Myles Turner corta “excessos” da carreira e mira Jogo das Estrelas em 2019

O Indiana Pacers foi uma das grandes surpresas da última temporada, mas nem todos os atletas do elenco conseguiram destacar-se no ótimo momento da equipe. O jovem Myles Turner, por exemplo, desapontou os analistas e torcedores com a inesperada queda de suas médias em relação à animadora campanha anterior. Ele admitiu, porém, que a culpa do rendimento decepcionante foi unicamente pessoal.

“Eu dei uma olhada no espelho na última temporada e estava gordinho. Não podia negar. Estava ficando cansado bem mais rápido do que antes e tinha a ver com a minha alimentação. Todos já falavam sobre isso e comecei a sentir os reflexos no último ano. Eu acho que, ficando mais velho, o meu metabolismo já não está tão rápido e estava exaurido”, reconheceu o pivô, em longa entrevista à ESPN.

Consciente, Turner mudou seus hábitos na offseason para alcançar o que garante ser a melhor forma física da vida. O jogador de 22 anos cortou “excessos” de sua alimentação – como comer de sete a oito pedaços de pizza na véspera de jogos – e, sob tutoria do famoso preparador físico Joe Abunassar, “abraçou” a prática da yoga. Mas engana-se quem acha que essa é a yoga que vemos nas academias.

“Não são os exercícios e movimentos normais de yoga que estamos usando aqui. As pessoas veem as fotos no instagram de Myles pendurado no teto e é evidente que estranham. Mas ele precisa adquirir equilíbrio. Queremos que fique suspenso do chão como a leveza de um acrobata do Cirque du Soleil”, explicou Abunassar, que já trabalhou com craques como Kevin Garnett e DeMarcus Cousins.

Os resultados do treino específico e mudança de dieta saltam aos olhos. O próprio Turner comemora o fato de seus 14% de gordura corporal registrados ao longo da última temporada já terem caído pela metade nos últimos meses, garantindo já se sentir muito mais móvel e ágil correndo em quadra. Ele ainda causou furor entre a torcida do Pacers nas redes sociais com uma foto do seu “antes e depois”:

“Eu sei que já me sinto diferente. Estou mais fluido em meus movimentos, melhor e mais balanceado, não tão cambaleante. Sinto-me mais forte. Agora, quero ser o melhor defensor que posso. Nós sabemos que posso pontuar, mas quero ser mais assertivo defendendo pick-and-rolls e trocando marcação no perímetro. Uma meta pessoal e sonho é ser um all star já no ano que vem”, afirmou o jovem.

A evolução física de Turner não passou despercebida, inclusive, de outro pivô que vem cuidando do condicionamento físico nos treinos de férias da seleção norte-americana. “Myles está movimentando-se mais rápido e com maior confiança. Ele sempre foi bem habilidoso e perder peso só vai aflorar qualidades e adicionar mais facetas ao seu jogo”, avaliou Andre Drummond, do Detroit Pistons.

É verdade que a motivação do titular de Indiana para brilhar vai um tanto além das quatro linhas, pura e simplesmente: ele poderá ser agente livre restrito na próxima offseason, quando o mercado projeta ter equipes com alto poder de investimento. Ele não esconde que uma grande temporada possui um potencial impacto pessoal importante, mas está mais interessado em ser ótimo para o sucesso do Pacers.  

“É um grande ano para mim, mas acho que vai ser ainda maior para o Pacers. Nós não seremos mais surpresas para ninguém. A saída de LeBron James deixará o Leste mais aberto e estou cansado de perder na primeira rodada dos playoffs. Já são três anos. Tenho a presença para levar-nos ao próximo nível na conferência”, afirmou Turner, apostando ser a chave do crescimento do Pacers em 2019.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Felipe Santos Vieira

    Esse personal merece respeito!!!

  • Guilherme Petros

    O shape ta bom, hein!

  • Personal trainer ou santo milagreiro?

  • xmaah

    com esses cara é fácil, quero ver é esse personal me deixar magro fls.

    • Gustavo Macedo

      uahsuahsuhausuahsuhaus

  • ++ ThiagO (CaVs vem forte!)

    Esses caras ganham e perdem peso muito rápido.

