NCAA – Kentucky bate Florida e fecha temporada regular invicto; Duke vence clássico contra UNC

(31-0) Kentucky 67 x 50 Florida (15-16)

Kentucky
Trey Lyles: 14 pontos e seis rebotes
Karl-Anthony Towns: 13 pontos, nove rebotes e seis tocos


(28-3) Duke 84 x 77 North Carolina (22-10)

Duke
Tyus Jones: 24 pontos, seis rebotes, sete assistências, três roubadas de bola e 12-12 nos lances livres
Quinn Cook: 20 pontos, cinco rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Jahlil Okafor: 14 pontos, quatro rebotes e 7-9 nos arremessos de quadra
Justise Winslow: 13 pontos e cinco rebotes

North Carolina
Marcus Paige: 23 pontos, cinco assistências, três roubadas de bola e cinco bolas de três pontos convertidas
Brice Johnson: 17 pontos, sete rebotes e dois tocos
Justin Jackson: 14 pontos
J.P. Tokoto: dez pontos, seis rebotes e cinco assistências


(24-7) Louisville 59 x 57 Virginia (28-2)

Louisville
Montrezl Harrell: 20 pontos e 12 rebotes
Terry Rozier: 11 pontos, sete rebotes, quatro assistências e três roubadas de bola
Quentin Snider: 11 pontos

Virginia
Malcolm Brogdon: 17 pontos e cinco rebotes
Darion Atkins: dez pontos e sete rebotes


(22-9) LSU 81 x 78 Arkansas (24-7)

https://www.youtube.com/watch?v=s67zteP4LkM

LSU
Jarell Martin: 27 pontos e oito rebotes
Jalyn Patterson: 20 pontos e seis rebotes
Keith Hornsby: 13 pontos e seis rebotes
Josh Gray: dez pontos e seis assistências

Arkansas
Bobby Portis: 21 pontos, 15 rebotes, quatro assistências e dois tocos
Michael Qualls: 15 pontos, sete rebotes e quatro assistências
Rashad Madden: 12 pontos, sete rebotes e cinco assistências
Anthlon Bell: 12 pontos


(29-2) Villanova 105 x 68 St. John’s (21-11)

https://www.youtube.com/watch?v=Qp0Ua9veNM8

Villanova
Daniel Ochefu: 21 pontos, nove rebotes e cinco tocos
JayVaughn Pinkston: 18 pontos, seis rebotes e 7-9 nos arremessos de quadra
Dylan Ennis: 17 pontos e seis assistências
Darrun Hilliard II: 14 pontos e seis rebotes
Josh Hart: 13 pontos e cinco rebotes

St. John’s
Rysheed Jordan: 21 pontos e oito assistências
Phil Greene IV: 16 pontos
D’Angelo Harrison: 15 pontos e quatro rebotes


(23-8) West Virginia 81 x 72 Oklahoma State (18-12)

West Virginia
Devin Williams: 22 pontos e 13 rebotes
Daxter Miles Jr.: 15 pontos

Oklahoma State
Jeff Newberry: 23 pontos
Anthony Hickey Jr.: 17 pontos e sete assistências
Phil Forte III: 13 pontos


(28-3) Arizona 91 x 69 Stanford (18-12)

Arizona
Brandon Ashley: 15 pontos e nove rebotes
Rondae Hollis-Jefferson: 14 pontos e sete rebotes
Kaleb Tarczewski: 13 pontos e cinco rebotes
Gabe York: 13 pontos e quatro rebotes
T.J. McConnell: dez pontos, 11 assistências e três roubadas de bola

Stanford
Chasson Randle: 16 pontos
Stefan Nastic: 14 pontos, cinco rebotes e quatro assistências
Anthony Brown: 14 pontos e cinco rebotes


(26-5) Notre Dame 81 x 67 Clemson (16-14)

Notre Dame
Jerian Grant: 19 pontos, cinco rebotes e oito assistências
Zach Auguste: 19 pontos, quatro rebotes e 9-13 nos arremessos de quadra
Demetrius Jackson: 14 pontos e cinco rebotes
Steve Vasturia: 12 pontos


