Na trilha do MVP Jumper Brasil – Semanas 1 e 2

Olá e bem-vindos ao “Na trilha do MVP Jumper Brasil”!

Todas as semanas, os analistas do site e convidados especiais vão analisar o status da disputa pelo principal prêmio individual da temporada da NBA, falando sobre o momento dos grandes candidatos ao troféu. Teremos informações sobre o prêmio de jogador da semana na liga, o ranking de consenso dos analistas ouvidos pelo Jumper Brasil no período e comentários atualizados sobre os atletas citados.

 

O que Karl-Anthony Towns, Trae Young, Giannis Antetokounmpo e Anthony Davis têm em comum? Não é difícil descobrir ou lembrar: uma “vasculhada” rápida nos arquivos do Jumper Brasil vai mostrar que os quatro foram os eleitos melhores jogadores da NBA nas duas primeiras semanas da temporada. E, se você já está vendo a liga há algum tempo, sabe que esse prêmio atrai interesse e atenção.

Mas quer saber uma coisa pouco discutida: até que ponto vencer esses prêmios semanais é um indicativo de que os jogadores serão realmente candidatos ao prêmio de MVP da temporada? Towns, Young, Antetokounmpo e Davis estão à frente da concorrência mesmo por esse bom início reconhecido de campanha? Vejamos o que dizem os últimos dez anos…

Dos últimos dez vencedores do prêmio de MVP da temporada da liga, apenas dois não foram aqueles que mais venceram a honraria semanal em sua conferência ao longo daquela campanha – acreditamos que seria injusto comparar a NBA inteira, jogadores de conferências diferentes, porque suas concorrências para serem escolhidos são diferentes.

Temporada MVP Líder de prêmios na conferência
2018-19 Giannis Antetokounmpo (6) Giannis Antetokounmpo (6)
2017-18 James Harden (5) James Harden (5)
2016-17 Russell Westbrook (4) Russell Westbrook (4)
2015-16 Stephen Curry (5) Stephen Curry (5)
2014-15 Stephen Curry (2) James Harden (3)
Klay Thompson (3)
2013-14 Kevin Durant (6) Kevin Durant (6)
2012-13 LeBron James (6) LeBron James (6)
2011-12 LeBron James (6) LeBron James (6)
2010-11 Derrick Rose (2) Dwight Howard (6)
2009-10 LeBron James (6) LeBron James (6)

 

As duas campanhas de MVP que não tiveram o líder de premiações da semana de sua conferência como vencedores – Stephen Curry em 2015 e Derrick Rose em 2011 – possuem um ponto em comum: ambos surpreenderam a NBA liderando seus times ao melhor recorde da temporada, o que comprova a importância (já reconhecida) do desempenho da equipe na escolha do MVP.

O Bulls teve um acréscimo de 21 vitórias aos seus resultados no ano em que Rose foi premiado, enquanto o Warriors venceu 16 jogos a mais de 2014 para 2015. A dupla pode não ter sido os melhores jogadores individualmente, mas estiveram a frente dos melhores resultados coletivos. Isso é o que importa no fim das contas, certo?

Então, sem mais delongas, vamos ao ranking relativo às duas primeiras semanas de temporada 2019-20. Os votantes dessa edição são quatro integrantes fixos do Jumper Brasil (Gustavo Freitas, Gustavo Lima, Michel Moral e Ricardo Stabolito Jr.), além do convidado especial Luís Araújo, do site Triple-Double. A cada semana, vale reforçar, esse convidado será diferente.

Todos enviaram os seus dez principais candidatos ao prêmio de MVP, ranqueados, levando em conta os seus rendimentos entre o início da temporada e a última segunda-feira (04/11). Os jogadores votados receberam pontuação, de um a dez, a partir de suas colocações para a construção de um ranking de consenso. O resultado está a seguir.

  

1. LEBRON JAMES
Posição: ala Time: Lakers Idade: 35
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
35.0 26.1 8.3 11.1 1.6 0.7 48.1 28.9 77.8
                       

Não deveria ser surpreendente que LeBron James tenha iniciado essa temporada sendo… bem… ele mesmo. O craque acaba de tornar-se o primeiro atleta desde Magic Johnson a anotar três triplos-duplos seguidos com a camisa do Lakers – o que é, basicamente, mais um dia normal em sua carreira. Um sinal de que, após certo tempo “baleado”, o veterano está realmente de volta.