  • Julio

    Ele parece estar até mais alto

  • Paulo Henrique

    Olha o efeito Oladipo aparecendo aí, tenho certeza que ele foi uma um fator importante pra essa mudança de mentalidade do Myles, assim como o Westbrook foi pra ele

    Turner ainda tem muito potencial a ser desenvolvido, só tem 22 anos. Sempre achei q ele poderia ganhar mais massa e perder peso, e isso parece estar acontecendo

    Muito bom tbm ver q ele quer melhorar pra ajudar o time, como ele disse “estou cansado de perder no 1st round” e não só pra ganhar um contrato gordo na free agency e voltar ao normal depois

    Ps: 7 a 8 pedaços de pizza? Pqp bicho

    • Beto cargnin

      7 a 8 pedaços de pizza, e na véspera de jogo ainda. A famosa “Larica”.

      Mas que ele ta finin isso não tem como não perceber. Tomara que colha os frutos desse empenho.

  • Marcos Oliveira

    Oladipo já é o patrão da franquia, mas o Turner tem papel importante…

  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Gosto muito deste garoto…jogou muito na temporada passada…Indiana se renovou após a saída do PG e simplesmente montou um time bem Melhor, mais barato e sem a pressão que o PG colocava na franquia…este time vai dar muito trabalho na próxima temporada novamente…Leste muito equilibrado nesta temporada com leve favoritismo ao Boston que deve ser perdido qdo Irving se lesionar..rs..faz parte,

    • Diego Costa

      Jogou muito onde? Foi uma decepção

  • Marcinho Mueller

    Tinha tudo pra disputar o MIP temporada passada e decepcionou, não creio que vai ser all star, porém tem tudo pra arrebentar essa temporada. Só eu acho esse Pacers mais interessante que o do Paul George? Pode até não ser melhor, mas tem muito mais opções, e um esquema muito bem consolidado. Pacers vem pra brigar por mando com absoluta certeza.

    • Paulo Henrique

      Não acho q ele decepcionou, teve algumas lesões e o Oladipo assumiu completamente o protagonismo, atrasando um pouco da evolução dele

      Esse time com certeza é muito mais divertido de ver jogar do q de outros tempos, mesmo n tendo o mesmo sucesso por enquanto

      • Marcinho Mueller

        Ahhhhhh mas ter lesões é normal, porém quando jogou, não chegou nem perto do que esperávamos no começo da temporada, mas nem de longe. E sobre achar esse time mais divertido, eu até falei ali, acho esse time mais interessante sim do que o de PG e companhia, mais opções, mais jovem e até mesmo com um padrão de jogo mais interessante. Acho que se faltar alguma coisa no time, é um pouquinho de maturidade, mas a gente só vai descobrir quando a bola rolar.

    • Vitor Martins

      Que o Pacers do Paul George “sozinho” é com certeza, mas aquele que rivalizava com o Heat era melhor. Hill, Lance, George, West e Hibbert. Quando West tava mais novo e Lance e Hibbert era relevantes e Hill um dos melhore armadores não all-stars da liga. Era um timaço!

      • Marcinho Mueller

        Mas é exatamente esse que to falando. Dipo, Turner, Bogdanovic, Sabonis, a adição do Tyreke… não sei se seriam melhores, mas acho um time mais interessante sim e mais cheio de opções comparado á esse.

  • Gabriel De Oliveira Meira

    Parcers pode perder para Wizards , Philla, Celtics e até para os Bucks, mas também pode ganhar de todos … Celtics com todos saudáveis , são favoritos. Mas pelo o que mostrou na temporada passada, Pacers tem um esquema de jogo muito consolidado ! T. Evans é um cara que me agrada muito, tomara que não se lesione.

  • Marcelo Desoxi

    Aham, rs corte esse papo, tá querendo uma renovação gorda.

  • Doug

    Pação vem forte. Turner teve uma temporada bem abaixo e nos offs deixou a desejar demais…esperava maior rendimento dele, já q havia demonstrado muito talento evolução…estava muito fraco tb na defesa…Young jogou por 2 no litrão…espero q o discurso se concretize, pois potencial ele possui…

    • Vinícius Maia

      Litrão? Esse termo é novo no basquete kkkkkk

      Imagino que foi o corretor. Ou foi na zoeira mesmo? Kkkk

      • Ser_Humano_Vivo

        Então… garrafão, litrão… sacou ?

