Na trilha do MVP Jumper Brasil – Semana 10

Bem-vindos à primeira edição de 2020 da coluna “Na trilha do MVP” do Jumper Brasil. É aqui que realizamos nossa observação e atualização do andamento da corrida pelo prêmio individual mais importante da NBA, com a ajuda dos nossos colaboradores e convidados especiais semanalmente.

Nessa semana, retomando o acompanhamento, teremos a volta de nossos quatro integrantes do site que estão regularmente participando da trilha: Gustavo Freitas (G.F.), Gustavo Lima (G.L.) Michel Moral (M.M.) e Ricardo Stabolito Junior (R.S.). O convidado especial da 10ª edição é o colega Luís Araújo (L.A.), do site Triple-Double.

O quadro de apresentação do jogador apresenta, além de informações básicas de perfil, a posição que o atleta ocupa no ranking geral da trilha e pessoal de cada votante, a movimentação em relação à edição anterior e as médias individuais ao longo da última semana e temporada.

 

1(-)

GIANNIS ANTETOKOUNMPO
Ala Milwaukee Bucks 24 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 50
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 25.0 13.3 5.0 0.7 0.0 50.9 30.8 60.7
Temp. 29.8 12.8 5.5 1.2 1.1 55.0 32.5 61.5
                           

Com a premiação por seu rendimento em dezembro, Giannis Antetokounmpo foi escolhido o melhor jogador do mês na conferência Leste pela sexta vez nos últimos sete meses. Só LeBron James havia conseguido uma sequência igual na história da NBA, também atuando no Leste, entre os anos de 2009 e 2010.

 

2(-)

LEBRON JAMES
Ala Los Angeles Lakers 35 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 43
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 32.3 7.7 6.7 1.3 0.3 58.3 47.6 80.9
Temp. 25.5 7.8 10.7 1.3 0.5 49.4 35.1 69.7
                           

Marcas históricas são comuns no currículo de LeBron James e lá vai mais uma: ele atingiu o 90º triplo-duplo na carreira durante a vitória sobre o Pistons. Ele é apenas o quinto jogador da história da liga a atingir o feito, juntando-se a Oscar Robertson, Magic Johnson, Jason Kidd e Russell Westbrook.

 

3(+2)

JAMES HARDEN
Ala-armador Houston Rockets 30 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 40
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 30.0 8.3 7.0 1.3 1.3 32.3 30.0 82.9
Temp. 37.7 6.2 7.5 1.8 0.9 45.3 38.0 86.1
                           

Você sabia que James Harden foi o maior pontuador da NBA nos anos 2010? Ele marcou 19.543 pontos em partidas de temporada regular realizadas entre 01º de janeiro de 2010 até 31 de dezembro de 2019, superando o segundo colocado por apenas 71 pontos (LeBron James, 19.372).

 

4(-1)

LUKA DONCIC
Ala-armador Dallas Mavericks 20 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 37
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 23.7 9.0 9.7 0.0 0.0 39.6 20.0 71.0
Temp. 29.1 9.7 9.0 1.1 0.1 46.8 32.5 79.6
                           

Luka Doncic fez a improvável trajetória que sua crescente legião de fãs torcia para acontecer, saindo de uma histórica temporada de estreia para já se tornar imediato candidato ao prêmio de MVP com apenas 20 anos de idade. Mas, obviamente, suas atuações não trouxeram só festa. O técnico do Dallas Mavericks, Rick Carlisle, vem acusando o que acredita ser uma marcação cada vez mais desleal contra o jovem.

“Os outros times estão descendo o braço e batendo até não querer mais em Luka. Isso não é certo. Ele está lidando bem com a situação, mas os adversários estão tomando liberdades ao marcá-lo com conivência dos árbitros”, disse o experiente treinador, que também revelou estar conversando com os juízes para terem mais atenção e coibir uma postura “excessiva” contra o ala-armador esloveno.

Dentro do possível, os números dão certo suporte à reclamação de Carlisle: Doncic, de fato, está recebendo mais faltas do que nunca na NBA. Ele sofre 10.5 faltas por 100 posses de bola na atual temporada, marca que só é menor do que a registrada por Giannis Antetokounmpo (12.1). Nos últimos 15 jogos, porém, o prodígio lidera a liga na estatística: são 11.4 faltas sofridas a cada 100 posses.