“Na última temporada, mesmo quando retornei da lesão na virilha, estava jogando com uma ruptura parcial. Eu trabalhei duro na offseason para poder recuperar-me totalmente. Hoje, eu estou atuando sem lesões e sinto que minha explosão voltou. Minha velocidade voltou. Estou reagindo muito mais rápido na defesa. Minha força voltou”, contou o astro, em entrevista nessa semana.

 

  2. LUKA DONCIC
Posição: ala-armador Time: Mavericks Idade: 20
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
35.5 26.7 10.3 9.5 1.5 0.2 46.4 35.2 80.4
                       

O que você estava fazendo ou pretende fazer quando tiver 20 anos de idade? Luka Doncic está dominando a NBA. O jovem ala-armador igualou o lendário Jason Kidd ao registrar 15 assistências em duas partidas consecutivas pelo Mavs – que, sob o seu comando, parece um time com reais chances de classificar-se para os playoffs pela primeira vez em anos.

Seu cartão de visitas para a elite da NBA pode ter acontecido na semana passada, quando anotou 31 pontos, 13 rebotes e 15 assistências em um duelo épico contra LeBron James. “Luka é um grande talento e amo seu jogo pela capacidade não só de criar arremessos para si, mas de colocar os seus companheiros em ótimas condições. É nisso que acredito. Ele joga basquete da forma certa”, exaltou o craque do Lakers.

 

  3. ANTHONY DAVIS
Posição: ala-pivô Time: Lakers Idade: 26
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
34.7 26.6 10.9 2.7 1.0 3.0 46.0 25.0 88.7
                       

Entre lesões e pedidos de troca, as pessoas podem ter esquecido o quanto Anthony Davis é bom. Pois, com apenas quatro jogos disputados pelo Lakers, o astro já nos relembrou do que é capaz. Ele começou a escrever a sua história em um dos times mais tradicionais da NBA ao tornar-se só o sexto atleta a ter uma atuação de 40 pontos e 20 rebotes pelo time angelino, na vitória contra o Grizzlies.

Quem são a companhia de Davis nessa lista ilustres? Só as entidades que jogaram no garrafão do Lakers nas últimas sete décadas: George Mikan, Elgin Baylor, Wilt Chamberlain, Kareem Abdul-Jabbar e Shaquille O’Neal.

 

  4. KAWHI LEONARD
Posição: ala Time: Clippers Idade: 28
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
30.5 29.3 7.3 5.7 2.3 1.0 47.4 35.5 86.0
                       

Nós estamos acostumados a ficar impressionados com Kawhi Leonard pela evolução técnica, dominância defensiva, eficiência como pontuador e competitividade. Pois, agora, ele oferece outra virtude para observarmos: virou, basicamente, o armador do Los Angeles Clippers nessa temporada. Segundo o site oficial da NBA, o craque vem “utilizando” 39% das posses ofensivas da equipe angelina – maior marca de sua carreira e segundo maior índice da liga, só atrás de James Harden (39.8%).

Qual é o resultado disso? Como sempre, Leonard tem encontrado formas de ser insanamente eficiente: vem registrando – de longe – suas maiores médias da carreira em assistências (5.7) e assistências por desperdícios de bola (1.90). Estamos para ver, pelo jeito, algo que ele não consiga fazer em quadra.

 

  5. GIANNIS ANTETOKOUNMPO
Posição: ala Time: Bucks Idade: 24
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
31.7 27.7 14.0 7.4 1.1 1.6 61.2 17.4 60.0
                       

A intensa competitividade é uma virtude comum aos grandes astros da NBA. Não é diferente com o atual MVP da liga, obviamente. Giannis Antetokounmpo teve a sua melhor atuação da temporada até agora contra o Toronto Raptors, time que tirou o título do Leste do Milwaukee Bucks nas finais de conferência desse ano. Muita coisa mudou nas duas equipes, mas o desempenho não foi coincidência.

“Definitivamente, eu tenho muita motivação para enfrentá-los. É óbvio que trata-se de uma equipe diferente, Kawhi Leonard não está mais aqui, mas esse é o time que custou-me uma classificação para as finais. Kyle Lowry, Pascal Siakam, esses caras. Sempre vou jogar um pouco mais duro e dar um pingo a mais de entrega contra eles”, avisou o craque grego, em tom de revanchismo.

