Myles Turner estende contrato com Pacers por quatro temporadas

 

O Indiana Pacers acertou a extensão contratual prévia com o pivô Myles Turner nesta segunda-feira. De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, o titular de 22 anos vai receber US$72 milhões garantidos em salários pelo novo vínculo, que só começa a vigorar em julho do ano que vem. Esse valor poderá aumentar para até US$80 milhões, incluídos bonificações por rendimento.

“Eu gostaria de agradecer a organização por oferecer-me essa oportunidade. Tive que trabalhar bastante duro para chegar até aqui e não fiz nada sozinho: preciso agradecer minha família, companheiros de elenco e a comissão técnica também. Estou empolgado para seguir construindo a minha carreira em Indiana e ansioso pelo que o futuro me reserva”, declarou o jovem, por meio de nota oficial.

Turner era elegível para uma extensão prévia até essa segunda, mas as conversas entre os dois lados se alongavam desde o início da offseason e evoluíram de forma satisfatória. A proximidade do término do prazo tratou de acelerar as negociações, já que o Pacers tinha como objetivo evitar que o jovem pivô testasse o mercado como agente livre restrito no ano que vem.

“Myles tem sido ótimo não só dentro de quadra, mas também representando nossa organização incrivelmente bem fora das quatro linhas. Seu trabalho e dedicação ao esporte e à franquia exemplificam o que significa ser um Pacer. Nós estamos muito animados pelo fato de tê-lo aqui por mais vários anos”, exaltou o presidente de operações do time, Kevin Pritchard.

Turner saiu da Universidade do Texas para ser o 11º selecionado do draft de 2015 e, quase instantaneamente, virar uma das peças centrais do futuro do Pacers. Na última temporada, porém, ele não acompanhou a subida de produção do elenco e viu os seus números caírem em todas as principais características. O pivô esteve presente em 206 jogos na NBA, registrando médias de 12.7 pontos, 6.5 rebotes e 1.8 tocos por noite.

Por Antonio Carlos Junior, adaptada por Ricardo Stabolito Jr.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.