Na trilha do MVP Jumper Brasil – Semanas 3 e 4

Olá, caro leitor. Essa é mais uma edição da série de postagens em que iremos destacar as performances individuais dos jogadores da NBA. Além de divulgar os destaques da semana, integrantes do site e convidados especiais vão analisar o status da disputa pelo principal prêmio individual da temporada da NBA, para saber quem está na trilha do MVP. O ranking é um consenso entre os analistas ouvidos pelo Jumper Brasil no período e comentários atualizados sobre os atletas citados.

MELHORES DA SEMANA

O destaque da semana vai para o ala-armador James Harden. O jogador do Houston Rockets foi eleito o melhor da semana na conferência Oeste e sua atuação menos expressiva foi contra o New Orleans Pelicans, quando anotou “apenas” 39 pontos. Harden angariou 44.8 pontos, 6.8 assistências e 5.8 rebotesem quatro embates, sendo que foi de 16.0 pontos a média do astro nos últimos quartos dos jogos, com 58.6% nos arremessos de quadra.

Já na conferência Leste, a NBA elegeu como destaque o pivô Nikola Vucevic. O jogador do Orlando Magic liderou sua equipe a três vitórias consecutivas, colocando-a na zona de classificação para os playoffs (sétima colocação).Ressalte-se sua performance na partida contra o Washington Wizards, onde anotou 30 pontos, apanhou 17 rebotes e distribuiu seis assistências. Essa foi a quarta vez que o pivô atinge pelo menos 30 pontos, 15 rebotes e cinco assistências em uma partida, garantindo o recorde da história da franquia do Magic, superando Shaquille O’Neal (três vezes).

NA TRILHA DO MVP

Quem assume a liderança do ranking do Jumper Brasil desta semana é ninguém menos que o atual MVP: o astro Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks. Caso o ala conquiste novamente o prêmio, não será a primeira vez na história que o Bucks terá o melhor jogador do campeonato em dois anos consecutivos. Isso já aconteceu nas campanhas de 1970-71 e 1971-72, tendo como vencedor o integrante do Hall da Fama Ferdinand Lewis Alcindor, mais conhecido como Kareem Abdul-Jabbar.

As temporadas mencionadas foram apenas a segunda e a terceira da trajetória do lendário pivô na NBA, que apesar de jovem, angariou as médias mais altas de toda a sua carreira. Além de campeão da liga em 1970-71, o único título da história da franquia de Milwaukee, Jabbar estabeleceu seu recorde de pontos por jogo (34.8) em 1971-72.

Para ilustrar, segue um quadro comparativo dos números dos dois craques do Bucks, em um choque de gerações de praticamente meio século de diferença. Vejamos:

  Kareem Abdul-Jabbar (1970-71) Giannis Antetokounmpo (2018-19)
Pontos 31.7 30.1
Rebotes 16.0 14.3
Assistências 3.3 6.5
FG% 57.7 58.0
LL% 69.0 63.0

Sem mais delongas, vamos ao ranking relativo às semanas 3 e 4 da temporada 2019-20. Os votantes dessa edição são quatro integrantes fixos do Jumper Brasil (Gustavo Freitas, Gustavo Lima, Michel Moral e Ricardo Stabolito Jr.), além do convidado especial Ricardo Romanelli, do site hoop78. A cada semana, vale reforçar, esse convidado será diferente.

Todos enviaram os seus dez principais candidatos ao prêmio de MVP, ranqueados, levando em conta os seus rendimentos até a última segunda-feira (18/11). Os jogadores votados receberam pontuação, de um a dez, a partir de suas colocações para a construção de um ranking de consenso. O resultado está a seguir.

1. GIANNIS ANTETOKOUNMPO
Posição: ala Time: Bucks Idade: 24
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
32.9 30.1 14.3 6.5 1.4 1.5 58.0 32.0 63.0

Quem acreditou que Antetokounmpo estava no seu auge na última campanha, quando conquistou o prêmio de MVP, pode começar a mudar de ideia. Nas últimas duas semanas, o ala do Milwaukee Bucks se tornou o sexto jogador na história a estabelecer pelo menos 30 pontos, 15 rebotes e cinco assistências em três jogos consecutivos, juntando-se a KareemAndul-Jabbar, Elgin Baylor, Wilt Chamberlain, Bob Pettit e Oscar Robertson.

