Mike D’Antoni não é mais técnico do Los Angeles Lakers

Mike D’Antoni pediu demissão do cargo de técnico do Los Angeles Lakers na noite de quarta-feira, finalizando dois anos conturbados no comando da equipe californiana. D’Antoni, que havia pedido para conversar com a diretoria e teria mais duas temporadas sob contrato, no valor de U$ 8 milhões. Como parte da compensação por ter deixado o seu acordo, o treinador receberá menos da metade dos U$ 4 milhões anuais.

O treinador deixa o time depois de apenas 67 vitórias e 87 derrotas no Lakers, com uma classificação para os playoffs, na sétima posição da conferência Oeste em 2012-13, e o 14° lugar em 2013-14. 

D’Antoni teve jogadores como Kobe Bryant, Pau Gasol, Steve Nash, e Dwight Howard, em seu primeiro ano. Depois de muitas brigas, Howard optou por sair e foi para o Houston Rockets, o que não resolveu muita coisa. O técnico se viu em meio a problemas na direção e aos poucos, foi perdendo espaço.

“Teremos dias felizes aqui novamente”, disse Magic Johnson em sua conta no Twitter. “Mike D’Antoni pediu demissão do Los Angeles Lakers. Eu não poderia estar mais feliz”.

Em 2012-13, D’Antoni chegou para substituir Mike Brown, demitido após cinco partidas naquele ano.

“Por conta das circunstâncias, não sei se alguém teria feito um trabalho melhor que Mike D’Antoni nas últimas duas temporadas”, afirmou o GM Mitch Kupchack. “Nós agradecemos pelo esforço, pelo profissionalismo e sua atitude positiva que trouxe a cada dia”.

A diretoria do Lakers ainda não definiu o nome de seu substituto, mas de acordo com o site ESPN, Kevin Ollie e John Calipari são alguns dos candidatos ao cargo na próxima temporada.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • JPcortes

    Graaaaçaaaas a deuuuuuus

  • Daniel Nogueira

    Lionel Hollins cairia bem no Lakers.

  • Luiz Henrique Santos

    Acho que o Clippers deveria ser punido pelo caso de racismo tendo que aceitar D’ Antoni como técnico além da venda do time… Hahaha, acho que ele percebeu que a sua filosofia não encaixa no time do Lakers, melhor evitar o desgaste óbvio que já vem acontecendo a algum tempo!

  • LFC

    Só não pode pegar o Mike Woodson né? rsrs Tomara que o Lakers pegue um bom técnico

  • JPcortes

    Karl ou Hollins

  • Acioly Sanches Costa Filho

    Byron Scott

  • Mike Woodson

  • rodrigohawks

    poxa que pena eu tava gostando do trabalho de Mike nos pintinhos amarelinhos =/

  • robertolakers

    De repente o feriado melhorou.

  • tava na cara que eles não iam manter esse cabeçudo no comando, não sabe nada de esquemas defensivos e seus times só se preocupam com ataque e correria, claro que a temporada também foi meio azarada pro Lakers, pq sem Kobe e Nash jogando pouco fica complicado, e os jovens promissores (marshall e Henry) eram obrigados a resolver jogos ou a ter responsabilidade grande no time,

  • Sou Celta, mas quero ver o Lakers bem pra que a disputa entre os dois volte a ser nas cabeças da NBA. A demissão do Mike é um bom início de caminho pra isso. O problema do Lakers, na minha visão, é o baixo número de picks para os próximos drafts. Fazer reconstrução de elenco sem picks para selecionar ou colocar em trocas não é fácil… apesar do Lakers ser atrativo para free agents, mas acredito que só isso não basta.

    Outro “problema” que vejo para o Lakers é a vontade que terão de montar um time campeão já na próxima temporada (para tentar dar um último título para Kobe). Isso pode fazer com que o Lakers se precipite nos negócios. Não vejo uma saída muito confiável para que o Lakers se reconstrua com tanta rapidez. Assim como no Celtics, acho que a coisa vai levar duas ou três temporadas para chegar a pensar em título.

  • Maior conquista do Lakers nessa temporada

  • Raphael Mascarenhas

    Além do Ollie e do Calipari, tbm está sendo cogitado os nomes de Hollins, Byron Scott, Steve Kerr, George Karl, Van Gundy e até mesmo Tom Thibodeau. Segundo um repórter da ESPN, o Lakers teria pedido ao Bulls para entrevistá-lo.

    • Guilherme

      Raphael, o Kerr ao que tudo indica será o head coach do Knicks…

  • Michel Moral

    Boatos de que D. Fischer pode compor a comissão técnica, talvez não como head coach. Acho uma ótima para LA.

    • Carlos Eduardo

      O Fisher como membro da comissão técnica seria perfeito. Ele é um grande líder. Aliás, salvo erro, na temporada passada Magic disse que, dentre outras coisas, o que faltava para aquele Lakers era Derek Fisher… Ele pode não ser excepcional jogador. Mas transmite ser um grande líder.

  • Rodrigo

    Nossa, Kevin Ollie…um dos mais inúteis e inócuos jogadores da última década.

  • Zorg

    John Calipari …. não acho que seja o cara indicado ….. Ollie ainda está verde para esse posto quem sabe num futuro) … e é para trazer alguem da NCAA … Tom Izzo
    Van Gundy, Karl ou Thibs seriam opções certas para um time que naturalmente possui muita pressão

  • Thiago Reis

    Como torcedor do Celtics leio essa notícia com muita tristeza rsrs, e ficarei mais triste ainda se trouxerem Hollins ou Karl (que em minha opinião são as melhores escolhas e óbvias né?), porém começarei a sorrir novamente se inventarem um Fisher, Ollie, Calipari da vida rsrs, técnicos inexperientes + Kobe Bryant = Uma confusão do barulho (leiz com a voz do locutor da sessão da tarde rs).

  • Não vejo candidatos melhores do que Lionel Hollins, George Karl e Byron Scott. Infelizmente, o Lakers se faz OBRIGADO a formar um time competitivo pra “ontem” pois se “apequenou” ao ficar preso à sua maior estrela no momento (embora tal “diminuição” começou depois daquele banner enorme pedindo o retorno de Dwight Howard), será uma missão extremamente difícil, já que o time no momento é um gigante ponto de interrogação! – Kobe vai voltar? Como ele irá voltar? Steve Nash ainda jogará alguma coisa na franquia angelina? Pau Gasol retornará aos Lakers? Como ele irá retornar aos Lakers? Alias, quem vai retornar aos Lakers? Quem será o novo técnico no time? – O meu discurso em relação ao Lakers é o mesmo de outrora, o Lakers só irá passar por uma reconstrução, de fato, após Kobe se aposentar.