Mike Budenholzer é eleito técnico do ano pela Associação dos Treinadores

A Associação dos Técnicos da NBA anunciou que Mike Budenholzer é o vencedor do prêmio de melhor treinador da temporada entregue pela categoria. O comandante do Milwaukee Bucks conduziu o time ao melhor recorde da NBA pela primeira vez em mais de quatro décadas, com 60 vitórias. Ele será o quarto recipiente do troféu Michael H. Goldberg, criado pela união em 2017.

“É uma incrível honra ser reconhecido por seus colegas de profissão, o que faz esse prêmio realmente especial. Agradeço, particularmente, meus atletas e assistentes em Milwaukee pelo trabalho realizado ao longo do ano, transformando a temporada em uma experiência muito gratificante”, agradeceu o profissional de 49 anos, em comunicado oficial emitido pela Associação.

O reconhecimento dos colegas de profissão deve ser só o primeiro conquistado por Budenholzer, que é o absoluto favorito a também levar o prêmio oficial da NBA de melhor técnico do ano. Outros sete treinadores foram citados na votação da NBCA: Kenny Atkinson (Nets), Michael Malone (Nuggets), Nate McMillan (Pacers), Gregg Popovich (Spurs), Doc Rivers (Clippers), Quin Snyder (Jazz) e Terry Stotts (Blazers).

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Alan Um Musashi

    Mais que merecido.

    Que treinador, tem tudo pra entrar pra história como um dos melhores.

  • A evolução do Bucks depois que ele assumiu é absurda. Deveria ser a pá de cal na carreira do Kidd como treinador.

  • Rdrigo Cruz

    Merecido, com menção honrosa ao Rivers

  • Guilherme

    Temporada fantástica e o reconhecimento é merecido, mas eu iria de Rivers (não pelo último jogo épico). Time dos Bucks é bem melhor que os Clippers e joga em uma conferência notoriamente mais fraca.

  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Merecido, mas deve muito ao Grego, pois sem o grego o time desanda…
    Rivers,o técnico do Denver e do Pacersna minha opinião foram mais técnicos..mesmo desfalcados de seus principais jogadores o time seguia em frente