      • Doug

        Kkk…garrafa grande = litrão!

        • Vinícius Maia

          kkkkkk eu tinha entendido a referência, mas achei engraçado kkkkk

  • Vinícius Maia

    Nessas horas a gente vê o quanto o nível da NBA é absurdo não apenas no aspecto técnico, mas também no aspecto fisico. Na minha visão, o corpo que ele tinha na foto do “antes” é um shape ok para pessoas comuns (eu disse ok, não disse top e me refiro a pessoas normais, que trabalham tem família e não podem dedicar horas do dia a atividades fisicas). Mas um shape “ok” está longe de ser o suficiente para o nível da NBA. Inclusive as vezes eu me questiono se o que falta no basquete europeu para eles realmente baterem de frente com a NBA em nível de basquete (mercado e visibilidade é outra conversa) não é mais investimento dos atletas e clubes no condicionamento físico dos atletas. A técnica, os caras tem. Os irmãos Gasol no auge, por exemplo, tinham bastante recurso ofensivo jogando próximo a cesta. Mas é visível que a falta de atletismo dos caras, em alguns momentos, pesava. Além disso, de vez em quando aparece uma seleção europeia que faz uma partida dura contra o team USA, mas a impressão que eu tenho é que quando se aproxima dos finais das partidas, a equipe europeia está morta, enquanto o team USA parece aguentar mais uma hora de jogo sem esforço.

    • Alex Alves

      Também concordo com você, afinal se o cara não ter o físico 100% vai ser menos explosivo em consequência uma defesa/ataque um pouco abaixo do nível da NBA.

      É notório a diferença física de jogadores europeus para os norte-americanos é um trabalho que começa com 13/14 anos e que segue a carreira toda.

    • Marcinho Mueller

      Mas cara é o biotipo da galera do EUA. Me fala um jogador europeu que atua na NBA que consegue ter muita explosão comparado com os americanos. Olha o Doncic mesmo. Eu duvido muito que esses caras não se esforcem tanto quanto ou até mais por não serem privilegiados com um biotipo assim. Olha Lebron, Westbrook, como são aberrações físicas. Sem contar que preparam o corpo pra isso desde lá seus 10 anos de idade. Único europeu que conseguir pensar é o Antetokounmpo, que convenhamos não tem o biotipo europeu e sim africano que herdou dos pais Nigerianos. É basicamente, quem não tem cão, caça com gato….

      • Vinícius Maia

        Eu entendo que você quer dizer, mas você tocou num ponto chave: nos EUA, os caras são preparados desde que começam a jogar basquete para serem atléticos. Talvez se a Europa começasse a desenvolver essa cultura, veríamos os jogadores europeus evoluindo nesse aspecto e consequentemente, elevando o nível do basquete europeu. Eu concordo com você que a questão genética também influencia. Geralmente, homens negros tem uma genética favorecida. Conseguem ganhar massa muscular com mais facilidade. Mas acredito que isso poderia ser mais trabalhado nos europeus, desenvolvendo um trabalho desde a base como é feito nos EUA.

        • Marcinho Mueller

          Exatamente, não é só o biotipo, mas também a cultura americana de preparem seus jovens desde cedo fisicamente (mentalmente não), para isso. Mas é bem evidente que o biotipo ajuda e muito. Eu treino com um amigo, o mesmo treino, a gente tem a alimentação bem parecida, ele falta um monte, come pior que eu, e olha que eu tenho um biotipo legal, e facilidade em perder gordura e tal. Mas quando ele quer ficar rasgado, ele fica na metade do tempo que eu fico, sem exagerar, treinando menos e nem se esforçando tanto.

          • Vinícius Maia

            Eu entendo perfeitamente. Quando eu era adolescente treinava com um guri que não fazia nada além dos nossos treinos de basquete e era todo “rasgado”. Eu achava que ele treinava por fora, fazia flexão, abdominal e tudo mais sozinho, mas ele não fazia nada. Ele morava em uma casa lar e outros garotos dessa casa lar tbem treinavam com a gente e eles diziam que ele não fazia absolutamente nada fora dos treinos, mas mesmo assim era um monstrinho.

