March Madness – Michigan elimina Houston com cesta no último segundo

Região Oeste

(3) Michigan 64 x 63 Houston (6)

Michigan
Moritz Wagner: 12 pontos e sete rebotes
Muhammad-Ali Abdur-Rahkman: 12 pontos
Charles Matthews: 11 pontos e cinco rebotes
Duncan Robinson: 11 pontos
Jordan Poole: oito pontos e a cesta da vitória

Houston
Rob Gray: 23 pontos, dez rebotes, quatro bolas de três pontos convertidas e 8-22 nos arremessos de quadra
Devin Davis: 17 pontos, sete rebotes e dois tocos

 

(4) Gonzaga 90 x 84 Ohio State (5)

Gonzaga
Zach Norvell Jr.: 28 pontos, 12 rebotes, quatro assistências e seis bolas de três pontos convertidas
Rui Hachimura: 25 pontos, cinco rebotes, quatro tocos e 9-11 nos arremessos de quadra
Josh Perkins: dez pontos e oito assistências

Ohio State
Keita Bates-Diop: 28 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Kam Williams: 19 pontos
C.J. Jackson: 18 pontos
Jae’Sean Tate: 11 pontos, sete rebotes e quatro assistências


Região Meio-Oeste

(2) Duke 87 x 62 Rhode Island (7)

Duke
Marvin Bagley: 22 pontos, nove rebotes e 8-10 nos arremessos de quadra
Gary Trent Jr.: 18 pontos, cinco rebotes, quatro assistências, três roubos de bola e quatro bolas de três pontos convertidas
Wendell Carter: 13 pontos, seis rebotes e 6-6 nos arremessos de quadra
Trevon Duval: 11 pontos e sete assistências
Grayson Allen: dez pontos

Rhode Island
E.C. Matthews: 23 pontos, oito rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Jeff Dowtin: dez pontos e nove assistências
Jared Terrell: dez pontos

 

(1) Kansas 83 x 79 Seton Hall (8)

Kansas
Malik Newman: 28 pontos, quatro bolas de três pontos convertidas e 8-14 nos arremessos de quadra
Sviatoslav Mikhailiuk: 16 pontos e três roubos de bola
LaGerald Vick: 13 pontos e quatro rebotes

Seton Hall
Khadeen Carrington: 28 pontos, cinco bolas de três pontos convertidas e 9-13 nos arremessos de quadra
Angel Delgado: 24 pontos, 23 rebotes, cinco assistências e 10-17 nos arremessos de quadra
Myles Powell: 14 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas


Região Leste

(1) Villanova 81 x 58 Alabama (9)

Villanova
Mikal Bridges: 23 pontos, quatro rebotes, dois tocos, cinco bolas de três pontos convertidas e 7-16 nos arremessos de quadra
Donte DiVincenzo: 18 pontos, quatro assistências e cinco bolas de três pontos convertidas
Jalen Brunson: 12 pontos e quatro assistências

Alabama
Collin Sexton: 17 pontos, quatro rebotes, cinco desperdícios de bola e 7-14 nos arremessos de quadra

 

(3) Texas Tech 69 x 66 Florida (6)

Texas Tech
Keenan Evans: 22 pontos e 8-14 nos arremessos de quadra
Zhaire Smith: 18 pontos, nove rebotes, sete assistências e 8-13 nos arremessos de quadra
Jarrett Culver: 11 pontos, nove rebotes e quatro assistências

Florida
Jalen Hudson: 23 pontos e quatro rebotes
Egor Koulechov: 12 pontos e quatro rebotes
Chris Chiozza: 11 pontos e três roubos de bola


Região Sul

(5) Kentucky 95 x 75 Buffalo (13)

Kentucky
Shai Gilgeous-Alexander: 27 pontos, seis rebotes, seis assistências e 10-12 nos arremessos de quadra
Hamidou Diallo: 22 pontos, oito rebotes e 9-12 nos arremessos de quadra
Wenyen Gabriel: 16 pontos, 11 rebotes e dois tocos
P.J. Washington: 12 pontos e oito rebotes

Buffalo
Wes Clark: 26 pontos, seis assistências e quatro bolas de três pontos convertidas
CJ Massinburg: 17 pontos e oito rebotes

 

(3) Tennessee 62 x 63 Loyola Chicago (11)

Tennessee
Admiral Schofield: 14 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Jordan Bone: 13 pontos e cinco assistências
Grant Williams: 12 pontos, quatro assistências e dois tocos

Loyola Chicago
Aundre Jackson: 16 pontos e quatro rebotes
Clayton Custer: dez pontos

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Leonardo Takara

    Quem não acompanha o basquete universitário, recomendo acompanhar, principalmente o March Madness. É jogo insano, atrás de jogo insano. Tá louco!

  • ReggieMiller31

    Alguém avisa o Gilgeous-Alexander pra dar uma diminuída por favor, está ficando impossível ele sobrar at Indiana. Provavelmente já é escolha de loteria.
    Villanova “Warriors” ontem tava impossível, assim como o japinha de Gonzaga q tava virado no Jiraya, o bom q c/ Ohio State fora Bates-Diop para de chamar muita atenção e pode sobrar pra Indiana.
    Enfim, mais uma rodada normal de March Madness: grandes jogos, upsets, dramas e buzzer beaters sensacionais.

  • Evandro

    Mika Bridgs subindo mais um degrau no draft, Bagley sempre consistente em toda temporada e para mim é top 3…Duval e outro que vai ser boa opção….olho no oriental Rui Hachimura…este draft até o top 15 data boas alegrias as franquias…deve ser o ano que terá o maior número de prospectos de alto nível. .vou guardar a galera draftado em 2018 e ver qtos vao despontar..

  • Anthony#27

    E esse japonês heim?!
    Não vi especulado em nunhuma escolha de draft, nem de primeira ou segunda rodada.
    Bom jogador, já havia mostrado potencial no mundial sub 19 do ano passado.
    Olho nele

    • Huggue

      Vem no draft 2019