pontos, seis rebotes e quatro assistências
Andrew Chrabascz: 15 pontos
Kamar Baldwin: 13 pontos, quatro rebotes e quatro assistências

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • TRUETHIAGO

    Agora sim, começou o March Madness kkkkkk

    Que vitória de Wisconsin! E que final de jogo, típico de uma decisão. Eu alertei que o caminho de Villanova estava bastante encardido, embora a expectativa fosse um confronto contra Duke no Elite 8.

    West Virginia fez uma pressão linda em Notre Dame, defendeu demais, forçou um monte de TO’s nas saídas de bola. Individualmente não é um time tão talentoso, mas se supera em termos organização e sistema de jogo.

    Xavier passou o carro em Florida State, baita upset. Apesar da derrota, o Isaac realmente é um ótimo potencial, a despeito de comparações exageradas com Durant, escolha certa no top 10.

    Purdue e Iowa State foi jogão, Swanigan provavelmente deve subir nas projeções com essas atuações que vem tendo, ontem deu uns passes muito bons, mostrando técnica e visão nesse papel de criador a partir do garrafão. Só acho ele um pouco parrudo, vai precisar maneirar no bacon/hamburguer quando estiver na NBA.

    Northwestern e Saint Mary’s também deram trabalho para Gonzaga e Arizona.

    • Bruno Bilheiro

      Você acha o swanigan parrudo?
      Esse cara devia pesar uns 200k. Depois dá uma pesquisa na história dele, é muito legal.

      • TRUETHIAGO

        Caramba! Ele chegou a pesar 180kg??? Não sabia dessa história dele, irreconhecível naquele vídeo (de camiseta amarela). Meu comentário foi mais visual mesmo, batendo o olho dá pra ver que ele tem um daqueles biotipos físicos com facilidade pra engordar…

        Fui até dar uma lida sobre, pelo jeito foi mais um desses que abusou dos fast foods americanos, e ainda tinha histórico de obesidade na família (pai diabetico e com +200kg).

        “Nascido em uma família pobre, Swanigan foi constantemente alimentado com baixo custo, alimentos de baixa qualidade como uma criança. Ele se encheu de pizza, fast food e sorvete. Se estivessem disponíveis, ele consumiria uma caixa inteira de cereais e um galão inteiro de leite para o café da manhã. “É muito mais caro comer saudável do que é comer insalubre”, disse Swanigan ESPN.”

        http://www.stack.com/a/purdues-caleb-swanigan-weighed-almost-400-pounds-in-8th-grade-is-now-the-best-player-in-the-big-10