Com Luka Doncic e Trae Young, NBA divulga times ideais de novatos da temporada

Os dois favoritos ao prêmio de melhor calouro do ano confirmaram as expectativas e lideram os quintetos ideais de novatos da temporada. Os jovens Luka Doncic e Trae Young foram as unanimidades da votação dos times de estreantes da liga, cujos resultados foram divulgados nessa terça-feira. A escolha foi feita por 100 jornalistas especializados dos Estados Unidos e Canadá.

Os votantes foram instruídos a indicarem cinco jogadores para a primeira equipe ideal (que recebiam dois pontos na votação) e outros cinco atletas para o segundo time (premiados com um ponto), independentemente das posições em que atuam. Os dez estreantes que mais somassem pontos acabaram por formar os dois times, conforme anunciado pela NBA.

Ao lado dos novatos de Dallas Mavericks e Atlanta Hawks, o quinteto principal também trouxe os alas-pivôs Jaren Jackson Jr. (Memphis Grizzlies) e Marvin Bagley (Sacramento Kings), além do pivô Deandre Ayton (Phoenix Suns). Esta é a primeira vez, desde a temporada 1984/85, que o time ideal de calouros é formado pelas cinco primeiras escolhas do draft anterior.

Confira como ficaram as duas equipes de novatos da temporada 2018-19:

Primeiro time

Luka Doncic (Mavericks): 200 pontos
Trae Young (Hawks): 200 pontos
Deandre Ayton (Suns): 195 pontos
Jaren Jackson Jr. (Grizzlies): 159 pontos
Marvin Bagley (Kings): 156 pontos

Segundo time

Shai Gilgeous-Alexander (Clippers): 138 pontos
Collin Sexton (Cavaliers): 132 pontos
Landry Shamet (Clippers): 85 pontos
Mitchell Robinson (Knicks): 77 pontos
Kevin Huerter (Hawks): 45 pontos

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Lauro Cantarelli Pereira

    Bagley em 5° achei justo, infelizmente ele sofreu com lesões, e acabou sendo reserva a temporada inteira, mesmo merecendo ser titular. Em quadra ele superou minhas expectativas, achei que ele seria um furo defensivo, o que não se comprovou. Ofensivamente ele evolui muito durante a temporada, joga muito bem em transição, vai muito bem nos rebotes defensivos e ofensivos, e na reta final teve um bom desempenho até nos arremessos de 3.

    Agora, os pontos fracos que já era sabido antes do Draft seguem lá, praticamente só usa a mão esquerda para finalizar as jogadas, tem momentos que ele baixa a cabeça e tenta resolver tudo sozinho.

    Espero que nessa offseason ele trabalhe a parte física e melhore esses pontos negativos. Pq ele tem tudo pra ser um excelente jogador

  • Gustavo

    Uma pena o Sexton ter ficado no 2° time, com toda certeza jogou pra estar no primeiro. Teve o azar do Cavs sofrer com lesões e com isso o time n conseguiu muitas vitorias, oq claramente pesou contra, principalmente qnd vc ve o SGA com mais votos que ele pra 1st team.
    Mas n é demérito nenhum, todo mundo do primeiro time mereceu estar la, esse foi um draft muito forte.
    OBS: O first team é formado exatamente pelas 5 primeiras escolhas do Draft. Muito interessante isso.

    • Lauro Cantarelli Pereira

      sexton jogou demais a reta final da temporada.
      e realmente, esse draft foi mto forte, muitos bons nomes

    • Alexandre Wagner

      O que colocou o Shai na frente do Sexton foi principalmente a defesa dele, que foi a segunda melhor dos novatos, só perdendo para o JJJ.

    • Rodrigo Morais

      Não vejo ele com basquete pro primeiro time, Trae e Luka são bem superiores mesmo

      • Gustavo

        Se vc pegar alguns drafts passados ele seria 1st team tranquilamente, tem alguns anos que ele seria até ROY.

        • Rodrigo Morais

          Pena que ele não foi draftado antes então, não estou criticando ele, só acho o Trae e o Luka dois caras fantásticos, que bem rapidamente serão all-star

          • Gustavo

            Ta bom então cara. Só um adendo amigo, pra o Sexton entrar no first team n precisa ser o Luka ou o Trae a saírem, eu msm colocaria ele no lugar do Bagley se fosse pra tirar alguem.

  • Gustavo

    To muito empolgado pra 2° temporada do Sexton. Principalmente pq ele só evoluiu essa temporada. Teve um começo bem difícil, até surgiram rumores que os veteranos disseram que ele n sabia jogar basquete e por ai vai. Mas ele se recuperou e jogou muito, principalmente dps do ASG.
    Médias do Sexton pós ASG:
    20.8 ppg
    3.2 asts
    82% FT
    47% FG
    41% 3PT

    • Guilherme

      O principal ponto a se destacar a meu ver é o ótimo aproveitamento dele do perímetro, que era apontado como uma clara dificuldade do seu jogo no college e que poderia prejudicá-lo na NBA. 41% na primeira temporada como jogador profissional é um número fantástico.

      • Gustavo

        Sem duvidas. Teve mais arremessos e melhor aproveitamento do que no college, realmente uma evolução fora do comum.

    • Ênio Samir

      Ele já tá treinando forte pra próxima temporada. Inclusive, já está treinando arremesso de 3 a 2 metros da linha.

