March Madness – Justise Winslow lidera e Duke avança ao Elite 8

(1) Duke 63 x 57 Utah (5)

O novato Justise Winslow roubou a cena e foi o destaque de Duke na vitória sobre Utah por 63 a 57.

Com o pivô Jahlil Okafor carregado em faltas e limitado por uma marcação dobrada, o camisa 12 de Duke foi o cestinha da partida, com 21 pontos. Vale lembrar que Winslow é cotado para ser uma escolha de loteria no draft deste ano.

Com o triunfo, o time treinado por Mike Krzyzewski enfrenta a forte equipe de Gonzaga pelo Elite 8, neste domingo (29).

Duke
Justise Winslow: 21 pontos, nove rebotes e 8-13 nos arremessos de quadra
Tyus Jones: 15 pontos, quatro rebotes e 9-10 nos lances livres
Quinn Cook: 11 pontos e quatro rebotes

Utah
Brandon Taylor: 13 pontos, cinco rebotes e três roubadas de bola
Delon Wright: 12 pontos, seis rebotes e três roubadas de bola
Dallin Bachynski: 11 pontos e quatro rebotes
Jakob Poeltl: dez pontos, oito rebotes e três tocos


(2) Gonzaga 74 x 62 UCLA (11)

Gonzaga
Przemek Karnowski: 18 pontos, nove rebotes, dois tocos e 8-11 nos arremessos de quadra
Byron Wesley: 14 pontos e seis rebotes
Domantas Sabonis: 12 pontos e oito rebotes
Kevin Pangos: dez pontos
Kyle Wiltjer: oito pontos, dez rebotes e quatro assistências

UCLA
Tony Parker: 18 pontos e nove rebotes
Norman Powell: 16 pontos, seis rebotes e três tocos
Isaac Hamilton: 11 pontos, quatro rebotes e quatro assistências


(4) Louisville 75 x 65 N.C. State (8)

Louisville
Montrezl Harrell: 24 pontos, sete rebotes, quatro assistências e 9-12 nos arremessos de quadra
Terry Rozier: 17 pontos, 14 rebotes e quatro assistências
Wayne Blackshear: dez pontos
Quentin Snider: 14 pontos

N.C. State
Trevor Lacey: 18 pontos e cinco rebotes
Ralston Turner: 12 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Kyle Washington: 11 pontos


(3) Oklahoma 58 x 62 Michigan State (7)

Oklahoma
Buddy Hield: 21 pontos e quatro rebotes
TaShawn Thomas: 16 pontos, sete rebotes e dois tocos

Michigan State
Travis Trice: 24 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Denzel Valentine: 18 pontos, oito rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Branden Dawson: seis pontos e dez rebotes


Próximos jogos – Elite 8

28 de março – sábado

(1) Wisconsin x Arizona (2) – 19h09 – Staples Center, Los Angeles
(1) Kentucky x Notre Dame (3) – 21h49 – Quicken Loans Arena, Cleveland

29 de março – domingo

(4) Louisville x Michigan State (7) – 15h20 – Carrier Dome, Syracuse 
(1) Duke x Gonzaga (2) – 18h05– NRG Stadium, Houston

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • rubem

    Enfim vi um jogo bom do Montrezl Harrell e ontem o Terry Rozier jogou muito bem tb…Ontem Okafor tava muito marcado…o jogo de Duke x Utah foi um dos mais fracos de ontem apenas o Justise Winslow de que jogou bem nesse jogo…OKC e Michigan State foi muito fraco tb…teve uma hora que passaram quase 6min sem ninguem marcar 1 ponto sequer….UCLA me decepcionou…consequentemente Looney tb esperava mais…Esse time de Gonzaga nao me agrada.

  • TRUETHIAGO

    Michigan St está começando a lembrar UConn do ano passado, inclusive com sua versão de “Shabazz Napier” (Travis Trice) fazendo grandes jogos e sendo clutch.

    UCLA foi mais longe do que esperado, seria normal ter caído contra SMU logo no estreia. Quanto ao Kevon Looney é mais ou menos aquela coisa que eu tenho falado sobre o Kelly Oubre, são bem cotados mais por potencial futuro e envergadura física do que propriamente pela temporada que fizeram (com Zach LaVine no Draft passado idem) onde sequer podemos dizer que sejam/eram os melhores desempenhos do time, digamos assim.

    Duke X Gonzaga é outro daqueles confrontos difíceis de prever resultado. Okafor não terá vida fácil contra Karnowski; mas o Winslow tem sido cada vez mais consistente (na defesa sempre destacou) também no ataque e pode ser um diferencial na partida.