O camisa 34 se tornou ainda o primeiro jogador na história da NBA a atingir 200 pontos, 100 rebotes e 50 assistências nos primeiros oito jogos da temporada!

2. LEBRON JAMES
Posição: ala Time: Lakers Idade: 34
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
34.8 25.0 7.6 11.2 1.2 0.6 49.0 34.2 71.8

Mais uma semana normal na carreira de LeBron James. É tão comum para ele ser espetacular, que quase não se percebe que se está diante de um jogador de quase 35 anos de idade e de 17 temporadas de experiência na NBA.

O Los Angeles Lakers venceu oito jogos em novembro e perdeu apenas um, com James sendo o principal nome da equipe, registrando médias de 25.4 pontos, 11.8 assistências e 8.2 rebotes, com quatro triplos-duplos. Destaque para essa enterrada moralizadora sobre o ala-pivô sérvio Nemanja Bjelica, no jogo contra o Sacramento Kings:

3. JAMES HARDEN
Posição: ala-armador Time: Rockets Idade: 30
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
36.9 39.5 5.6 7.8 1.6 0.5 41.7 33.2 88.1

Era questão de tempo para que James Harden estivesse novamente no topo das listas de pretendentes ao MVP, tal como tem acontecido nos últimos anos. Muito provavelmente o jogador com os números mais expressivos da liga neste começo de temporada, o ala-armador do Rockets se tornou o segundo jogador na história a angariar médias superiores a 39 pontos nos primeiros 13 jogos da temporada. A primeira vez que a marca foi atingida foi na temporada 1961-62, com ninguém menos que Wilt Chamberlain.

Como não só de estatísticas individuais se mantém um sério candidato ao prêmio de melhor jogador da temporada, Harden liderou o Rockets para oito vitórias em dez jogos no mês de novembro, alcançando a segunda posição na classificação geral da conferência Oeste.

4. LUKA DONČIĆ
Posição: ala Time: Mavericks Idade: 20
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
34.9 28.5 10.7 9.1 1.3 0.2 47.2 30.5 82.6

O “fenômeno” Luka Dončić é indiscutivelmente um jogador pronto para a NBA. Com apenas 20 anos de idade, é o jogador mais jovem da história da NBA a angariar quatro triplo-duplos nos primeiros oito jogos da temporada. Para se ter uma ideia, o lendário Oscar Robertson atingiu o mesmo feito pela primeira vez com 22 anos, na temporada 1960-61. Já o armador Russell Westbrook só foi atingir esse recorde aos 28 anos.

5. PASCAL SIAKAM
Posição: ala Time:Raptors Idade:25
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
37.1 26.2 8.7 4.1 0.8 0.6 46.9 35.1 81.7

O jovem camaronês, e já campeão da NBA, conquistou pela segunda vez na temporada a marca de 44 pontos e dez rebotes. Pelo Raptors, apenas dois jogadores já tinham atingido esse recorde. São eles: Vince Carter (em 2000) e Chris Bosh (em 2010). Além disso, a equipe de Toronto vem de sete vitórias em dez jogos, ocupando a quarta colocação na conferência Leste.

6. ANTHONY DAVIS
Posição:pivô Time:Lakers Idade:26
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
34.8 24.5 9.2 3.3 1.2 3.2 47.5 25.0 87.0

Protagonista da campanha impecável do Los Angeles Lakers até aqui, ao lado de LeBron James, o pivô Anthony Davis segue na disputa pelo prêmio de melhor jogador da temporada 2019-20. O astro ainda é forte candidato ao prêmio de defensor do ano – sua performance na defesa é notória, liderando a liga em bloqueios totais (38) e por jogo (3.2). Vale ressaltar que o Lakers é amelhor equipe em eficiência defensiva da NBA.