(21-9) Oklahoma 75 x 73 Kansas (24-7)

https://www.youtube.com/watch?v=VUhvHluAdwU

Oklahoma
Buddy Hield: 18 pontos e sete tebotes
Isaiah Cousins: 16 pontos e quatro assistências
TaShawn Thomas: 13 pontos e seis rebotes
Ryan Spangler: nove pontos e 11 rebotes

Kansas
Frank Mason III: 21 pontos
Landen Lucas: 13 pontos e 12 rebotes
Kelly Oubre Jr.: 12 pontos e dez rebotes
Jamari Traylor: 12 pontos


(22-8) Iowa State 89 x 76 TCU (17-14)

Iowa State
Georges Niang: 19 pontos, quatro rebotes e seis assistências
Monte Norris: 19 pontos e seis assistências
Bryce Dejean-Jones: 15 pontos e cinco rebotes
Jameel McKay: 14 pontos, dez rebotes e dois tocos


(30-2) Gonzaga 81 x 72 San Francisco (14-18)

Gonzaga
Przemek Karnowski: 24 pontos, dois tocos e 10-14 nos arremessos de quadra
Kyle Wiltjer: 19 pontos, oito rebotes e quatro assistências
Kevin Pangos: dez pontos, cinco assistências e três roubadas de bola


(21-11) Illinois State 65 x 62 Wichita State (28-4)

https://www.youtube.com/watch?v=ynB7K1BpXp0

Illinois State
Daishon Knight: 25 pontos, quatro rebotes e 10-15 nos arremessos de quadra
Reggie Lynch: 11 pontos, sete rebotes e cinco tocos

Wichita State
Fred VanVleet: 19 pontos, sete rebotes e cinco assistências
Ron Baker: 13 pontos, seis rebotes, sete assistências e quatro roubadas de bola
Tekele Cotton: 12 pontos e quatro rebotes

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • TRUETHIAGO

    Basquete é f… demais! Kkkkk o Mathiang vinha de 1-16 FG nos últimos nove jogos e mete um GW desses pra Louisville, dá para acreditar?

    Towns máquina de tocos, e ontem também estava distribuindo uns passes dignos de playmaker.

    Bobby Portis jogou demais, 10 rebotes ofensivos, mas LSU estava acertando tudo de fora e conseguiu um buzzer beater merecido.

    Agora é acompanhar o chaveamento e contagem regressiva pro March Madness!

  • YR_NYK

    27 minutos 6 tocos e quase um DD, ta jogando mt o towns.. Agora nem sei se prefiro ele ou Okafor de bíg man.

  • André Fagundes

    Devin Williams tá consistente demais que duo ele com o Juwan Staten. Espero que não se transfira WV tem muito potencial.

  • Galvão – EL HEAT

    Quem for no Karl-Anthony Towns não vai se arrepender! Que jogador fantástico.

  • Horácio

    Alguém pode me responder por que se fala muito em “#Select68” no twitter se no March Madness são apenas 64 equipes? Outra dúvida, é como são divididas as equipes, sei que é por região, mas qual o critério de enviarem tal equipe para tal região?

    • André Fagundes

      Horácio Tem um primeiro round antes com as últimas 8 equipes selecionadas sendo que os 4 vencedores vai um pra cada região. Já a escolha das regiões é sorteio, o que não é são os 4 cabeças de chave (os atuais 8 primeiros da AP).

      Mas uma coisa importante, estar entre os 25 melhores não quer dizer estar automaticamente no March Madness. A classificação automática é via temporada regular (critério da conferência) e vencendo os playoffs de conferência. Abraço!

      • Horácio

        Valeu André, deu uma esclarecida aqui!! Grande abraço!

  • André

    Sei que não é sobre isso o posto, mas alguém viu que o Fred Varejinho foi eleito Mvp da Division II da NCAA?!?
    Não rola draft mas se vier pro Brasil acho q joga em alto nível.