Contrariando todos os prognósticos, o Dallas Mavericks venceu mais uma partida fora de casa contra o atual bicampeão Los Angeles Lakers e ficou mais perto de chegar à final da Conferência Oeste. Com uma atuação defensiva espetacular, o time texano venceu o Lakers por 93 a 81 e abriu 2 a 0 na série. O próximo jogo entre as equipes será realizado nesta sexta-feira, dia 6, às 22h30 (horário de Brasília), desta vez, em Dallas.

No primeiro quarto de jogo, o time visitante foi melhor. Contando com uma boa produção do quinteto titular, o Mavs venceu por 26 a 20. Já no segundo período, o Lakers se recuperou. Dominando a tábua de rebotes, principalmente os ofensivos, o time angelino chegou a virar o placar após estar perdendo por uma diferença de sete pontos. Porém, no final do período, o Mavs voltou à liderança após uma cesta do ala-pivô Dirk Nowitzki: 51 a 49. Se por um lado teve mais rebotes que o adversário (21 a 13), o Lakers não acertou nenhum dos sete arremessos de três pontos que tentou.

Na volta do intervalo, o time de Dallas foi impecável na defesa. O Lakers acertou apenas 13 arremessos em 39 tentativas no segundo tempo. Pau Gasol continuou jogando mal, enquanto Nowitzki engolia a marcação e acertava quase todos os arremessos. O Mavs terminou o terceiro período com uma vantagem de seis pontos: 68 a 62. No último quarto, os visitantes mantiveram a boa atuação e não deram chances ao Lakers, que foi até vaiado por sua torcida. No final do jogo, o ala Ron Artest relembrou seus tempos de bad boy e agrediu o porto-riquenho J.J. Barea, acertando o braço na cara do adversário de maneira proposital. A arbitragem agiu prontamente e expulsou Artest de quadra.

Mais uma vez, o alemão Dirk Nowitzki foi o cestinha do Mavs. Ele marcou 24 pontos e pegou sete rebotes. O ala Shawn Marion, que marcou Kobe Bryant em boa parte do jogo, anotou 14 pontos e pegou nove rebotes. O reserva J.J. Barea contribuiu com 12 pontos (oito deles no último período). Vale destacar o bom desempenho dos suplentes do time de Dallas, que anotaram 30 pontos, contra apenas 12 do banco do Lakers.

Kobe Bryant foi o cestinha do time angelino, com 23 pontos. Ele acertou nove arremessos em 20 tentativas. O pivô Andrew Bynum alcançou o double-double: 18 pontos e 13 rebotes. O detalhe é que ele marcou 14 pontos no primeiro tempo. Bem marcado, ele só tentou três arremessos na segunda metade de jogo. O espanhol Pau Gasol, apesar de não ter atuado bem, conseguiu o duplo-dígito: 13 pontos e dez rebotes. Vale dizer ainda que o Lakers acertou apenas duas bolas de três pontos em 20 tentativas e teve um desempenho pífio nos lances livres, marcando 11 em 20.

Confira os melhores momentos da partida.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=JTP82K6HjUo&feature=feedu]

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.