NBA formaliza proposta de redução de idade mínima para inscrição no draft

A NBA finalmente deu o passo inicial para implementar mudanças no sistema de elegibilidade do draft. De acordo com Jeff Zillgitt, do portal USA Today Sports, a direção da liga entregou uma proposta de diminuição da idade para inscrição no recrutamento à Associação dos Jogadores. Pela possível nova regra, prospectos passariam a poder se profissionalizar ao completarem 18 anos.

A formalização da proposta é a primeira etapa para que uma alteração aconteça no draft. Nos bastidores, o comissário Adam Silver e representantes da NCAA admitem que o sistema atual, apelidado de “one and done” (o jovem atleta, geralmente, fica um ano na faculdade antes de poder ser draftado), não está funcionando nem para a NBA, nem para o basquete universitário.

Nas regras vigentes, o prospecto ativo no basquete norte-americano precisa ter 19 anos de idade e/ou ter participado de uma temporada universitária para inscrever-se no recrutamento. A redução da idade mínima sempre foi a proposta preferida da Associação dos Jogadores e a tendência é que as negociações entre as duas partes evoluam para um acerto a partir do draft de 2022.

O maior impacto da redução etária seria o retorno em larga escala dos chamados high schoolers – ou seja, atletas colegiais “saltando” diretamente para a NBA, sem passar pela faculdade – ao recrutamento depois de mais de uma década “banidos”. Kevin Garnett, Kobe Bryant e LeBron James são exemplos notórios de jogadores que vieram direto do colegial para a NBA.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.