 

  6. KARL-ANTHONY TOWNS
Posição: pivô Time: Timberwolves Idade: 23
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
31.0 27.3 11.5 4.0 2.5 1.8 54.4 52.9 63.0
                       

Muitas pessoas acusam Towns de não ser um superastro na NBA. O potencial está lá, porém, e pôde ser visto com clareza nesse começo da temporada: ele foi quase perfeito nos primeiros jogos da campanha. O pivô liderou o Timberwolves a vitórias nas três partidas iniciais do ano exibindo os recursos ofensivos que já conhecemos, além de uma defesa surpreendentemente competente – em especial, pelo empenho em proteger o aro.

No entanto, o maior diferencial do seu jogo segue a ser o arremesso: ele já acertou cinco pull ups para três pontos nessa temporada. Nenhum pivô acertou tantos pull ups de longa distância, mesmo aqueles que disputaram oito partidas. E Towns, na verdade, só disputou três partidas e meia.

 

  7. PASCAL SIAKAM
Posição: ala-pivô Time: Raptors Idade: 25
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
33.5 26.0 8.5 3.3 0.7 0.2 48.7 42.4 96.3
                       

Com a saída de Kawhi Leonard, todos sabiam que o Raptors precisaria que Pascal Siakam se tornasse o jogador que deu sinais que pode ser. E o camaronês deu a resposta imediata dentro de quadra, liderando o time canadense a quatro vitórias nos primeiros seis jogos da campanha. Seu cartão de visita foram os 34 pontos e 18 rebotes na estreia, contra o Pelicans.

“Eu acho que sou capaz de pontuar em volume, de diferentes formas. Sei o que esperam de mim agora, a responsabilidade que carrego e continuarei trabalhando duro para ter certeza de que seguirei trilhando o caminho das vitórias com meus companheiros”, afirmou um consciente Siakam, após a estreia vitoriosa.

 

  8. JOEL EMBIID
Posição: pivô Time: Sixers Idade: 25
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
25.3 23.3 10.3 3.3 1.3 1.7 51.1 36.4 81.8
                       

Foram só três jogos disputados na temporada, mas Embiid iniciou essa campanha exatamente como nos acostumamos a vê-lo em suas 160 primeiras partidas como profissional: liderou o Sixers a três vitórias, incluindo uma atuação de 36 pontos e 13 rebotes contra o até então invicto Hawks, antes de ser suspenso por uma briga generalizada com Karl-Anthony Towns.

Essa foi a 13ª atuação com mínimo de 35 pontos e dez rebotes de Embiid na NBA. Desde 1983, só um atleta conseguiu mais performances com tais números nos primeiros 160 jogos como profissional: o lendário Shaquille O’Neal.

 

  9. DEVIN BOOKER
Posição: ala-armador Time: Suns Idade: 23
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
34.4 26.1 3.6 5.0 0.4 0.4 53.5 50.0 90.3
                       

Se a NBA não tem mais nenhum invicto, nós temos que agradecer a Devin Booker. O jovem ala-armador – e combustível do surpreendente começo de temporada do Suns, que ganhou cinco em sete jogos – teve uma das melhores atuações de sua carreira ao anotar 40 pontos, acertando 15 de 19 arremessos de quadra tentados, na vitória da equipe sobre o Sixers.

“Devin lembrou-nos do quão excelente jogador é hoje. Ele pode realmente pontuar. É um dos pontuadores mais talentosos que existem na NBA. Acho que poderíamos tê-lo marcado melhor, claro, mas não há muito mais a fazer quando ele está uma noite como essa”, elogiou o técnico de Philadelphia, Brett Brown.

 

  10. DAMIAN LILLARD
Posição: armador Time: Blazers Idade: 29
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
37.7 31.1 5.0 7.3 1.3 0.6 49.3 40.3 89.6
                       

O Blazers não teve o melhor início de temporada para um finalista do Oeste nesse ano, com quatro derrotas nos primeiros sete jogos da campanha. Mas, obviamente, isso aconteceu apesar dos esforços de Lillard: o astro anotou mais de 20 pontos em todas as partidas da equipe do Oregon e só não ultrapassou a marca dos 25 pontos em uma delas.

Suas médias até agora, se forem sustentáveis, podem colocá-lo em um grupo bem seleto: os únicos atletas a registrarem 30.0 pontos, 5.0 rebotes e 7.0 assistências em uma temporada na década foram os MVPs James Harden e Russell Westbrook.

 

Outros citados: Kyrie Irving (Nets), Kemba Walker (Celtics), Trae Young (Hawks), Andre Drummond (Pistons) e Donovan Mitchell (Jazz)

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.