Mike D’Antoni: “Seria louco se pensasse em mudar como jogam Harden e Westbrook”

O experiente Mike D’Antoni está prestes a assumir um dos maiores desafios de sua carreira. O técnico do Houston Rockets terá que fazer dois dos atletas que mais têm a bola nas mãos na liga, James Harden e Russell Westbrook, coexistirem na equipe texana. Ele ainda não sabe como administrará ter dois dos últimos três MVPs de temporada juntos, mas sabe exatamente o que não é uma opção.

“Eu não tenho ideia de como isso vai funcionar, o que vou fazer. Só digo que James e Russell são MVPs, então seria louco se pensasse em mudar como eles jogam. Não pretendo mudar ninguém. Se você tem dois futuros Hall da Fama dentro de quadra, juntos, seu time é bom. Vamos partir dessa premissa para tentar fazer o nosso melhor”, afirmou o treinador, em entrevista à rádio SportsTalk 790.

Harden e Westbrook já atuaram juntos no passado, pelo Oklahoma City Thunder, mas estavam em momentos diferentes de suas carreiras e longe de serem os MVPs da liga. Embora o ídolo de Houston assegure que exista uma relação de confiança entre ambos, fãs e analistas preveem uma adaptação difícil. D’Antoni aposta que, com ou sem transição, o novo reforço injetará adrenalina no Rockets.

“Com Russell, você vê o que você tem. É um jogador insanamente competitivo, que deixa tudo de si dentro de quadra a cada noite. Espero que esteja trazendo os seus triplos-duplos, pois, definitivamente, podemos usar os seus rebotes e a capacidade atlética. Acredito que a torcida vai adorar a intensidade com que ele joga em todos os momentos”, avaliou o veterano e otimista técnico.

Westbrook assume o lugar de Chris Paul, que foi envolvido na troca para adquirir o astro, no quinteto titular do Rockets. E D’Antoni é mais uma pessoa da equipe a negar os rumores de que o veterano tumultuou o ambiente do time. “Eu só quero agradecer a Chris por todas as suas contribuições para a organização e para mim. Não leve a sério o que comentam: sua ausência será muito sentida”, finalizou.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.