Os maiores astros da liga, historicamente, são obrigados a adaptarem-se em algum momento da carreira a uma abordagem mais “física” dos defensores. O garoto sabe disso e está pronto para o desafio. “Não vou mentir: acho que há instantes em que sou marcado de forma desleal. Mas isso é basquete. É um jogo físico e, se os juízes não virem falta, não vão marcar. O que eu preciso fazer é simplesmente seguir em frente, jogar o meu basquete”, resumiu Doncic.

 

5(-1)

ANTHONY DAVIS
Ala-pivô Los Angeles Lakers 26 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 10º 25
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. Lesionado
Temp. 27.1 9.4 3.2 1.5 2.6 50.4 29.7 85.9
                           

Anthony Davis tornou-se apenas o sexto jogador da história do Lakers a dar oito ou mais tocos em uma partida no início do mês, na vitória sobre o Pistons. Nenhum dos cinco atletas, nas 50 atuações de oito tocos anteriores registradas pela equipe, porém, havia convertido uma cesta de três pontos na partida como o ala-pivô.

 

6(NR)

NIKOLA JOKIC
Pivô Denver Nuggets 24 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 19
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 24.0 11.0 6.0 0.7 0.3 56.5 60.0 73.3
Temp. 19.3 9.9 6.4 0.9 0.5 51.0 34.0 79.6
                           

Quarenta e cinco pontos e nenhum desperdício de bola em um jogo: na recente vitória do Nuggets contra o Hawks, Nikola Jokic tornou-se o 19º atleta a ter uma atuação com tais números na liga nesse século. E o que faz com que ele seja diferente, especial nesse grupo? É o único pivô da lista.

 

7(-1)

JIMMY BUTLER
Ala-armador Miami Heat 30 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 18
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 24.0 8.7 5.0 0.7 0.7 64.1 0.0 91.7
Temp. 20.7 7.1 6.5 1.9 0.6 44.7 26.4 82.8
                           

Essa notícia é para os interessados em tênis de jogadores: sem alarde, Jimmy Butler rompeu seu contrato com a Jordan Brand e já está em negociações com outras fornecedoras de material esportivo. A expectativa é que o astro do Heat possa estrear com uma nova marca já no Jogo das Estrelas.

 

8(-)

KAWHI LEONARD
Ala Los Angeles Clippers 28 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 10º 10
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 33.0 7.0 4.5 3.0 0.5 52.0 28.6 83.3
Temp. 25.8 7.5 5.1 1.9 0.5 45.4 34.6 88.8
                           

Kawhi Leonard registra, disparadamente, sua maior média de erros de ataque na liga nessa temporada: são 3.4 turnovers por jogo. Mas os desperdícios continuam bem longe de superar suas assistências e roubos de bola na carreira: ele acumula 1.64 passe decisivo e 1.14 roubo de bola por erro cometido em 495 jogos na NBA.

 

9(+1)

JOEL EMBIID
Pivô Philadelphia 76ers 25 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 10º 10
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. Lesionado
Temp. 23.4 12.3 3.3 0.8 1.4 47.2 32.2 83.7
                           

Brett Brown crê que a defesa do Sixers sofrerá um grande impacto com a ausência de Joel Embiid, contundido na mão esquerda. E é verdade. O astro tem o melhor índice de eficiência defensiva entre os atletas da rotação do técnico e o time sofre 8.2 pontos a menos por 100 posses de bola quando ele está em quadra.

 

10(NR)

CHRIS PAUL
Armador Oklahoma City Thunder 34 anos
VOTANTE G.F. G.L. M.M. R.S. L.A. Pontos
POSIÇÃO 8
Stat Pts. Reb. Ass. R.B. Blq. FG% 3PT% LL%
Sem. 18.0 4.2 3.8 2.0 0.0 49.1 33.3 80.0
Temp. 16.5 5.1 6.4 1.6 0.1 46.8 36.2 89.5
                           

Você sabia que Chris Paul nunca teve uma temporada sequer distribuindo menos do que três assistências para cada erro de ataque cometido na NBA? A campanha atual, até o momento, não é exceção: ele acumula médias de 6.4 passes decisivos e apenas 2.0 turnovers – ou seja, índice de 3.2 AST/TO.

 

Quem também foi citado?

Bam Adebayo (pivô, Heat): 7 pontos (8º G.F., 7º G.L.)

Donovan Mitchell (ala-armador, Jazz): 4 pontos (10º G.L., 8º R.S.)

Pascal Siakam (ala-pivô, Raptors): 3 pontos (8º M.M.)

Rudy Gobert (pivô, Jazz): 1 ponto (10º G.F.)

 

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.