          • Guilherme Hagel

            Com certeza o biotipo negromorfo ajuda demais

  • Daniel Azevedo

    Como foi dito abaixo, efeito Oladipo. A transformação física e consequentemente evolução técnica com certeza influenciou a mudança do Turner.

  • Joabe#VamoSpurs

    Alguém indique esse Personal Trainer pro Carmelo, vai ser a maior desafio dele na profissão, rs

  • Gustavo Macedo

    A “maxaiada” tá babando!
    Tá ficou gotosinho…
    Sem mais pra não comprometer…
    Tenho um nome a zelar aqui no Goiáis!

  • Lucas Antunes

    Não né bicho…

    Sem menosprezá-lo ou falar que é bust e outras besteiras do tipo, mas nunca entendi tamanha hype em cima do nome desse cara (pelo menos, nunca o vi justificar na quadra). Em muitos artigos, posts e comentários aleatórios, já vi uma galera colocando-o como parte da “próxima/atual geração de pivôs da liga” citando o nome dele junto com Embiid, KAT e Porzingod, como se ele fosse um jogador do primeiro escalão (ou potencial para tal). Nos últimos dias de PG em Indiana, saiu até que a franquia planejava moldar o futuro ao redor dele (???).

    É claro que o leste tá bem defasado e tals, e Turner é sim um bom starter que tem grande contribuição pro seu time… mas nada além disso!!! Obviamente, Oladipo é um excelente exemplo pra até ajudá-lo em transformar seu corpo e desenvolver seu jogo a um outro nível, mas não precisa forçar a amizade também kkkkk

    Digo, não acho que é nível de All-star nem para o leste kkkk o seu companheiro Sabonis, por exemplo, é até melhor e tem um potencial mt maior (nada que o faça acreditar em ASG a curto prazo tbm)..

    • Marcinho Mueller

      Acho que você não assistiu a tempora 16-17 então. Falar que ele não tem potencial? Ele era um dos principais candidatos ao MIP da última temporada, decepcionou sim, tiveram algumas lesões mas nada grave, e como ele mesmo falou, não tava tão focado. Mas ele ter tudo sim pra ser to alto escalão dos pivôs da NBA e por muito tempo, ele é muito jovem, tem boa envergadura e altura e sem contar com o talento que ele tem SOBRANDO. Muito pouco provável que seja all star essa temporada, mas tem tudo sim pra ser all star e brigar por vaga durante muitos anos. E pra encerrar, eu mesmo gostando do Sabonis, Turner tem muito mais talento que ele…

      • Lucas Antunes

        Não disse que ele não tem potencial, apenas acho que o sabonis tem um potencial mt maior do que ele.. Prêmio de MIP eh quase sempre surpreendente tda temporada, e o fato de ser considerado um dos favoritos antes da temporada começar, diz muito a respeito da chamada hype em cima do nome dele que eu falei no começo kkk

        Olha, respeito sua opinião em dizer que ele tem talento “sobrando” e pd se tornar um pivô do primeiro escalão por anos, mas sinceramente discordo total rs.. como disse, o considerado um bom starter e pd ser um jogador importante (não o mais importante), dentro de um contender.. Mas nada que o caracterize como um expoente em sua posição.. Acho inclusive que o pacers tem tudo pra alcançar esse status em dois anos se continuar nessa pegada, massss ate la, acho que oladipo continuará soberano como FP e outros jogadores manterão um papel mais importante para o time dentro do elenco..

        • Marcinho Mueller

          Ahhhhhhhh tudo bem né, eu também respeito a sua opinião e se tratando de um jogador tão jovem, acho que qualquer um dos dois podem acertar. Ele pode virar um all star ou pode virar somente um role player. Eu creio que o mínimo pra ele é disputar all star, e que ainda tem muito pra evoluir principalmente defensivamente, focado pra isso ele demonstra estar. Quando ao Dipo ser FP, isso eu não tenho dúvidas. Mas a gente só vai ter uma resposta sobre o Turner quando a bola rolar kkkkkkkk