“Não vamos começar a todo vapor”, admite Ginobili

O ala-armador Manu Ginobili, do San Antonio Spurs, está ansioso para ter mais uma temporada bem sucedida na franquia texana. No entanto, o veterano alerta que a equipe não deve iniciar 2017/18 a todo vapor, em uma conferência Oeste que está mais forte do que nos anos anteriores.

Um dos grandes fatores para Ginobili afirmar isso talvez seja o fato de que dois dos principais jogadores do time estejam lesionados. O ala Kawhi Leonard perderá toda a pré-temporada devido a uma lesão no quadríceps e é dúvida para o início da temporada regular. Já o armador Tony Parker, que se recupera da mesma lesão, deve voltar às quadras apenas em Novembro.

“Nós não vamos começar a temporada a todo vapor. Nós não vamos começar tão prontos para competir como foi nos anos anteriores. Mas vamos encontrar uma maneira”, disse o jogador argentino, em conversa com o repórter Michael C. Wright, da ESPN.

O Spurs vem de duas temporadas consecutivas ultrapassando a marca de 60 vitórias na temporada regular, um feito único na história da equipe. Para o início da temporada regular, com a ausência certa de Parker, o time deve utilizar mais o australiano Patty Mills e o jovem Dejounte Murray.

“De certo modo, isso ajuda a envolver os outros jogadores e deixá-los mais confiantes, com eles tendo mais oportunidades de arremessar. Mas a gente ainda não conhece a equipe que vamos ser. Então, isso nos ajuda de certo modo. Porém, precisamos de Kawhi conosco porque ele é o cara do nosso time. Ele é a nossa âncora ofensiva”, acrescentou Ginobili.

Com a ausência de Kawhi, quem tem uma grande oportunidade no time é o recém-chegado ala Rudy Gay, que pode ajudar o time ofensivamente. Gay afirma que está sem dor, após recuperar-se de uma lesão no tendão de Aquiles, sofrida na temporada passada. Contudo, a equipe do técnico Gregg Popovich deve ter bastante cautela com o retorno do ala às quadras.

Mills, que sofreu com lesões no passado, sabe como é a recuperação de uma grave lesão. “Isso (a recuperação) é uma maratona. Todo mundo entende. Por isso, é bom não criarmos expectativas”, disse o armador australiano, que ficou afastado seis meses das quadras em 2014, quando operou o ombro, logo após sagrar-se campeão da NBA.

Para Ginobili, a equipe precisa da ajuda de Gay o mais cedo possível, mas o argentino sabe que o processo tem que ser cuidadoso. “Claro, eu não estou dizendo que devemos apressar as coisas. Todos nós desejamos estar saudáveis o tempo todo, e isso não acontece dessa maneira. Então, não tendo Kawhi e Parker, é importante que Gay esteja treinando. Ele está quase pronto, mas ainda está bastante cauteloso, já que se machucou há sete meses. Então, ele vai ter o seu tempo também”, ponderou Ginobili.

O Spurs estreia na temporada regular no dia 18 de Outubro contra o Minnesota Timberwolves, em San Antonio, com diversas dúvidas para a formação inicial do time.

  • Marcos Gordinho

    Precisava destacar que KL é a âncora ofensiva e também defensiva do Spurs, elenco principal está envelhecido e fora Caio Leonardo são poucos nomes que podem permanecer bem produtivos pelos próximos 10 anos. Mas a turma de San Toinho deve achar os steals dos próximos drafts para recompor o elenco e se manter entre os cabeças do Oeste.

  • Guilherme Petros

    Nem lembrava que o Rudy Gay tava no Spurs…

  • O time do SAS, tirando Kawhi, não me parece tão forte. O que diferencia o SAS dos outros é o Greg e o já citado Kawhi, sem eles é um time no máximo bom.

    Esse ano, não consigo vê-los como ameaça real aos principais candidatos.

    • Marcio

      concordo com seu comentário, sem Kawhi arrisco dizer que o SAS brigaria pela 7 e 8 vaga e olhe la!

    • Jeferson Jesus

      Isso é porque é na conferência Oeste. Mills, Aldridge (que ja não esta tão bom mas ainda é excelente pra posição que joga) e Gay, é um time bom sim! Ainda tem reservas que demonstraram melhoras na temporada passada. Sem os lesionados, na leste ficaria em 4 fácil, talvez 3.

      • Jean Brazuna

        Olha melhor que o Toronto e que o Washington acho que sem o Kawhi e o Greg…esse time não é não hein…

        • Maurilei Teodoro

          Concordo

      • Rogério Rodrigues

        No leste brigaria pelo top de conferencia amigo, junto com o Celtics e o Cavs. No oeste eles vão brigar de 2 ao 4 lugar.

  • xmaah

    depois que os velho se aposentar, alguns contratos chegarem ao fim e alguns caras forem trocados ai o Spurs chega a todo vapor. =)

    • Kaio_

      foi mal se tu tem inveja e toma pancada do spurs todo ano kkkkkkk

      • xmaah

        risos.

  • Vitor Martins

    Não duvido o Spurs chegando numa nova final de conferência por motivos de Popovich e de Leonard, mas acho bem provável que eles (se reforçando tão pouco e estranhamente) nesse Oeste selvagem se classifiquem entre 4-6.

    • Maurilei Teodoro

      Acho que ficam entre 4-6 tbm. Mas nos offs se os adversários bobearem, não ficarei surpreso se chegarem na final de conferência

    • Kaio_

      vamos ser seed 2 pode anotar ae.

  • Rafael Victor

    Parker e Gay voltando de lesões, Kawhi sendo duvida pro começo da temporada… preocupante!

  • Pablo Leite

    Com o OKC bem mais forte que ano passadoe os Rockets com Paul e o SAS começando com o freio de mão puxado por causa dos jogadores lesionados, diria que a segunda posição do Oeste está em jogo.

  • Rodrigo SMC

    Manu Ginobili (40 anos) – Desde 2002
    Paul Gasol (37 anos) – Desde 2016
    Tony Parker (35 anos) – Desde 2001
    LaMarcus Aldridge (32 anos) – Desde 2015
    Rudy Gay (31 anos) – Desde 2017
    Danny Green (30 anos) – Desde 2011
    Patty Mills (29 anos) – Desde 2012
    Kawhi Leonard (26 anos) – Desde 2011

    Time vai esperar até o último minuto pra fazer uma reformulação hem

    • Kaio_

      esse é o Spurs amigo kkk há 20 anos é assim e da certo !

  • Rodrigo Soares

    O time precisa ser renovado. O Spurs em comparação com seus rivais diretos (OKC, HOU, GSW) saiu perdendo nessa offseason, o draft com o White tbm não me pareceu uma escolha boa, a armação com Parker e Mills esta enfraquecida, ao meu ver as renovações de contrato tambem nao foram nada interessantes (Exemplo : Gasol 37 anos 48$/3anos).
    A unica movimentação boa que vejo foi a inclusão do Gay para liderar a segunda unidade.
    Sem o Kawhi vamos sofrer, e como Kawhi vai ser bola nele em todos ataques, assim como ja foi na temporada passada.

    • Kaio_

      quero ver você falar isso depois que o Spurs ter mais uma temporada de 60 vitórias e ir longe nos playoffs kk