O ala-armador Monta Ellis e seu ex-time, o Golden State Warriors, fizeram um acordo em maio para se livrarem de uma acusação de assédio sexual. Erika Smith, ex-diretora da franquia, foi alvo de “comportamento inadequado” por parte do jogador e a franquia teria tentado acobertar o caso. Ela foi demitida em dezembro passado, após supostamente não ter aceitado dinheiro para desistir de fazer a denúncia.

O problema teve início em novembro de 2010, quando Erika começou a receber mensagens sexualmente sugestivas de um celular registrado no nome da avó do atleta (que hoje defende o Milwaukee Bucks). Nos meses seguintes, as mensagens continuaram e o conteúdo tornou-se cada vez mais explícito. Ellis, que é casado, teria chegado ao ponto de enviar uma foto de suas partes íntimas para a mulher.

O valor pago à Erika para que a acusação fosse retirada não foi revelado, mas sua representação confirma que a questão está totalmente resolvida. “Tudo que estou autorizado a dizer é que o caso está encerrado. Você pode ler isso da forma como quiser”, resumiu-se a dizer Burton Boltuch, advogado da ex-diretora.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.