Confira abaixo o toco espetacular de Anthony Davis sobre Harrison Barnes, garantindo a vitória do Los Angeles Lakers sobre o Sacramento Kings no último segundo do jogo realizado no sábado (16).

7. KEMBA WALKER
Posição: armador Time: Celtics Idade: 29
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
33.8 23.8 4.8 5.0 0.9 0.7 41.2 41.2 92.8

Saudades de Kyrie Irving? Não, obrigado. Todos sabiam que o Celtics precisaria de Kemba Walker para se manter competitivo e a resposta dentro de quadra foi imediata. O jogador de 29 anos liderou sua equipe a nove vitórias nos últimos dez confrontos, ocupando agora a primeira posição da conferência Leste.

Peça central do esquema ofensivo do técnico Brad Stevens, o armador foi apenas o segundo jogador da história do Boston Celtics a anotar oito bolas de três pontos, distribuir cinco assistências e pegar cinco rebotes em um jogo, juntando-se a Antoine Walker, que atingiu o recorde em 2002.

8. KAWHI LEONARD
Posição: ala Time: Clippers Idade: 28
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
32.4 26.8 8.9 6.0 2.1 1.0 44.0 28.6 85.1

Talvez nenhum jogador tenha tantos holofotes voltados para si nesta temporada como Kawhi Leonard. O ala do Los Angeles Clippers tem a árdua missão de trazer um título inédito para a franquia. Com o retorno de Paul George e um elenco qualificado, o camisa 2 tem totais condições de mais uma conquista inédita.

Jogador que impressiona pela eficiência dentro de quadra, Kawhi tem um levantamento estatístico que corrobora para essa constatação: cometeu menos erros de ataque ou desperdícios de bola (716) do que roubou bolas (815) ao longo da carreira.

9. DEVIN BOOKER
Posição: ala-armador Time: Suns Idade: 23
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
34.5 25.5 3.2 5.9 0.5 0.4 53.7 50.0 94.3

Não é exagero nenhum afirmar que Devin Booker caminha a passos largos para se tornar, em um futuro próximo, o grande pontuador da liga. Seu repertório ofensivo é alinhado com a sua eficiência. Nenhum dos 50 maiores cestinhas da temporada possui aproveitamento superior a 50% nos tiros de longa distância, exceto Booker, que ainda tem 53.7%de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Com a chegada de reforços pontuais, o ala-armador elevou o nível da franquia e trouxe o Suns “de volta à vida”, ocupando nesse momento a sétima posição na conferência Oeste e já trabalhando para um possível, embora complicado, retorno aos playoffs.

10. JIMMY BUTLER
Posição: ala Time: Heat Idade: 30
MIN PTS REB ASS R.B. BLQ FG% 3P% LL%
34.4 18.4 5.8 7.2 2.8 0.7 45.2 24.0 82.4

O Heat é, ao lado do Suns, a grande surpresa positiva da temporada até aqui. O maior responsável por esse sucesso é Jimmy Butler. Contra o próprio Suns, Butler fez 30 pontos no primeiro tempo (9-10 FG). O último a fazer 30 pontos nos dois primeiros quartos pela franquia de Miami foi LeBron James, em 2014, na vitória sobre o Cavs.

Os números individuais do novo Franchise Player do Heat não chegam a impressionar. Por outro lado, se acima destacamos a eficiência nos números de Kawhi Leonard, precisamos fazer justiça com Jimmy Butler. O ala de Miami, assim como Kawhi, também possui mais roubos de bola (848) do que desperdícios de bola (716) durante sua carreira. Sua postura em quadra é fundamental para a campanha positiva da franquia da Florida até aqui.

Outros citados: Donovan Mitchell (Jazz), Nikola Jokic (Nuggets), Joel Embiid (Sixers) e Karl-Anthony Towns (Timberwolves)

Michel Moral
Michel Moral
Piracicabano, colaborador do Jumper Brasil, professor e advogado especialista em Direito Bancário