  • Paulo Monteiro

    Gustavo, só uma correção: este é o primeiro draft desde 1984 a ter os 5 primeiros escolhidos no time ideal de calouros. Em 84 o time ideal foi: Olajuwon (1), Bowie (2), Jordan (3), Perkins (4) e Barkley (5) foram All Rookie 1st team.

    • gusilvalima10

      Corrigido, Paulo. Fiz na pressa! Valeu!

      • Paulo Monteiro

        Tmj, Gustavo. Torcendo por dias melhores pro nosso Phoenix Suns.

        • gusilvalima10

          Cara, já passou da hora. Tô sentindo que, a partir da próxima temporada, o Suns forma um time competitivo e volta a ser respeitado. Chega de passar raiva!

  • Guilherme Petros

    caraca, os 5 primeiros fazem o quinteto ideal. isso deve mostrar q os times, aparentemente, fizeram boas escolhas…

  • Alexandre Wagner

    Clipão colocou 2 novatos no top 10, isso significa um futuro brilhante pela frente. E mesmo se a equipe tiver outros planos, eles podem muito bem servir como um pacote para trocar pelo Davis ou Beal, embora eu acho que eles teriam mais futuro ficando em L.A mesmo.

  • Alan Um Musashi

    Justo pra caramba.

  • Que classe. Veremos daqui uns 7 anos os frutos.
    Uns 4 all stars saem daí, outros provavelmente sequer estarão na liga.

    • Alexandre Wagner

      Se brincar todos eles podem virar all star, pq os analistas falaram que essa classe é uma das mais talentosas da história.

      • Eu particularmente acho difícil. Quando disse que “uns 4 all stars saem daí”, quis dizer jogadores que permanecem jogando no nível de All-star por muito tempo, não apenas que tenham disputado um ou outro jogo das estrelas.

        Olhando o retrospecto das outras classes, é muito provável que vários desses jogadores se tornem “apenas” bons role players, seja com uma pontuação boa, ou com defesa boa, etc. etc. Da classe de 2011, que foi uma excelente safra, teve:

        Kyrie Irving (1st), Kemba Walker (9th), Klay Thompson (11th), Kawhi Leonard (15th), Nikola Vucevic (16th), Tobias Harris (19th), Jimmy Butler (30th), como nomes que atualmente se destacam.

        Há potenciais HOFs (descritos acima), há All-star consolidados (descritos acima) e há jogadores que encontraram o auge, mas que logo caíram para role players:
        MarShon Brooks (teve uma boa passagem pelo então New Jersey Nets quando rookie), Brandon Knight (meteórico), Alec Burks (muitas lesões), Jimmer Fredette (“agora vai”), o mito Isaiah Thomas, Kenneth Faried (excelente início, mas só virou role-player), Nikola Mirotic, Enes Kanter, Irmãos Morris, Tristan Thompson, Chandler Parsons, Motiejunas, Shumpert… enfim.

        Todos jogadores que demonstravam muito potencial, mas que até então são “apenas” (com boas aspas) bons role players ou sequer são algo na liga. É difícil uma única safra oferecer mais do que 4 all-stars consolidados. Eu colocaria minha mão no fogo só por Doncic e Trae. JJJ, Bagley, Ayton, Shai podem ser all-stars de algumas viagens, como um Middleton/Tobias Harris/Lowry (meh) da vida, ou ainda sequer serem all-stars, como Mike Conley.

        Sei que falei muito e muito, mas é basicamente isso que pensei quando escrevi. Só ressaltando que vejo um potencial muito grande e óbvio nessa classe que promete muito, masss só tentei ser realista (ou ousado).

        • Alan Um Musashi

          Excelente comentário brother.

          Acho que os dois (Doncic e Trae) que você falou tem um teto inimaginável, serão HoF certamente. Acredito que Bagley, JJJ, Ayton e o Sexton possam ser AS.

    • Vitor Martins

      Tu acha? Pelo que andei pesquisando apenas o top3 gera um grande interesse.

    • Tiago Almeida

      Ainda tem o MPj que nem estreiou e a meu ver era o maior talento do último draft.

  • RSMC

    Quem será que foi o único iluminado em escolher o Huerter como opção de primeiro time.

    • Fora Abel PRAGA

      Nao sei se foi ironico seu comentario, mas do pouco que ouvi falar do hawks falam que ele faz de tudo um pouco na quadra.

  • Igor Neves

    Bagley e JJJ na frente do Shai kkkkkkkkkkkkkk

  • Gabriel De Oliveira Meira

    JJJ joga muito, este cara vai fazer estrago na liga! Sexton é muito interessante…

  • Celso Cachali Jr

    Legal as cinco primeiras escolhas do draft desde o draft de 84, do Jordan.

  • Celso Cachali Jr

    Draft muito bom, no mesmo nível do ano passado.
    Melhor do que ver Malcom brogdon e Michael carter Williams.

  • Celso Cachali Jr

    Me redraft desta temporada.
    1. Doncic
    2. Young
    3. Bagley
    4. JJJ
    5. Ayton
    6. Sexton
    7. G. Alexander
    8. Robinson
    9. Huerter
    10. Shamet

  • Franchise 🏀 !! – ThiaGO

    Temporada que vem Sexton vem para o MIP